"Guia" indica: peça premiada emociona ao contar história de travesti

Vencedora do Prêmio Shell de melhor diretor (Nelson Baskerville) e APCA (prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte) de melhor espetáculo, a peça "Luís Antonio - Gabriela" faz nova temporada no teatro João Caetano (zona sul).

Ator Marcos Felipe (foto) como o protagonista da peça "Luis Antonio-Gabriela"
- Crédito: Bob Souza/Divulgação

No tocante documentário cênico da Cia Mungunzá, Baskerville (interpretado por Verônica Gentilin) conta a história de seu irmão mais velho, Luis Antônio (1953-2006), que se manteve na "sombra" por muitos anos.

Por sua causa, era apontado na rua como o "irmão da bicha" durante a infância e foi com Luis Antonio que descobriu a vida sexual: foi seduzido e abusado sexualmente pelo irmão travesti, defendido de forma visceral pelo ator Marcos Felipe.

Rebelde, incompreendido e doce, o irmão saiu de casa cedo e os dois nunca mais se viram. A única notícia que Baskerville teve dele foi de sua morte três décadas depois em Bilbao, na Espanha.

Lá, Luis Antonio tinha se tornado Gabriela, uma estrela das noites espanholas, estava inchada de tanto silicone industrial, era viciada em cocaína, tinha contraído HIV e gostava de celebrar o amor com todas as suas forças. Todos esses fatos ocorridos na lacuna desses 30 anos de ausência foram "descobertos" por sua irmã Maria Cristina, que foi encontrá-lo na Espanha.

Com forte carga emocional, o drama familiar e a rebeldia ingênua de Luis Antonio/Gabriela travam a garganta e os olhos do espectador em muitos momentos. Em parte, a entrega de Marcos Felipe e Verônica Gentilin --que também assina a intervenção dramatúrgica-- são responsáveis por isso. A história em si faz o restante.

Os personagens centrais são amparados por um elenco coeso e por elementos que elevam ainda mais a qualidade do espetáculo: a luz não convencional, operada pelos atores durante a encenação, e a execução da trilha sonora ao vivo. Os artistas tiveram que aprender a tocar os instrumentos especialmente para a montagem. O conjunto resultou num espetáculo experimentalmente interessante, vivo e obrigatório.

Informe-se sobre o evento

Cena do espetáculo "Luis Antonio - Gabriela", de Nelson Baskerville, em cartaz no teatro João Caetano
- Crédito: Bob Sousa/Divulgação

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais