Descrição de chapéu teatro
Teatro

Roberto Lage e Celso Frateschi reencenam montagem de 1988 

Peça "Diálogo Noturno de um Homem Vil" discute liberdade e justiça

Aílton Graça e Celso Frateschi em cena do espetáculo "Diálogo Noturno com um Homem Vil"
Aílton Graça e Celso Frateschi em cena do espetáculo "Diálogo Noturno com um Homem Vil" - Lenise Pinheiro/Folhapress
Amanda Ribeiro
São Paulo

Em 1988, o diretor Roberto Lage estreou “Diálogo Noturno com um Homem Vil”, texto sobre destino e justiça escrito pelo suíço Friedrich Dürrenmatt (1921-1990). 

Nesta sexta (16), trinta anos mais tarde, Lage volta a encenar a obra, desta vez no Sesc Ipiranga e com mudanças no texto que refletem temas atuais. 

Celso Frateschi vive um carrasco encarregado pelo governo de assassinar um escritor. O assassino procura a vítima e, antes da execução, os dois conversam sobre temas como morte, destino e justiça.

O papel do artista, que na primeira versão era de Frateschi, agora coube a Aílton Graça. A escolha do ator motivou uma das mudanças no texto, que agora discute racismo.

Sesc Ipiranga - R. Bom Pastor, 822, Ipiranga, tel. 3340-2000. 200 lugares. Sex. e sáb.: 21h. Dom.: 18h. Até 22/4. Ingr.: R$ 9 a R$ 30.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais