Vista por 92 mil pessoas, mostra "Jorge Amado e Universal" termina domingo

- Crédito: Letícia Moreira/Folhapress

Em cartaz no Museu da Língua Portuguesa até domingo (22), a exposição "Jorge Amado e Universal" já foi vista por aproximadamente 92 mil pessoas.

Depois de encerrar sua passagem por São Paulo, a mostra segue para o Museu de Arte Moderna da Bahia, onde ficará aberta de 10 de agosto a 14 de outubro.

O evento faz parte da celebração do centenário do autor baiano, morto em 2001, e conta com acervo da Fundação Casa de Jorge Amado.

Personagens, faceta política, miscigenação e sincretismo religioso, malandragem e sensualidade são alguns dos módulos da mostra, que reúne fotografias, objetos, folhetos de cordel e filmes.

Entre os destaques visuais da exposição, que conta com expografia de Daniela Thomas e Felipe Tassara, estão 6.000 fitinhas coloridas que levam nomes de cem personagens escolhidos dentro da extensa obra do autor.

A forte presença da Bahia também pode ser vista por meio de imagens de fotógrafos contemporâneos, como Adenor Gondim e Marisa Vianna.

Informe-se sobre o evento

Momentos íntimos e de grande projeção são expostos lado a lado na exposição sobre o escritor baiano
- Crédito: Letícia Moreira/Folhapress

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais