No Dia Internacional dos Museus, confira cinco instituições abertas em São Paulo

Endereços como Masp e MAM recebem o público com novas exposições

Visitantes aguardam em fila para entrar no Masp

Visitantes aguardam em fila para entrar no Masp Mathilde Missioneiro/Folhapress

-
São Paulo
Nesta terça-feira, dia 18 de maio, é celebrado o Dia Internacional dos Museus. No meio de uma pandemia que fechou muitos endereços e forçou que todos se adaptassem e se lançassem no mundo das exposições virtuais, muitas instituições foram reabertas para a visita do público.

Confira cinco espaços culturais em São Paulo que estão abertos e quais exposições estão em cartaz em cada um deles. Para visitar alguns desses endereços, é necessário agendar previamente.

Antes de sair de casa, lembre-se de que a pandemia de Covid-19 não acabou. É preciso sempre usar máscara, higienizar as mãos e manter o distanciamento mínimo em relação a outras pessoas.​

IMS Paulista
A mostra mais recente do espaço, "Mario Cravo Neto: Espíritos Sem Nome", faz uma retrospectiva em cerca de 250 imagens das principais séries produzidas pelo fotógrafo baiano entre as décadas de 1960 e 1990. Além de fotografias e objetos, também são exibidos vídeos e séries de desenhos e pinturas em aquarela.
Av. Paulista, 2.424, Cerqueira César, tel. (11) 2842-9120. Ter. a dom.: 12h às 18h. Grátis. É necessário agendar em ims.com.br


MAM
O museu, localizado dentro do parque Ibirapuera, inaugura três mostras a partir do dia 25. Na biblioteca, uma exposição em homenagem ao pintor Di Cavalcanti reúne material do acervo da mostra “50 Anos de Arte: Di Cavalcanti”, exibida no local em 1971. No saguão, uma série de imagens manipuladas digitalmente e uma caligrafia tátil em braile compõem a instalação “Campo Fraturado SOS”, da artista Ana Maria Tavares. Já “Desafios da Modernidade - Família Gomide-Graz nas Décadas de 1920 e 1930”, exibe 80 obras, entre pinturas, tapeçarias e móveis, que marcaram o modernismo no país.

Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portões 1 e 3, parque Ibirapuera, tel. (11) 5085-1300. Ter. a dom.: 12h às 18h. Ingresso: R$ 20. Gratuito aos domingos. É necessário agendar em mamsaopaulo.byinti.com/#/ticket/

Instalação 'Campo Fraturado SOS', da artista Ana Maria Tavares, no MAM-SP
Instalação 'Campo Fraturado SOS', da artista Ana Maria Tavares, no MAM-SP - Divulgação

Masp
Teve início na última sexta, dia 14, uma exposição com 119 obras da escultora Conceição dos Bugres, conhecida pelos seus trabalhos esculpidos em madeira e cobertos por cera e tinta criados ao longo de três décadas em Mato Grosso do Sul. A artista é a escolhida para estrear o biênio do museu intitulado “Histórias Brasileiras”. Por lá, também segue em cartaz até 6 de junho a mostra “Beatriz Milhazes: Avenida Paulista”.
Av. Paulista, 1.578, Bela Vista, tel. (11) 3149-5959. Ter.: 10h às 18h. Qua. a sex.: 13h às 19h. Sáb. a dom.: 10h às 18h. É necessário agendar em masp.com.br/ingressos


MIS
Entrou em cartaz neste mês o projeto "Nova Fotografia", que reúne seis exposições de novos nomes da fotografia, além da instalação imersiva "Im.fusion". Em uma sala escura, os visitantes interagem com uma série de formas coloridas projetadas nas paredes do espaço, por meio de sensores que captam os movimentos do público.
Av. Europa, 158, Jardim Europa, tel. (11) 2117-4777. Ter. a dom.: 11h às 17h. Ingresso: R$ 10, em mis-sp.byinti.com/#/event/im-fusion


Unibes Cultural
Após passar mais de um ano fechado por causa da pandemia, o espaço volta a receber o público na próxima terça, dia 25, com duas exposições. A primeira, intitulada “75 Anos Transformando Vidas e Incluindo Pessoas”, exibe fotografias relacionadas ao universo da pessoa com deficiência visual e conta a história da fundação Dorina Nowill. Já “Amanhã Serei Raíz” exibe 16 obras na fachada do prédio que discutem o papel da mulher na sociedade e na arte contemporânea.
R. Oscar Freire, 2.500, Sumaré, tel. (11) 3065-4333. Ter. a sex.: 14h às 19h. Grátis

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais

Mais lidas