Ayrton Senna ganha holograma e tem voz recriada em exposição em São Paulo

Itens que antes só eram vistos no instituto do piloto também estarão na mostra aberta em shopping

São Paulo

Maior piloto brasileiro de Fórmula 1, Ayrton Senna pode ter a voz escutada e até ser visto em São Paulo a partir desta sexta, dia 8. O segredo para trazer de volta um pouco do automobilista morto em 1994 é a tecnologia da exposição “Eu, Ayrton Senna da Silva”.

Em cartaz no shopping VillaLobos, na zona oeste de São Paulo, a mostra tem uma narração feita com a voz do próprio Senna, que guia os visitantes. A voz foi desenvolvida com tecnologia de inteligência artificial. Outra novidade é um holograma em 3D do piloto que ficará em uma das salas.

Segundo Karina Israel, curadora do evento, as inovações podem ajudar os fãs a se lembrarem melhor do piloto, que morreu em um acidente durante uma corrida na Itália.

Serão dez ambientes divididos por temas que vão da infância nos karts às grandes conquistas na carreira que tornaram Senna um grandes ídolos do automobilismo no Brasil e no mundo.

Quem for à exposição poderá ver também alguns itens que nunca saíram do Instituto Ayrton Senna, como sua máquina de escrever, o clássico capacete usado por ele, sua raquete de tênis, entre outros.

Para não trair o fato de a mostra estar dentro de um centro de compras, a Senna Brands, empresa criada pela família do piloto, providenciou a abertura de uma loja temporária no local chamada Senna Shop, que comercializará bonés, capacetes e outros itens oficiais da marca. A lojinha ficará no shopping entre 7 de outubro e 31 de dezembro.

Segundo os organizadores, todos os espaços da exposição seguirão as normas, protocolos e recomendações dos órgãos de saúde. Se for ao local, use máscara e higienize sempre as mãos.

Eu, Ayrton Senna da Silva

  • Quando De 8 de outubro a 15 de novembro
  • Onde Shopping VillaLobos - av. das Nações Unidas, 4.777, região oeste, São Paulo
  • Preço Gratis
  • Classificação Livre
  • Link: https://bileto.sympla.com.br/event/69232

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais