Descrição de chapéu teatro
Teatro

Teatro Oficina encena 'Roda Viva', de Chico Buarque, 50 anos depois da estreia

Espetáculo faz três apresentações no Sesc Pompeia

O ator Roderick Himeros interpreta um ídolo da música no espetáculo 'Roda Viva'
O ator Roderick Himeros interpreta um ídolo da música no espetáculo 'Roda Viva' - Jennifer Glass/Divulgação
Amanda Ribeiro
São Paulo

Há 51 anos, o jovem Chico Buarque se sentou na plateia do Teatro Oficina para assistir ao espetáculo “O Rei da Vela”, que revolucionou a narrativa teatral e se firmou como um dos fundadores do movimento tropicalista. No ano seguinte, o músico pediu ao diretor Zé Celso Martínez Correa que encenasse seu primeiro texto teatral, “Roda Viva”.

No ano em que comemora 60 anos de existência, o Oficina estreia uma nova montagem do espetáculo de Chico. A temporada no Sesc Pompeia vai de quinta (6) a domingo (9). Mais tarde, em 23/12, data da morte do irmão de Zé Celso, a peça faz sua estreia na sede do Oficina.

Enquanto a primeira versão do espetáculo levou ao palco nomes como Marieta Severo, Heleno Prestes e Antônio Pedro, a atual tem interpretação de Roderick Himeros, Camila Mota e Guilherme Calzavara, entre outros nomes.

Proposta de continuidade a “O Rei da Vela”, “Roda Viva” narra a ascensão e a queda de um ídolo da música. Manipulado pela imprensa e pela indústria, o personagem tem em seu comportamento o cerne da crítica da peça, que reflete sobre as demandas da sociedade de consumo em meio às mudanças na indústria cultural brasileira do fim dos anos 1960.

Sesc Pompeia - teatro - R. Clélia, 93, Água Branca, região oeste, tel. 3871-7700. 746 lugares. Qui.: 20h. Estreia quinta (6). Até 9/12. Ingr.: R$ 15 a R$ 50. Ingr. p/ sescsp.org.br.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais