Descrição de chapéu teatro
Teatro

Espetáculo 'Rio Diversidade' discute sexualidade e preconceito

Formado por cinco solos, projeto estreia na quarta (18) no Sesc Avenida Paulista

A atriz Gabriela Carneiro no solo 
“Flor Carnívora”
A atriz Gabriela Carneiro no solo “Flor Carnívora” - Elisa Mendes/Divulgação
Amanda Ribeiro
São Paulo

Depois de temporada no Rio, cinco monólogos curtos escritos por diversos dramaturgos ocupam o Sesc Avenida Paulista para discutir diversidade de gênero, sexualidade e preconceito. Idealizado pela dramaturga Marcia Zanelatto, o espetáculo “Rio Diversidade” estreia na quarta (18).

Interpretados por diversos atores, os solos são apresentados em sequência e têm a dramaturgia costurada pela atuação da drag queen Magenta Dawning. A novidade em relação à temporada carioca é a estreia de “Ofélia - A Travesti Gorda”, de Helena Vieira, que discute a imposição de um modelo de corpo e o preconceito com a mulher gorda.

Os outros solos, escritos por Marcia Zanelatto, Jô Bilac, Joaquim Vicente e Daniela Pereira de Carvalho, narram histórias relacionadas à homofobia e à dificuldade de se assumir como se é. 

Em “A Noite em Claro”, Vicente narra o relato de um amigo que diz ter passado uma noite ao lado do provável assassino do dramaturgo Luiz Antonio Martinez Correa. Já “Genderless”, de Zanelatto, narra a história da primeira pessoa reconhecida como sem gênero no mundo. 

Sesc Avenida Paulista - Av. Paulista, 119, Bela Vista, tel. 3170-0800. Qua. e qui.: 21h. Até 22/7. sescsp.org.br. Ingr.: R$ 9 a R$ 30. Ingr. p/ sescsp.org.br.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais