Exposição 'Terra em Transe' exibe em SP incêndios na Amazônia e o mundo da pandemia

Programação com mais de 600 fotografias entra em cartaz no Museus Afro Brasil

Floresta pegando fogo

Imagem de Araquém de Alcântara na mostra 'Terra em Transe' Araquém de Alcântara/ Divulgação

São Paulo

Dos incêndios no Pantanal e na Amazônia ao isolamento social na pandemia, os últimos dois anos estão escancarados na mostra de fotografia “Terra em Transe”, que tem início neste sábado, dia 18, no Museu Afro Brasil, no parque Ibirapuera.

Com retratos de temas sociais, raciais e políticos do país, a exposição teve a sua primeira edição em 2018, no Museu de Arte Contemporânea do Ceará, durante o Fotofestival Solar. Mas o mundo e o Brasil mudaram nesses últimos três anos, e a exposição entra em cartaz em São Paulo renovada, com mais de 600 imagens. Nas palavras do curador Diógenes Moura, "a atualização reflete a Terra, que está sempre em transe”

Entre os 60 fotógrafos com trabalhos expostos, há três nomes ligados à Folha. Marlene Bergamo exibe uma série de imagens feitas em 2009 em visita a um frigorífico de porcos em Chapecó, em Santa Catarina. Já Lalo de Almeida mostra fotografias do especial "A Batalha de Belo Monte", publicado em 2013 neste jornal, sobre a usina hidrelétrica no Pará e a Amazônia.

Outro nome do jornal que expõe imagens no museu é Danilo Verpa, que registrou uma ação da polícia na região conhecida como cracolândia, em 2017, no centro de São Paulo.

Também participam da programação os fotógrafos Araquém Alcântara, Boris Kossoy, Carla Carniel, Dani Tranchesi, Daniel Kfouri, João Castellano, Michael Dantas, entre outros.

“Se você não tiver duas horas e não gostar de ler é melhor que não venha”, afirma Moura. Ele diz que os textos que acompanham as imagens são fundamentais para “Terra em Transe”. “O meu desafio foi deixar a exposição em um grande plano sequência, como se fosse um livro”, comenta ele, que acrescenta que o nome da mostra não é uma homenagem ao cineasta Glauber Rocha, diretor de "Terra em Transe", clássico do cinema novo, de 1967. "Foi apenas um nome escolhido em meio a muitos outros."

A exposição ficará em cartaz até o dia 5 de dezembro. Caso vá ao museu, é importante usar sempre máscara, higienizar as mãos com frequência e manter o distanciamento social.

Exposição 'Terra em Transe' - Museu Afro Brasil

  • Quando De 18 de setembro a 5 de dezembro, das 10h às 17h
  • Onde Av. Pedro Álvares Cabral, s/n, Vila Mariana. No parque Ibirapuera
  • Preço R$ 15 (meia-entrada R$ 7,50) e gratuita às quartas-feiras

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais