Fique em casa: Museu da Língua Portuguesa tem programação online para celebrar o idioma

72 horas de atrações incluem discotecagem, bate-papo, performance e slam

São Paulo

Celebrado oficialmente nesta terça (5), o Dia da Língua Portuguesa ganha três dias de comemoração neste ano, a partir de domingo (3) e totalmente online.

Tradicionalmente, o evento organizado pelo Museu da Língua Portuguesa acontece no saguão da estação da Luz, no centro de São Paulo. No entanto, por conta do isolamento social provocado pelo coronavírus, a programação virtual é transmitida pelas redes sociais da instituição.

Confira os destaques da programação, que reúne artistas lusófonos e esudiosos do idioma.

No domingo (3), às 15h, Fernanda Raquel conta histórias que resgatam as tradições indígena e africana, além da tradição oral brasileira. Ela abre a programação de todos os dias do evento. Às 17h, a dupla Fado Bicha apresenta o gênero musical português por excelência, mas, aqui, com elementos da cultura LGBT.

O músico cabo-verdiano Hélio Ramalho faz uma discotecagem de seu país enquanto conversa com o historiador Rafael Galante, na segunda (4), às 16h30. Em seguida, às 17h30, tem apresentação do grupo de rap Santa Mala, formado por imigrantes bolivianas que vivem no centro de São Paulo.

Na terça (5), acontece a performance “Silêncio”, com Eduardo Fukushima, às 16h30. A apresentação foi gravada com o artista sozinho no interior do Museu da Língua Portuguesa, completamente vazio. Mais tarde, às 17h, Rafael Galante volta a participar de um bate-papo, desta vez com o músico e escritor angolano Kalaf Epalanga, que também faz discotecagem.

Quem encerra a programacão, às 18h, é a slammer Roberta Estrela d'Alva, que recebe artistas de Brasil, Cabo Verde e Portugal, como Wellington Sabino, Raquel Lima e Edyoung Lennon, para uma rodada de slam, modalidade de poesia falada apresentada com performance.

Dia Internacional da Língua Portuguesa no Museu da Língua Portuguesa
Dom. (3) a ter. (5): a partir das 15h no YouTube e Facebook.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais

Mais lidas