Gim é a estrela no cardápio de três novos bares da zona oeste de São Paulo

Casas investem no destilado como ingrediente principal de seus drinques

Leonardo Sanchez
São Paulo

Bebida da moda já há algum tempo, o gim entrou de fininho nas cartas de drinques da cidade para hoje ser estrela principal de muitos bares.

Três novidades na zona oeste, inclusive, são quase que exclusivamente dedicadas ao destilado. O G&T, o H. Gin Bar e o Periquita & Gin Club abriram as portas nos últimos meses servindo vasto número de misturas que destacam o gim.

Saiba mais sobre os bares a seguir.

G&T
Cria do projeto pop-up homônimo lançado há três anos, o bar tem, desde março, novo endereço fixo. Interessado em se tornar a embaixada do gim na cidade, reúne cerca de cem rótulos da bebida, utilizados na preparação de 150 drinques. Entre eles está o Gibraltar (R$ 35), feito com romã e menta. O ambiente do bar é moderninho, com pequenas poltronas em diferentes tons de rosa e iluminação que transita do turquesa para o roxo.
R. Oscar Freire, 604, Cerqueira César, região oeste, s/ tel. 100 pessoas. Seg. a dom.: 18h às 2h. Não aceita tíquetes.

H. Gin Bar
Uma placa ao lado de uma discreta porta anuncia: “Estamos abertos”. Ao passar por ela, quem visita o endereço se depara com instrumentos e contêineres de fabricação de destilados e um discreto balcão, com uma outra porta à direita. É passando por ela que de fato se encontra o bar, que simula um speakeasy. Dos mesmos donos do The Lab e da Volátil, a casa inaugurou em fevereiro com carta de drinques autorais feitos com gim, acrescidos de insumos fabricados ali mesmo. Entre as opções, o Sazonal Milk Punch (R$ 35) mistura gim, chá de hibisco com especiarias, xarope de romã com rosas, sucos cítricos e leite. Para acompanhar, há três opções de tostadas —aliche, figo e caprese.
R. Min. Gastão Mesquita, 586, Perdizes, região oeste. 25 lugares. Qua. e qui.: 19h à 1h. Sex. e sáb.: 19h às 2h. Não aceita tíquetes.

Periquita & Gin Club
Com clima de balada e discotecagem todos os dias, o bar mira o público que frequenta a vizinha Oscar Freire, com menu repleto de preços salgados. São 50 receitas de gim, como a Apogee (R$ 32), uma das mais baratas e que mistura laranja e canela, e a Monkey 47 (salgados R$ 74), também com laranja, acrescida de fava de baunilha. Para comer, serve desde versões gourmetizadas de clássicos de boteco —caso dos minipastéis de queijo da serra da Canastra (R$ 35)— até pequenas porções de iguarias, como vieira (R$ 39) e camarão à provençal (R$ 61).
R. Vitório Fasano, 35, Cerqueira César, região oeste, tel. 3073-1292. 87 lugares. Ter. a sex.: 17h às 3h. Sáb.: 12h às 3h. Dom.: 12h às 23h. Não aceita tíquetes.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais