Cinesesc é o melhor cinema de rua de São Paulo, diz ranking da Folha

Fundado em 1979, tradicional endereço cinéfilo aposta em boa programação e em conforto

Entrada do Cinesesc, na rua Augusta, em fotografia em preto e branco. Há um desenho feito por cima da foto, que é um homem encostado na fachada do cinema. Ele veste boné e casaco vermelhos

Entrada do Cinesesc, na rua Augusta, que fica na região oeste da cidade ilustração de João Montanaro sobre foto de Rubens Cavallari/Folhapress

Ana Elisa Faria
São Paulo

Eles são uma tradição de São Paulo —e o Cinesesc foi eleito o melhor deles.

Queridinha pela comunidade cinéfila, a sala pertencente ao Sesc foi eleita a campeã entre os cinemas de rua paulistanos na avaliação do Guia. É a estreia dessa categoria no ranking, que visita todos os complexos da cidade.

De 2009 a 2020, um troféu similar era dado às chamadas salas especiais, que levava em consideração os endereços de rua e também os exibidores localizados dentro de espaços culturais. Nessa antiga divisão, o Cinesesc foi dez vezes vencedor.

Localizado na altura do número 2.075 da rua Augusta, o espaço competiu com outros sete endereços, muitos deles também importantes para a turma entendida na sétima arte, como o Petra Belas Artes e o Reserva Cultural, ambos nas redondezas. O Cinesesc venceu ainda na categoria de melhor acessibilidade.

A sala, inaugurada em 1979, tem como destaque a programação, que prioriza títulos cults, alguns fortes candidatos na disputa pelo Oscar. Mas não só. Há mostras, como as tradicionais Retrospectiva do Cinema Brasileiro e Festival Sesc Melhores Filmes, e exibições de obras que integram o lineup de festivais como a Mostra Internacional de Cinema, o Mix Brasil e o In-Edit.

O endereço oferece ainda cursos sobre cinema e, desde o início da pandemia de Covid-19, migrou sua curadoria para o online, com produções disponíveis na plataforma gratuita Sesc Digital. Mesmo com a reabertura presencial, o programa Cinema em Casa continua no streaming, com novos títulos exibidos a cada semana.

Mas como nem só de programação afinada vive um bom cinema, há alguns anos o Cinesesc vem investindo mais em conforto e quesitos técnicos, melhorando a qualidade da projeção e do som. Com uma tela de 16 metros de largura por oito metros de altura, a sala abriga 279 lugares, poltronas confortáveis e som Dolby Digital 7.1.

Além do escurinho do cinema, há ainda um charmoso bar —fechado desde o início da pandemia, mas já com dia certo para voltar a funcionar: em 7 de abril, com a 48ª edição do festival Sesc Melhores Filmes.

O saguão costuma ser um ponto de encontro para bater um papo com os amigos, encontrar conhecidos e tomar um cafezinho antes ou depois da sessão.

Atualmente, para evitar aglomerações, os sofás que ficavam nas laterais do ambiente foram retirados e as mesas da cafeteria estão dispostas mais distantes umas das outras.

A bonbonnière, diga-se, sempre foi um atrativo por ali. O cardápio é diminuto, mas traz opções gostosas e em conta, como salgados e bebidas. A combinação de uma porção de mini pães de queijo com um chocolate pequeno, por exemplo, custa R$ 9.

Cinesesc

  • Onde R. Augusta, 2.075, Cerqueira César, zona oeste
  • Ingressos A partir de R$ 30
  • Site sescsp.org.br
  • Nota 4,5
  • Acessibilidade
    • Acessibilidade Arquitetônica
      Acessibilidade Arquitetônica Há acesso e circulação sem barreiras físicas, sanitário adequado e local reservado para cadeirantes com acompanhante
    • Audiodescrição
      Audiodescrição Recurso de acessibilidade que transforma o visual em verbal e amplia o entendimento das pessoas com deficiência visual
    • Closed Caption (legendas ocultas)
      Closed Caption (legendas ocultas) Programação possui legendas descritivas que podem ser ativadas

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais