Ocupação Ray-Ban reúne shows, festas e artes plásticas em prédio da Sé

No evento, o tema é orgulho e pertencimento

Isabella Menon
São Paulo

A partir deste sábado (11), a Ocupação Ray-Ban reúne shows, expositores e festas em três andares de um edifício no coração da cidade.

O palco escolhido é o Prédio Sé, uma construção de 1905 assim rebatizada pelo galerista Houssein Jarouche, em 2017.

Pisos e paredes originais do imóvel de 1.500 m² foram mantidos, assim como o centenário elevador. Cada andar ganhou uma aparência diferente, com inspiração fabril: tijolos à mostra, piso azulejado e janelas de metal originais. Jarouche, que também é dono da loja de móveis Micasa, adquiriu o imóvel em um leilão. 

Fachada do prédio revitalizado por Houssein Jarouche, que recebe evento da Ray-Ban
Fachada do prédio revitalizado por Houssein Jarouche, que recebe evento da Ray-Ban - Karime Xavier/Folhapress

No evento promovido pela marca de óculos, o tema é orgulho e pertencimento.

Por ali, 30 artistas terão suas obras distribuídas, como Luis Buenos, responsável pela série de lambe-lambes Pelé Beijoqueiro —na qual o ex-jogador aparece beijando diferentes personalidades, de Mona Lisa a Muhammad Ali—, Alê Jodão e seus neons e Anne Galante, tricoteira que confecciona vestimentas coloridas com agulhas gigantes. 

Para agitar as noites no prédio, o line-up é formada por Flora Mattos e os DJs Croma, Balako, Discopedia e Miria Alves. Interessados devem se inscrever no site ocupacaoray-ban.com.br. 

R. Roberto Simonsen, 85, Sé, região central, s/ tel. Sex. e sáb.: 15h às 22h. Até 19/5. Livre. É necessário fazer inscrição p/ ocupacaoray-ban.com.br. Grátis. 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais