Dia da Cerveja inspira roteiro com 664 torneiras em SP

Celebre em brewpubs, bares com rótulos próprios, empórios, pubs e tap houses

Copos com variedades de cerveja e torneiras de chope Gabriel Cabral/Folhapress

São Paulo

Em 2007, um bar da Califórnia decretou o 2 de agosto como o Dia Internacional da Cerveja. Não é necessário esticar essa história, apenas dizer que por algum motivo a ideia pegou. E se transformou em mais um bom motivo para se tomar a bebida alcoólica favorita por aqui.

E nunca foi tão fácil, ou tão bom, encontrar cervejas na capital paulista. Com forte cena cervejeira, a cidade tem recebido cada vez mais fábricas-bares (chamadas também de brewhouses), que produzem a própria cerveja —nada supera uma gelada direto da fonte.

E isso não é tudo, São Paulo também é destino das melhores cervejarias de outros estados, e até de outros países. Casas com ótimos rótulos de lugares como Porto Alegre (Perro Libre), Joinville (Mad Dwarf), Chicago (Goose Island) ou Ellon, na Escócia (Brewdog) se encontram aqui, ao nosso alcance.

Assim, o paladar cada vez mais apurado do paulistano pode deixar aquela pilsen do churrasco de lado, e investir em sabores como das diferentes versões de india pale ales, as frutadas berliner weisse (ou catharina sour), as maltadas stout e porter pastry, entre várias outras.

O roteiro a seguir é o mais completo já feito na cidade, com 664 torneiras, espalhadas em 54 bares. São muitos motivos para brindar.

 

 

BREWHOUSES

Croma Beer Co.
Torneiras: 14  Origem: Jaboticabal, SP
Em uma belo imóvel na Vila Madalena, a Croma produz 5.500 litros por mês, responsáveis por abastecer as 15 torneiras (uma delas só com gim-tônica). Nas outras 14, prevalecem estilos mais elaborados, como a gose Haka-Haka (R$ 20; 300 ml). Fãs de IPA da casa, que já fica bem cheia nos fins de semana, podem apreciar a boa juicy IPA Crossroads, com 7,2% de álcool (R$ 24; 300 ml), essa também disponível na versão em lata de 473 ml. Quem quiser conhecer mais estilos pode pedir a régua, com cinco sugestões de 80 ml, por R$ 45. Outro atrativo é o cardápio, com consultoria da chef Ana Soares, que traz petiscos como croquetas de vitela (R$ 32,20, com seis unidades).
R. Harmonia, 472, Sumarezinho, região oeste, tel. 98405-9781. 70 lugares. Ter. a sex.: 17h à 0h30. Sáb.: 12h à 0h30. Dom.: 12h às 22h
 
3 Brasseurs
Torneiras: 7  Origem: Lille, França
Com unidades espalhadas por diversos países e ilhas, a cervejaria originária da França abriu em maio sua segunda fábrica-bar paulistana, em Pinheiros —a estreia na cidade foi em 2013, no Itaim Bibi. Nela, os tonéis ficam em altas vitrines, produzindo os 10 mil litros mensais que abastecem as sete torneiras do endereço. Os rótulos são La Blonde, La Blanche, L’Ambrée e L’IPA, além de sazonais. Para celebrar o Dia da Cerveja, os chopes de 300 ml saem por R$ 10 nesta sexta (2).
R. dos Pinheiros, 227, Pinheiros, região oeste, tel. 2532-9202. Seg. a qua. e dom.: 12h às 23h. Qui.: 12h à 1h. Sex. e sáb.: 12h às 2h.  
 

7 Queens Brewpub
Torneiras: 7  Origem: São Paulo, SP
De inspiração inglesa, o brewpub está completando um ano na Vila Madalena. Do salão é possível ver os três tonéis que produzem, juntos, 1.500 litros de cerveja por mês. As sete torneiras servem apenas opções da casa, como a Mandarina Apa, com tangerina, ou uma ESB, estilo típico da terra da rainha. É um dos melhores custo/benefício da região, com todos os estilos por R$ 10 (200 ml) ou R$ 16 (400 ml). A exceção será uma imperial stout, que está na fila de produção. Para acompanhá-las a sugestão são porções ou hambúrgueres.
R. Wisard, 366, Vila Madalena, região oeste, tel. 3819-5157. 50 lugares. Ter. a sex.: 12h às 15h e 18h às 24h. Sáb.: 12h às 24h.  

Capitão Barley
Torneiras: 19  Origem: São Paulo, SP
Aglomerados em frente ao bar, os fãs de cerveja lotam a calçada com pints oriundas de 19 torneiras. Muitas são para cervejarias convidadas, mas algumas escoam rótulos fabricados ali mesmo. Há desde estilos consagrados, como IPA e weiss, até receitas mais experimentais, caso da Red Sails, uma sour com hibisco e pepino.
R. Cotoxó, 516, Perdizes, região oeste, tel. 2609-9476. 90 lugares. Seg. a sex.: 17h às 24h. Sáb.: 12h às 24h. Dom.: 14h às 22h.

Casa Avós
Torneiras: 7  Origem: São Paulo
Em um espaço caseiro, como o nome sugere, Junior Bottura serve as boas opções da Avós e faz algumas experimentações que ganham as sete torneiras. Entre as opções pode ter a já clássica hoppy lager Vó Maria Zen ou a leve american lager Pré-Columbian Pils, que leva quinua, mandioca, amaranto e pipoca. Há também rótulos engarrafados e até uma sugestão sem glúten, a Diadorin, da Capitu. Serve também sanduíches de pernil ou buraco quente.
R. Croata, 703, Vila Ipojuca, região oeste, tel. 3672-4282. 40 lugares. Qua. e qui.: 18h às 23h. Sex.: 18h às 24h. Sáb.: 12h às 24h.  

Cervejaria Central
Torneiras: 12  Origem: São Paulo, SP
O diminuto porém acolhedor espaço da cervejaria costuma receber grupos de amigos para a happy hour e confraternizações. Jorram de suas torneiras 11 rótulos próprios e um convidado, que pode ser desde cerveja até kombuchá. Atualmente, elas são ocupadas pela Goiabeira (R$ 15; 330 ml), uma sour com adição de maracujá, abacaxi e goiaba, e pela Labirinto (R$ 17; 330 ml), uma stout com frutas vermelhas, lactose e baunilha na fórmula, entre outras. Também fazem sucesso os sanduíches que saem da cozinha, com recheios como rosbife, mix de cogumelos, jamón ou joelho de porco.
R. Jesuíno Pascoal, 101, Vila Buarque, região central, tel. 4179-7534. 51 lugares. Ter. a sex.: 18h às 24h. Sáb.: 13h às 23h.

Cervejaria Dogma
Torneiras: 19  Origem: São Paulo, SP
De azulejos brancos e madeira, o balcão esconde a fábrica da casa, localizada nos fundos. Com forte presença nas torneiras de outros bares da cidade, a Dogma dedica suas 19 fontes de chope a rótulos próprios. Atualmente, a clientela pode degustar a Cupcake, uma sweet stout com avelã, coco, cacau e baunilha na fórmula e a Brettalaty, uma combinação de brett IPA com bière brut com 8% de teor alcoólico.
R. Fortunato, 236, Vila Buarque, região central, s/ tel. 50 lugares. Ter. a sex.: 17h às 22h30. Sáb.: 12h às 22h30. Dom.: 14h às 20h30.  

Cerveja escura
Cerveja Cake, uma Imperial Stout com coco, servida na Dogma; cervejaria inaugurou bar na Santa Cecília - Divulgação

 

Cervejaria Nacional
Torneiras: 7  Origem: São Paulo, SP
Brasileiríssima, a cervejaria nasceu em 2006, mas apenas em 2011 ocupou o imóvel atual em Pinheiros, onde é uma pioneira. Leva à clientela parte da cultura do país em seus rótulos, todos batizados com nomes do folclore nacional. Ao todo, são cinco opções fixas: Domina (weiss), Y-Îara (pilsen), Mula (IPA), Kurupira (amber ale) e Sa’si (stout) —R$ 12 a R$ 16; 330 ml. Mas sazonais e importadas também podem aparecer por ali, ocupando outras duas torneiras ou chopeiras móveis, como é o caso da Matinta Perera, uma american strong ale atualmente engatada.
Av. Pedroso de Morais, 604, Pinheiros, região oeste, tel. 3034-4318. 250 lugares. Ter. a qui.: 17h às 24h. Sex. e sáb.: 12h às 24h. Dom.: 12h às 18h.

Cervejaria Tarantino
Torneiras: 10  Origem: São Paulo, SP
Depois de anos como importador, Gilberto Tarantino investiu na sua marca, neste enorme galpão na zona norte. A rua é dominada por fábricas e, assim como nelas, a produção é o foco por aqui. Mas a parte da frente do endereço reserva um agradável espaço com mesinhas e dez torneiras para os fãs de cerveja. Fliperamas e um pátio com quadra de basquete e espaço para food trucks também estão presentes. Das torneiras de autosserviço saem chopes como o clássico Miracle IPA ou o ZN Lager (R$ 3,50 a R$ 4,50; 100 ml). Entre esta sexta (2) e domingo (4), a Tarantino promove campeonato de pinball e exposição de carros antigos.
R. Miguel Nelson Bechara, 316, Jardim Pereira Leite, região norte, tel. 3297-7181. 80 lugares. Sex.: 17h às 21h. Sáb.: 14h às 22h. Dom.: 14h às 20h.  

Cratera
Torneiras: 10  Origem: São Paulo, SP
Um corredor profundo guia os clientes do bar pelos seus diferentes ambientes. Na área onde é feita a comanda, há mesinhas de madeira. Em seguida, aparecem agradáveis sofás para quem está em grupo. Mais à frente há fliperamas e, ao lado, as dez torneiras de autosserviço. Moderninho, o Cratera já foi sediado na Saúde, mas mudou para o Ipiranga em abril. Por ali, serve quatro rótulos próprios: witbier, weiss, APA e pilsen —as outras bocas ficam para convidadas (R$ 2,49 a R$ 5,99; 100 ml). A cozinha sugere petiscos alemães para acompanhar as cervejas, como salsichas e joelho de porco.
R. Bom Pastor, 2.043, Ipiranga, região sul, tel. 2591-0226. 80 lugares. Ter. a sex.: 17h às 24h. Sáb.: 15h às 24h. Dom.: 15h às 22h.

Escambo Gastronomia e Nano Cervejaria
Torneiras: 10  Origem: São Paulo, SP
Aberto em 2012 como 
hostel, o espaço passou por uma reformulação para abraçar de vez sua vocação cervejeira. Desde então, esta fábrica-bar dedica dez torneiras aos rótulos que produz, como uma nova sour IPA desenvolvida em parceria com a Dogma, com maracujá, limão e laranja na fórmula. A cozinha prepara grelhados, sanduíches e porções, como a de linguiça artesanal.
R. Cel. Oscar Porto, 33, Paraíso, região sul, tel. 3051-5344. 50 lugares. Ter. a qui.: 12h às 15h e 18h às 23h30. Sex.: 12h às 15h e 18h às 24h. Sáb.: 12h às 24h. Dom.: 14h às 20h.

Goose Island Brewhouse
Torneiras: 15  Origem: Chicago, EUA
Gansos adornam as 15 alavancas responsáveis por derramar os chopes da casa, fazendo referência ao nome da marca americana, fundada em 1988. Atualmente, São Paulo é uma das únicas quatro cidades fora dos Estados Unidos a abrigar suas brewhouses, que sempre expõem os tonéis metálicos em grandes vitrines (eles também são responsáveis por produzir a cerveja da vizinha Hoegaarden). Para comemorar o IPA Day, o endereço oferece, até o fim de agosto, cinco rótulos diferentes do estilo, além das clássicas e especiais já engatadas. Para comer, clássicos de pub como asinhas de frango apimentadas, costela de porco com barbecue e peixe com fritas são as sugestões.
R. Baltazar Carrasco, 187, Pinheiros, região oeste, tel. 2886-9858. 140 lugares. Ter. e qua.: 18h às 24h. Qui.: 18h à 1h. Sex. e sáb.: 12h à 1h. Dom.: 12h às 22h.  

Maniga’s Brew Pub
Torneiras: 8  Origem: São Paulo, SP
Quem passa pela calçada em frente ao bar tem a atenção voltada aos tonéis metálicos de fabricação de cerveja, em uma vitrine que dá para a rua. Ali fica a primeira fábrica-bar do Ipiranga, título que os proprietários gostam de ostentar. As oito torneiras derramam rótulos próprios, como a Iparanga, uma New England IPA com 7,5% de álcool (R$ 16; 340 ml). Para beliscar, fique com as tábuas de frios.
R. Xavier de Almeida, 427, Ipiranga, região sul, tel. 3476-5374. Ter. a qui.: 17h às 23h. Sex.: 16h30 às 24h. Sáb.: 12h30 às 24h.  

Paulistânia Brew Pub
Torneiras: 8  Origem: São Paulo, SP
Ao sentar no balcão, os clientes dão de cara com os tonéis metálicos nos quais a cerveja 
é produzida. Tudo ali remete ao ambiente fabril, já que o bar é apenas um puxadinho da fábrica da Paulistânia, com horários de funcionamento reduzido. Os rótulos buscam homenagear a cidade de São Paulo —a Trem das Onze, por exemplo, é uma APA com 4,7% de teor alcoólico, enquanto a Largo do Café é uma stout com toques de café e aveia e 5% de álcool.
Av. Eng. Eusébio Stevaux, 1.469, Jurubatuba, região sul, tel. 3405-7000. Sex.: 17h às 24h.

Trilha Cervejaria
Torneiras: 12  Origem: São Paulo, SP
Disputada, a parte da frente da cervejaria é onde os fãs da Trilha vão para beber seus rótulos direto da fonte. São 12 torneiras dedicadas integralmente à produção própria, que inclui a Fructus Amora, Framboesa e Morango (R$ 22; 310 ml), uma fruit beer com os ingredientes que a batizam na fórmula, e a Capuccino, uma stout leitosa e adocicada, disponível em lata. Food trucks costumam estacionar em frente ao endereço para matar a fome da clientela.
R. Apinajés, 137, Perdizes, região oeste, tel. 4329-0193. 30 lugares. Ter. a sex.: 17h às 23h. Sáb.: 12h às 23h. Dom.: 12h às 22h.  

Cervejas da Trilha
Cervejas da Trilha - Divulgação

Vórtex Brewhouse
Torneiras: 7   Origem: São Paulo, SP
A maioria dos chopes que jorram das 20 torneiras é de produção própria. Entre os fixos está o Huracán IPA, mas também podem aparecer por ali cervejas mais elaboradas, caso da Praia de Paulista, uma vienna lager com chá-mate na fórmula, e da Brigadeiro, uma porter com cacau. O sanduíche buraco quente, recheado com carne de panela, queijo derretido e pimenta-biquinho, sai em porção de quatro unidades para matar a fome.
R. Alexandre Dumas, 1.129, Chácara Santo Antônio, região sul, tel. 5184-0526. 120 pessoas. Ter. a sex.: 17h às 24h. Sáb.: 12h às 24h. Dom.: 12h às 20h.  

What’s On Tap
Torneiras: 15  Origem: São Paulo, SP
Em ambiente descolado, com salão amplo, pé-direito alto, área externa e tonéis fazendo as vezes de mesinhas, o bar oferece 15 torneira ​s reservadas aos rótulos feitos ali mesmo, além de parcerias com outras cervejarias (a capacidade é de 6.000 litros mensais). Na régua de degustação, que vem com queijos para harmonizar, aparecem a witbier com maracujá, a vienna lager, a american lager e uma strong ale (R$ 50). Além delas, também estão plugadas algumas convidadas, como a Pérola Negra, da Bastards, uma russian imperial stout com cacau e cereja, com 11% de teor alcoólico. Em setembro, faz festa para comemorar seu primeiro aniversário, com descontos, shows e churrasco.
R. Min. Jesuíno Cardoso, 104, Vila Nova Conceição, região sul, tel. 3846-1470. 120 lugares. Seg.: 12h às 15h. Ter. e qua.: 12h às 24h. Qui. a sáb.: 12h à 1h.  

Em Santo André

Cervejaria Madalena
Torneiras: 25  Origem: Santo André, SP
Antes de provar as cervejas, a clientela já se surpreende pelo tamanho do endereço, que é, antes de mais nada, uma fábrica. De quinta a sábado, abre suas portas para que os fãs de cerveja conheçam a produção (há visitas guiadas às 13h, às 14h30 e às 15h30 aos sábados). Os barris que abastecem as 25 torneiras armazenam rótulos como a Shandy Lemon, com limão-siciliano. O chope de 300 ml sai por R$ 12, mas também há torres de 2,5 e 3,5 litros.
R. Araçatuba, 137, Santa Maria, Santo André, tel. 4800-0500. Qui. e sex.: 18h às 22h30. Sáb.: 12h às 22h30.

Cervejaria Madalena, em Santo André
Cervejaria Madalena, em Santo André - Reprodução/Facebook/Cervejamadalena

Demokrata Cervejaria
Torneiras: 8  Origem: Santo André, SP
Um prédio vistoso, de jeitão fabril, abriga a cervejaria nascida em terras andreenses. Com salão amplo e ideal para quem quer reunir os amigos, serve rótulos próprios tirados das oito torneiras de chope. Entre eles estão session e double IPAs e uma berliner weisse com adição de goiaba. Os tonéis metálicos onde estas e outras receitas são produzidas ficam em uma vitrine, ao lado da cozinha. De lá, saem porções como a de calabresa e a de mandioca frita.
R. Guilherme Marconi, 211, Vila Assunção, Santo André. Seg.: 12h às 16h. Ter. a qui.: 12h às 24h. Sex. e sáb.: 12h à 1h. Dom.: 12h às 20h. 

CERVEJAS DA CASA

Ambar
Torneiras: 15  Origem: São Paulo, SP
Nas 15 torneiras, se alternam só chopes nacionais, de marcas como Dádiva, Bamberg e Blondine. O da casa, o Ambar Ale, tem 5,7% de teor alcoólico e também abastece os copos. A fome é assunto para a porção de costelinha com molho barbecue ou para o sanduíche de pastrami, que podem ser consumidos em mesinhas ou no balcão, lugar propício para entender mais sobre as cervejas com os funcionários.
R. Cunha Gago, 129, Pinheiros, tel. 3031-1274. Seg.: 12h às 15h e 17h às 23h. Ter. e qua.: 12h às 24h. Qui. a sáb.: 12h à 1h.  

Avareza Beer & Burger
Torneiras: 12  Origem: Cotia, SP
Dividindo espaço com o palco para bandas, as 12 torneiras estão instaladas no térreo: oito servem chope da casa e as demais são rotativas. O sistema é de autosserviço, o que permite aos clientes experimentar livremente os rótulos da Mea Culpa, inspirados em vícios e virtudes. Entre eles está a imperial stout Luxúria, licorosa e com tons de café e chocolate, e a blonde ale Gula, leve e aromática.
R. Augusta, 591, Consolação, região central, tel. 3969-0203. 300 lugares. Ter. a sex.: 18h às 5h. Sáb.: 15h às 5h. Dom.: 12h às 22h. 

Bar do Urso
Torneiras: 6  Origem: Ribeirão Preto, SP
Embaixada da cerveja Colorado, a rede de bares tem 13 unidades na cidade. Todas abrigam de quatro a seis torneiras, reservadas a rótulos que conquistaram o paladar do paulistano, como a Indica, uma IPA com rapadura, a Caium, uma pilsen com mandioca, e a mais recente Ribeirão Lager, uma american lager com 4,5% de teor alcoólico e amargor moderado. Ela homenageia a cidade onde nasceu a marca, Ribeirão Preto.
R. Guaimbé, 292, Mooca, região leste, tel. 2076-3802. 60 lugares. Ter. a sex.: 18h às 24h. Sáb.: 16h às 24h. Dom.: 16h às 22h.  

Bardassê
Torneiras: 8
Apesar de não ser, oficialmente, um bar da Ambev, tem parceria com a empresa e, por isso, apenas os rótulos dela têm vez nas torneiras. A decoração remete ao envase de bebidas, com garrafas passeando sobre as cabeças da clientela. Rotativas, as torneiras podem abrigar cervejas da Colorado e da Goose Island, por exemplo. A carta de geladas engarrafadas é abrangente e separada por leves, lupuladas, adocicadas, maltadas, escuras, frutadas e mais alcoólicas. Elas casam com porções como a de pastéis e de coxinhas.
R. Dr. Renato Paes de Barros, 994, tel. 3044-1307. Seg. e ter.: 7h às 21h. Qua.: 7h às 22h. Qui. e sex.: 7h à 1h. Sáb.: 11h às 24h.  

Brewdog
Torneiras: 12  Origem: Ellon, Escócia
No ambiente jovial da única unidade brasileira da cervejaria britânica, que ostenta bares em um vasto número de países, são servidos rótulos como o Clockwork Tangerine, uma session IPA com tangerina, e o Quench Quake, uma sour feita a partir da mesma fruta e também com toranja. As estrelas da casa costumam ocupar dez torneiras, enquanto outras duas recebem convidadas. Para comer, fique com os hambúrgueres.
R. dos Coropés, 41, Pinheiros, tel. 3032-4007. 120 lugares. Seg. a qui.: 12h às 24h. Sex. e sáb.: 12h às 2h. Dom.: 12h às 22h.  

Câmara Fria
Torneiras: 10  Origem da Wäls: Belo Horizonte, MG
Apesar de não ser oficialmente um bar da mineira Wäls, é ponto de encontro dos seus fãs, já que quase todas as suas dez torneiras ficam engatadas com rótulos da cervejaria. Entre eles estão a witbier Tiradentes e a pale ale Verano. Entre os comes, também recebe ajudinha de fora: as pizzas que chegam à mesa são montadas sobre massa da Bráz, com recheios como mozarela e calabresa.
R. Graúna, 137, Vila Uberabinha, região sul, tel. 5093-9486. 40 lugares. Ter. e qua.: 19h à 1h. Qui. a sáb.: 19h às 2h. 

Cervejaria do Gordo
Torneiras: 6  Origem: Lorena, SP
Dos seis tonéis metálicos escorrem rótulos da cervejaria de Lorena, como as diferentes versões de APA, divididas em Gold e Silver. Uma das queridinhas é a Natura Extra, uma lager de amargor equilibrado e 5,5% de teor alcoólico. Os chopes são ladeados por carnes, como a calabresa acebolada.
R. Clodomiro Amazonas, 863, Vila Nova Conceição, região sul, tel. 2384-2862. Seg. a sex.: 12h à 1h. Sáb.: 12h às 2h.  

Cervejaria Ideal
Torneiras: 12  Origem: São Paulo, SP
Com um terraço agradável, boas opções de comes e salão amplo, ideal para reunir os amigos, a cervejaria serve cinco rótulos próprios, fabricados em outro endereço, além de convidados. Mas há ali tonéis metálicos para os clientes interessados em criar suas próprias receitas. Por R$ 650, é possível fabricar 20 litros em uma espécie de oficina personalizada.
R. Min. Ferreira Alves, 203, Perdizes, tel. 3578-7534. Ter. a sex.: 18h à 1h. Sáb.: 12h à 1h.  

Cervejaria Vaia
Torneiras: 12  Origem: São Paulo, SP
Irmã e vizinha da Let’s Beer, destaca-se pelos sabores brasileiros tanto nas cervejas quanto na comida. São 12 torneiras com chopes próprios e de pequenas marcas. Uma das favoritas é a double IPA Alvorada (R$ 18; 250 ml). Já a seção de comes tem itens como o pão de alho com quiabo e o bolinho de pato com tucupi.
R. Joaquim Távora, 955, Vila Mariana, região sul, tel. 97244-7132. 20 lugares. Ter. e qua.: 18h às 23h. Qui. e sex.: 18h à 1h. Sáb.: 13h à 1h. Dom.: 13h às 22h.

Cervejaria Zuraffa
Torneiras: 8  Origem: São Paulo, SP
Um casal cervejeiro começou a criar suas próprias receitas em casa, tomou gosto pela coisa e, após se aposentar, decidiu abrir o bar para vender seus rótulos. Entre agosto e setembro, espera começar a produzir ali mesmo a witbier, a stout e a IPA autorais (R$ 10 a R$ 13; 300 ml), além de geladas sazonais —estão apenas esperando alguns ajustes em sua pequena fábrica, nos fundos. Coxinhas e bolinhos de carne-seca são sugestões para acompanhar.
R. Artur de Azevedo, 1.902, Pinheiros, região oeste, tel. 96179-5878. 50 lugares. Ter. a sex.: 17h às 23h45. Sáb.: 14h às 23h45.

Choperia São Paulo
Torneiras: 20  Origem: São Paulo, SP
Revezam-se nas 20 torneiras somente cervejas produzidas no estado. Estão sempre por lá dois rótulos exclusivos, uma lager e uma IPA. Também pode aparecer a weiss da piracicabana Cevada Pura. Para beliscar, vá de bolinhos de rabada.
R. dos Pinheiros, 315, Pinheiros, região oeste, tel. 3360-5101. 100 lugares. Seg. a sex.: 16h à 1h. Sáb.: 14h à 1h. Dom.: 16h às 23h.

Daoravida
Torneiras: 10  Origem: Campinas, SP
Apesar da pouca idade, o bar da cervejaria de Campinas mudou recentemente de endereço —ou quase. Foi duas casas para o lado de sua sede original, na Mooca, para poder ampliar os negócios. Agora tem um agradável terraço, que disputa a preferência do público com o salão. São dez torneiras posicionadas abaixo do letreiro que indica os rótulos do dia. Entre eles podem aparecer a Slap the Panther, uma pastry stout com lactose, a Tamaru, uma gose com pimenta e tamarindo, e a Maria Bonita, uma brut IPA com acerola. Para matar a fome, destaca porções e sanduíches, além de redondas feitas em uma pizzaria vizinha.
R. Celso de Azevedo Marques, 177, Parque da Mooca, região leste, tel. 3294-8958. 35 lugares. Qua. a sex.: 17h às 22h. Sáb.: 11h às 22h. Dom.: 11h às 14h.

Delirium Café
Torneiras: 30  Origem: Melle, Bélgica
Não se engane com o café do nome. A casa é a embaixada em São Paulo da famosa cerveja do elefantinho cor-de-rosa (também tem uma no Rio) e, no hemisfério Sul, é só. O destaque das torneiras é o chope Delirium Tremens, mas é possível encontrar opções de múltiplas nacionalidades, assim como na carta de cerveja com cerca de 300 rótulos (com predomínio belga, para surpresa de ninguém). Para continuar no clima europeu, a pedida é a porção de currywurst, o salsichão alemão (R$ 42). No dia 17 de agosto, o Delirium Café fecha para reforma que deve durar um mês, mas até lá...
R. Ferreira de Araújo, 589, Pinheiros, região oeste, tel. 2495-2225. 230 lugares. Seg.: 18h à 1h. Ter. a qui.: 12h à 1h. Sex. e sáb.: 12h às 2h.  

Fritz Cervejaria Artesanal
Torneiras: 6  Origem: Monte Verde, MG
De acento alemão, a produção cervejeira da Fritz começou em Monte Verde em 1993, como hobby, mas logo ganhou notoriedade na região. Hoje, a cervejaria tem 21 unidades de seu bar espalhadas pelo Brasil. Nelas, vende os seis rótulos da marca, ainda produzidos em solo mineiro. A queridinha da casa é a weizen, cerveja de trigo cremosa com notas de cravo da índia e banana. Para acompanhar, peça os salsichões ou o joelho de porco—o menu traz dicas de como harmonizar as iguarias com chopes.
R. Araçari, 112, Itaim Bibi, região oeste, tel. 2774-3817. Seg. a qua.: 11h30 às 24h. Qui.: 11h30 à 1h. Sex. e sáb.: 11h30 às 2h.  

Graja Beer
Torneiras: 5  Origem: São Paulo, SP
Um grupo de moradores do Grajaú resolveu apostar na própria cerveja artesanal, a Graja Beer, que deu origem ao bar. Nele, são servidos os estilos lager, weiss, german pils, IPA e uma wheat com hibisco, todos de fabricação própria. Quinzenalmente, a marca realiza brassagens abertas à comunidade, a fim de estimular a cultura cervejeira na região.
Av. Manuel Alves Soares, 381, Parque Colonial, tel. 98265-1675. Qua., qui. e dom.: 18h às 23h. Sex. e sáb.: 18h às 24h.

Hoegaarden Greenhouse
Torneiras: 6  Origem: Hoegaarden, Bélgica
Primeiro bar da belga Hoegaarden, o Greenhouse abriu as portas em março, mas já é disputado. Com ambiente cercado de verde, sons de passarinho vindos de alto-falantes e poltronas confortáveis, é ideal para prolongar a bebedeira por várias horas. A tradicional witbier ocupa mais de uma das torneiras, além de uma torre na qual a bebida é infusionada com laranja. As outras bocas recebem outros rótulos da Ambev, como os da parceira Goose Island (de onde vem o chope). Para comer, a cozinha capricha, preparando steak tartare, vol au vent de queijo brie e outros quitutes de sotaque francês.
R. Fernão Dias, 672, Pinheiros, tel. 3031-5099. 200 lugares. Ter. e qua.: 12h às 24h. Qui. a sáb.: 12h à 1h. Dom.: 12h às 22h.  

Perro Libre
Torneiras: 15  Origem: Porto Alegre, RS
Dois prédios separados por um agradável corredor ao ar livre formam a unidade paulistana da marca de origem gaúcha. Com autosserviço, oferece aos clientes 15 torneiras de onde jorram apenas crias da Perro Libre. Atualmente, tem três sazonais em cartaz, caso da Solo Ekuanot (R$ 8,50; 100 ml), uma double IPA com toques de limão e mamão, e da Morango Cacau Porter (R$ 6,60; 100 ml). Petiscos como a coxinha de costela e as empanadas fazem sucesso.
R. Cunha Gago, 83, Pinheiros, região oeste, tel. 3562-8070. Seg.: 12h às 15h. Ter. a qui.: 12h às 24h. Sex.: 12h à 1h. Sáb.: 16h à 1h.  

Pub Ashby
Torneiras: 6  Origem: Amparo, SP
Nascida no interior paulista em 1993, a Ashby tem pub próprio no shopping West Plaza desde 2018. Lá, seis chopes da cervejaria são servidos, como o IPA Nirvada e o Ashby Escuro, com notas de frutas, caramelo e malte torrado. Outro destaque é a Wheat Raspberry, de trigo com framboesa e pêssego, boa opção para acompanhar petiscos como a lula empanada.
Av. Francisco Matarazzo, s/ nº, Água Branca, região oeste, tel. 3294-8049. Seg. e ter.: 9h às 22h. Qua. e qui.: 9h às 23h45. Sex.: 9h à 1h. Sáb.: 9h às 23h45. Dom.: 12h às 22h.  

St. John’s Irish Pub
Torneiras: 8   Origem: São Paulo, SP
Pode levar um tempo para explorar a carta de cervejas: ela é parruda e tem boas opções de bebidas artesanais, vindas de diferentes locais. O menu ainda destaca rótulos da casa, como a pale ale, que não leva conservantes e tem baixa carbonatação. Ao todo, são oito torneiras de chope, por onde ainda podem escorrer bebidas da Fuller’s, como a popular Honey Dew. Para acompanhar, há clássicos de pub, como o peixe com fritas.
R. Itapura, 1.308, Vila Gomes Cardim, região leste, tel. 2295-0677. 250 lugares. Ter. a qui.: 19h às 2h. Sex. e sáb.: 19h às 4h. Ingr.: R$ 8 a R$ 30.

Novos bares com rótulos novos

Mad Dwarf Tap House
Torneiras: 21  Origem: Joinville, SC
Conhecida dos geeks cervejeiros, a catarinense Mad Dwarf finalmente aterrissa em São Paulo com suas sugestões criativas. Das 21 torneiras disponíveis, 19 são da casa (uma gose da Anderson Valley e uma wild ale da Zalaz são as intrusas). Todas as opções ficam descritas em uma grande lousa na entrada, com legenda separando os estilos entre leves, escuras, lupuladas e ácidas, as queridinhas. A rotatividade é grande e podem aparecer opções como a ótima Sour Pinot Noir (R$ 16; 210 ml) ou a potente Oloroso, uma barley wine com 15% de teor alcoólico (R$ 29; 110 ml). Sem cozinha, oferece um cardápio do vizinho Pira Grill, que faz entrega. Nesta sexta (2), Dia da Cerveja, todas as torneiras têm 15% de desconto.
R. Wisard, 213, Vila Madalena, tel. 2364-1065. Ter. e qui.: 17h às 23h. Qua.: 17h às 24h. Sex.: 17h à 1h. Sáb.: 15h à 1h. Dom.: 15h às 21h.

Cerveja da Mad Dwarf
Cerveja da Mad Dwarf - Reprodução/Facebook/maddwarf.taphouse.sao

Sóchegá
Torneiras: 4  Origem: São Paulo, SP
Aberto em março, o bar cervejeiro foi batizado com um nome que entrega seu estilo, descontraído e sem cerimônias. Sofás e poltronas estão espalhados pelo pequeno salão, criando uma atmosfera coletivista. As quatro torneiras da casa abrigam chopes próprios —que em breve passarão a ser fabricados ali mesmo, assim que a documentação estiver pronta. Há uma pilsen, uma stout e uma IPA (R$ 9 a R$ 16,90; de 250 ml a 460 ml), além de uma convidada. Os chopes são escoltados por saborosos petiscos de um enxuto menu, que inclui os generosos bolinhos de feijoada (R$ 32) e o Nhokerô (R$ 25), uma massa de nhoque frita.
R. Cláudio, 391, Água Branca, região oeste, tel. 2506-8258. 50 lugares. Qua. a sex.: 18h às 23h. Sáb.: 16h à 1h. Dom.: 14h às 20h.

Cervejas e petiscos do bar Sóchegá
Cervejas e petiscos do bar Sóchegá - Reprodução/Facebook/sochegabrewhouse

 

EMPÓRIOS


Canoa
Um sinuoso balcão de madeira conduz a clientela até o fundo da Canoa Cervejaria, onde um grande letreiro indica os 12 rótulos de cerveja presentes nas torneiras. Com decoração minimalista, o bar abriu as portas há menos de um mês para agrupar rótulos de diferentes marcas —mas a ideia é, assim que a documentação estiver pronta, fabricar a própria cerveja por ali. Entre os rótulos que podem ser degustados estão a Marilyn Smoothie, da Japas (R$ 19,90; 300 ml), uma berliner weisse com baunilha e pitanga, e a Push the Boundaries (R$ 16,90, 300 ml), da Dádiva, uma sour com manga e acerola. Um enxuto menu de comes dita o ritmo da cozinha, que prepara petiscos como o fondue de queijo escoltado por fatias de pão (R$ 28) e o guioza recheado de vegetais (R$ 25).
R. Afonso Celso, 1.373, Vila Mariana, região sul, s/ tel. 22 lugares. Seg. a sex.: 17h às 23h. Sáb.: 12h às 23h. Dom.: 12h às 22h

Cateto Pinheiros
Torneiras: 4
São apenas quatro torneiras, mas sempre com novidades, como a leve IPA da SunnyBrew (R$ 21, com 300 ml). Mas o cardápio traz cerca de cem opções, divididas inteligentemente em um cardápio sensorial, com leves, amargas, ácidas e alcoólicas, por exemplo. A casa oferece ainda boas sugestões de comes, com tábuas de queijos e embutidos, e também uma seleção de vinhos orgânicos.
R. Francisco Leitão, 272, Pinheiros, região oeste, tel. 3063-5220. 84 lugares. Ter. e qua.: 18h às 24h. Qui. e sex.: 18h à 1h. Sáb.: 13h à 1h. Dom.: 13h às 23h.

Empório Alto dos Pinheiros
Torneiras: 43
No EAP, todo dia é dia da cerveja. Com lançamentos quase diários, se você quer variedade, esse é o lugar. 
Ninguém tem uma oferta maior em São Paulo. Suas 43 torneiras e mais de 400 rótulos nas gôndolas, capazes de deixar o consumidor tonto com cervejas do Canadá a Nova Zelândia. Entre os chopes, clássicos, como a London Pride, dividem espaço com muitos lançamentos, como os da ótima gaúcha Devaneio do Velhaco, que traz rótulos como a sour Flora Tostada, com fermentação mista em barrica de carvalho francês. Nesta sexta (2), a dica é provar uma das 11 opções engatadas da cearense Bold, que celebra seu aniversário.
R. Vupabussu, 305, Pinheiros, região oeste, tel. 3031-4328. 94 lugares. Seg. a qua.: 12h às 24h. Qui. e sex.: 12h à 1h. Sáb.: 11h à 1h. Dom.: 11h às 24h.  

​ 

 
Empório da Cerveja
Torneiras: 8
Inaugurado em junho, o empório chegou para somar torneiras e garrafas à já movimentada cena cervejeira de Pinheiros. Além dos oito chopes de marcas como Dádiva, Colorado e Hocus Pocus, tem ainda prateleiras preenchidas por mais de cem cervejas engarrafadas. Serve pratos e petiscos após as 15h.
R. Mateus Grou, 122, Pinheiros, região 
oeste, tel. 3062-4311. 56 lugares. Qua. e qui.: 11h às 24h. Sex. e sáb.: 11h à 1h. Dom.: 12h às 20h.  
 
Frangó
Torneiras: 2
Tradicional bar da zona norte, no largo da Matriz, tem apenas duas torneiras, com as clássicas alemã Paulaner e irlandesa Guinness. Mas a carta é uma das principais da cidade, com 400 rótulos de 28 países, que propõe também várias degustações, como uma com cervejas de trigo, uma seleção brasileira ou ainda uma com as desejadas trapistas belgas. Escolha o seu rótulo e combine com a indefectível coxinha de frango com Catupiry.
Lgo. da Matriz Nossa Senhora do Ó, 168, Freguesia do Ó, região norte, tel. 3932-4818. 200 lugares. Ter. a qui.: 11h às 24h. Sex. e sáb.: 11h às 2h. Dom.: 11h às 19h.  
 

PUBS

Dublin
Torneiras: 7
Para celebrar o Dia da Cerveja, a casa tem descontos programados ao longo da noite desta sexta (2). Entre as 18h e as 21h, o cardápio tem preço de happy hour, 20% mais barato; das 20h até 24h, quem comprar duas Black Princess (R$ 24; 600 ml) ganha um abridor; a partir das 24h, o chope Eisenbahn (R$ 17,50; 500 ml) sai por 20% a menos. Para acompanhar, a porção de peixe com fritas (R$ 38,50).
R. Min. Jesuíno Cardoso, 178, Vila Nova Conceição, tel. 3044-4194. Qua. a sex.: 18h às 4h. Sáb.: 20h às 4h. Ingr.: R$ 15 a R$ 40.  

Kildare Irish Pub
Torneiras: 7
A casa tem sete torneiras de chope com opções como Brooklyn, Tarantino e Guinness, uma 
das mais pedidas da casa, cuja pint (500 ml) sai por R$ 21,90. Boas pedidas para acompanhar são a porção de costela com fritas (R$ 58) e de provolone (R$ 23). Quem agita a noite é o Alex Acustic Rock.
R. Quintana, 769, Cidade Monções, região sul, tel. 3539-6311. 50 lugares. Seg. e ter.: 11h30 às 14h30 e 16h às 23h. Qua.: 11h30 às 14h30 e 16h às 23h. Qui. e sex.: 11h30 às 14h30 e 16h às 24h. Couv. art. (qua. a sex.): R$ 10.  

O’Malley’s
Torneiras: 12
O pub irlandês aumenta a oferta de torneiras de chope no Dia Internacional da Cerveja. Nesta sexta, a casa serve 12 rótulos como pint (500 ml) por R$ 25 (o preço tradicional chega a R$ 35), como a London Pride, da Fuller’s, e a Twisted Thistle IPA, da Belhaven. Vale pedir a porção de bolinhos de carne artesanal 
(R$ 29) para acompanhar o show das bandas de rock Cover Up e Volume 11.
Al. Itu, 1.529, Jardim Paulista, tel. 3086-0780. Seg. a qua. e dom.: 12h às 3h. Qui.: 12h às 4h. Sex. e sáb.: 12h às 5h. Ingr.: R$ 12 a R$ 23.

The Black Crow Pub
Torneiras: 8
A casa tem oito torneiras com opções como London Pride e Heineken. Uma das bocas de chope é rotativa e recebe IPAs nacionais. Para acompanhar, as opções mais pedidas são o peixe com fritas e o mix de porções que inclui fritas, anéis de cebola e bolinho de carne.
R. Mourato Coelho, 628, Pinheiros, tel. 3032-0272. Ter. a qui.: 11h30 à 1h. Sex.: 11h30 às 3h. Sáb.: 14h às 3h. Dom.: 14h às 23h.

The Black Horse Gastropub
Torneiras: 6
Localizada em Barueri, a casa tem 6 torneiras de chope com opções que incluem Heineken, La Trappe e Hofbrau. O valor médio do pint (500 ml) é R$ 25. Uma sugestão para acompanhar as cervejas é a porção de chicken tender (R$ 32). Na sexta, o pub recebe show da banda Mary Jane, que faz cover de músicas de Alanis Morissette e The Cranberries.
Av. Copacabana, 148, Alphaville, Barueri, tel. 4238-5038. Seg. a sex.: 12h às 15h e 18h à 24h. Sáb.: 18h à 24h. 

The Blue Pub
Torneiras: 9
Aberto diariamente, o tradicional pub de ares irlandeses tem programação de shows de blues e rock, transmissões de esportes, como futebol e basquete, e mesas de sinuca. Para acompanhar a diversão, oferece mais de 70 rótulos de cerveja engarrafada, 30 de uísque, além de nove bocas de chope e pratos como a costelinha com molho barbecue e uísque.
Al. Ribeirão Preto, 384, Bela Vista, região central, tel. 3284-8338. Seg. a qua.: 16h à 1h. Qui. a sáb.: 16h às 2h. Dom.: 15h à 1h.

TAP HOUSES

Cerveja a Granel
Torneiras: 18
Na rua mais bombada de Santa Cecília, funciona como posto de abastecimento de chope. A ideia é encher o growler e levar para casa, mas é possível beber no balcão. São 18 torneiras, com rótulos como a imperial stout Chocolate Donuts e a imperial porter Cinnutz, com avelã, noz-pecã, cacau e canela. Os copos são abastecidos pelo próprio cliente, em sistema autosserviço.
R. Br. de Tatuí, 402, Vila Buarque, região central, tel. 2894-2149. Qua. a sex.: 17h às 23h30. Sáb.: 13h às 24h. Dom.: 13h às 20h30.
 
São Paulo Tap House
Torneiras: 40
É difícil escolher o que beber neste bar, que ostenta 40 torneiras. Elas são abastecidas com rótulos de diversas regiões do país, como a catarinense Imperial Stout Wood Aged, da Alles Blau, e a gaúcha Pumpkin Ale, da Hettwer.
R. Girassol, 340, Vila Madalena, região oeste, tel. 3530-6602. 80 lugares. Ter.: 18h às 24h. Qua. e qui.: 18h à 1h. Sex.: 16h à 1h. Sáb.: 12h à 1h. Dom.: 12h às 22h30.
 
Soul Botequim
Torneiras: 20
Mesmo após passar por ampla reforma para abrigar um novo bar de drinques, o endereço continua apostando na cerveja. São 20 torneiras de chope (antes eram 15) —atualmente estão plugados rótulos como Kasato Maru, uma new england IPA da Japas, e a belga Boon Kriek, uma lambic com cereja.
Av. Pe. Antônio José dos Santos, 812, Cidade Monções, região sul, tel. 3297-0006. 125 lugares. Ter. a sex.: 17h às 24h. Sáb.: 13h às 24h. Dom.: 13h às 22h.  
 
Tap Tap
Torneiras: 16
Normalmente suas torneiras são dedicadas apenas a cervejarias brasileiras, mas sempre com marcas de pouco acesso por aqui, como a ótima gaúcha Salvador, que tem na casa a Morango Moreno, uma stout 
que funciona como sobremesa (R$ 27; 190 ml). O cardápio com alta rotatividade também tinha quatro opções da carioca Hocus Pocus na última semana, como a india pale ale Pineapple Express, com abacaxi. Também tem algumas sugestões em garrafa, ladeadas por sanduíches como o choripan, com linguiça artesanal (R$ 25).
R. da Consolação, 455, Consolação, região central, tel. 98594-8364. Seg.: 16h à 1h. Ter. a sáb.: 12h à 1h. Dom.: 12h às 21h.
 
Leonardo Sanchez , Isabel Teles e Sandro Macedo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais