Descrição de chapéu Cinema
Cinema

Como assistir ao filme de Will Smith e a outros vencedores do Oscar no streaming e nos cinemas

Premiados como 'No Ritmo do Coração' e 'King Richard: Criando Campeãs' podem ser vistos online

São Paulo

Após uma cerimônia quente, com alguns prêmios inesperados e um tapa dado ao vivo por Will Smith em Chris Rock, por causa de uma piada feita pelo comediante com o cabelo da esposa do ator, o Oscar deste ano pode ter ofuscado o mais importante do evento: os vencedores da 94ª edição.

Surpresa para alguns, "No Ritmo do Coração" foi o ganhador do principal prêmio da noite, o de melhor filme. Mas "Duna" foi o longa que abocanhou mais troféus —das dez indicações, a produção com Timothée Chalamet e Zendaya levou seis estatuetas. Ambos estão disponíveis no streaming e podem ser vistos online, assim como "King Richard: Criando Campeãs", pelo qual Will Smith venceu o Oscar de melhor ator.

Abaixo, veja como assistir aos principais vencedores do Oscar no streaming e nos cinemas.

Melhor filme

No Ritmo do Coração
​Ruby, interpretada por Emilia Jones, é a única pessoa capaz de ouvir numa família de surdos. Ela deve optar entre sua paixão por cantar e ajudar o pai (Troy Kotsur) e o irmão (Daniel Durant) em seu negócio de pesca. Além do prêmio de melhor filme, o longa venceu também nas categorias melhor ator coadjuvante, com Troy Kotsur, e de melhor roteiro adaptado.
EUA, 2021. Direção: Sian Heder. Com Emilia Jones, Troy Kotsur e Marlee Matlin, 14 anos. No cinema e no Amazon Prime Video


Melhor roteiro original

Belfast
Vencedor do prêmio de melhor roteiro original, "Belfast" usa a perspectiva de uma criança para exibir os absurdos da guerra. O pequeno Buddy, um garoto de nove anos de uma família protestante, testemunha o quebra-pau entre protestantes e católicos na Irlanda do Norte, enquanto vê os impactos disso no seu círculo familiar.
Reino Unido, 2021. Direção: Kenneth Branagh. Com: Jamie Dornan, Caitriona Balfe, Judi Dench, 14 anos. Em cartaz nos cinemas


Melhor direção

Ataque da Cães
O filme, que era um dos mais cotados para levar os principais prêmios, levou somente o troféu de melhor direção, vencido por Jane Campion. O longa é um faroeste que aborda questões como homossexualidade e alcoolismo, ambientado no oeste americano no início dos anos 1920.
Reino Unido, Canadá, 2021. Dir.: Jane Campion. Com: Benedict Cumberbatch, Kirsten Dunst e Jesse Plemons. 14 anos. Na Netflix


Melhor ator

King Richard: Criando Campeãs
Cerca de 20 minutos após dar um tapa no comediante Chris Rock ao vivo, Will Smith venceu o prêmio de melhor ator por "King Richard: Criando Campeãs". O drama apresenta a infância e o início da carreira das tenistas Venus e Serena Williams. Smith vive Richard Williams, pai que se dedica a transformar as duas em lendas do esporte.
EUA, 2021. Direção: Reinaldo Marcus Green. Com: Will Smith, Aunjanue Ellis, Saniyya Sidney e Demi Singleton. 12 anos. Nos principais cinemas, na HBO Max e disponível para aluguel ou compra no YouTube, no Google Play e na Apple TV

Will Smith após vencer o Oscar de melhor ator por 'King Richard'
Will Smith após vencer o Oscar de melhor ator por 'King Richard' - Patrick T. Fallon/AFP

Melhor figurino

Cruella
Emma Stone dá vida à icônica e fashionista vilã de "Os 101 Dálmatas" no filme, que acompanha a vida de Estella, uma talentosa designer na Londres punk dos anos 1970 —até que ela se torna Cruella, a mulher má e elegante que tem sede de vingança. O visual com cores estridentes e roupas de época deu ao longa o prêmio de melhor figurino.
EUA, 2021. Direção: Craig Gillespie. Com: Emma Stone, Emma Thompson e Paul Walter Hauser. 12 anos. No Disney+


Melhor atriz coadjuvante

​Amor, Sublime Amor
O remake de Steven Spielberg do musical clássico rendeu à atriz Ariana DeBose o prêmio de melhor atriz coadjuvante no Oscar de 2022. Na trama, Tony (Ansel Elgort), membro de uma gangue de brancos, se apaixona por Maria (Rachel Zegler), irmã do líder de uma gangue rival de porto-riquenhos. O amor proibido, inspirado na tragédia de "Romeu e Julieta", é intercalado por diversos números de canto e dança.
EUA, 2021. Direção: Steven Spielberg. Com: Rachel Zegler, Ansel Elgort e Ariana DeBose. 14 anos. No Disney+


Melhor filme internacional

Drive My Car
O filme japonês venceu o prêmio de melhor produção internacional, com uma trama que narra a história de um diretor de teatro. Após a morte de sua mulher, ele é convidado para fazer uma montagem, para a qual é obrigado a permitir que uma jovem chofer conduza o seu carro —veículo pelo qual ele é extremamente apegado.
Japão, 2021. Direção: Ryusuke Hamaguchi. Com: Hidetoshi Nishijima, Toko Miura, Masaki Okada, 14 anos. Em cartaz nos cinemas


Melhor documentário

Summer of Soul (...ou, Quando a Revolução Não Pôde Ser Televisionada)
Registros inéditos de um festival de música organizado no Harlem, em Nova York, no mesmo verão de Woodstock, guiam o filme. Celebrando a música afro-americana, recebeu também o prêmio do júri no Festival de Sundance.
EUA, 2021. Direção: Questlove. 14 anos. No Espaço Itaú de Cinema Augusta - r. Augusta, 1.475, Bela Vista, região central. Sessões às seg., ter. e quar. às 15h30


Melhor trilha sonora

Duna
Das dez indicações, a ficção científica com Timothée Chalamet e Zendaya, abarcou seis estatuetas: melhor fotografia, montagem, trilha sonora, som, direção de arte e efeitos especiais. O longa é adaptado do clássico escrito por Frank Herbert, em 1965, e narra a trajetória de Paul Atreides, jovem herdeiro de um império intergaláctico, que enfrenta uma série de confrontos para assumir seu destino como líder.
Canadá, Hungria, Reino Unido, EUA, 2021. Direção: Denis Villeneuve. Com: Timothée Chalamet, Rebecca Ferguson e Zendaya. 14 anos. Na HBO Max e disponível para compra e aluguel no Amazon Prime Video, no Google Play e na Apple TV


Melhor animação

Encanto
A história encantada dos Madrigal, família que vive nas montanhas de uma cidadezinha, é mais uma produção da Disney que foi como favorita para ganhar o prêmio de melhor animação —e venceu, desbancando "Luca", da Pixar.
EUA, 2021. Direção: Byron Howard e Jared Bush. Disponível no Disney+ e no Now

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais