Descrição de chapéu teatro
Teatro

Cirque du Soleil apresenta temporada de 'Ovo', de Deborah Colker, no Ginásio do Ibirapuera

Encenado em arena, espetáculo fica cartaz até 12/5

Amanda Ribeiro
São Paulo

Formigas, pulgas, aranhas, grilos e uma infinidade de outros pequenos animais infestam o Ginásio do Ibirapuera até 12 de maio, quando a companhia franco-canadense Cirque du Soleil representa, com acrobacias, números musicais e equilibrismo, o funcionamento de um pequeno ecossistema. Com direção da coreógrafa brasileira Deborah Colker, o espetáculo “Ovo”, que estreou em Montréal em 2009, apresenta curta temporada em São Paulo.

Encenado em arena, diferentemente dos outros seis shows apresentados pelo grupo no Brasil, o espetáculo com cores vibrantes acompanha a chegada de um inseto estrangeiro a um novo ecossistema. Ele traz consigo um misterioso ovo, que representa o ciclo da vida. Quando o tesouro é roubado, ele se junta a uma joaninha para tentar reavê-lo. 

A trama é inspirada na cultura brasileira e narrada em meio a ritmos típicos do país, como a bossa nova, o funk, o samba e o xaxado, além da habitual percussão que dá o tom de uma série de outros espetáculos do grupo.

Encenada por 50 artistas vindos de 14 países —inclusive do Brasil— “Ovo” é uma tentativa de retratar a vida invisível abaixo dos nossos pés. Antes de chegar a São Paulo, o espetáculo passou por Rio, Brasília e Belo Horizonte.

Ginásio do Ibirapuera - R. Manuel da Nóbrega, 1.361, Paraíso, região sul, tel. 3887-3500. 5.719 lugares. Qui. e sex.: 21h. Sáb.: 17h e 21h. Dom.: 16h e 20h. Até 12/5. Ingr.: R$ 260 a R$ 580. Ingr. p/ tudus.com.br.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais