Descrição de chapéu teatro jo soares
Teatro

Após 11 anos, Jô Soares volta a atuar no teatro em 'A Noite de 16 de Janeiro'

Espetáculo estreia neste sábado (5) no Tuca

Elenco da peça "A Noite de 16 de Janeiro", que estreia no Tuca
Elenco da peça "A Noite de 16 de Janeiro", que estreia no Tuca - Erik Almeida/Divulgação
Amanda Ribeiro
São Paulo

Afastado da atuação teatral há 11 anos, quando adaptou e interpretou poemas de Fernando Pessoa no espetáculo “Remix em Pessoa”, Jô Soares volta à cena, a partir de sábado (5), em “A Noite de 16 de Janeiro”, no Tuca. 

A peça, que Jô também dirige, tem texto da escritora russo-americana Ayn Rand (1905-1982) e chamou a atenção dele pela referência no título ao dia de seu aniversário —em 16 de janeiro, Jô completou 80 anos. O espetáculo tem ainda no elenco Cassio Scapin, Tuna Dwek e Marco Antônio Pâmio.

A trama narra o caso de uma secretária acusada de assassinar um empresário com quem tinha um relacionamento amoroso.

Apresentada ao longo do julgamento, a história do executivo e de sua amante é recheada de fatos que podem tanto absolver quanto condenar a mulher. Os depoimentos tentam convencer o público, que será o responsável pelo veredito. Formado por 12 pessoas da plateia, selecionadas no início do espetáculo, o Conselho de Sentença decide o final da peça. Jô Soares faz o papel do juiz. 

Essa é a segunda montagem do texto de Ayn Rand no Brasil. A primeira, que estreou no TBC, em 1949, tinha Paulo Autran e Nydia Licia no elenco.

Tuca - R. Mte. Alegre, 1.024, Perdizes, região oeste, tel. 3670-8455. 672 lugares. Sex.: 21h30. Sáb.: 21h. Dom.: 19h. Estreia 5/5. Até 9/12. Ingresso: R$ 100. Ingr. p/ ingressorapido.com.br. 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais