Descrição de chapéu teatro
Teatro

Premiada 'Angels in America' ganha montagem com mais de cinco horas

Espetáculo estreia nesta sexta (3) no Sesc Vila Mariana

Cena do espetáculo ‘Angels in America’, encenado pela Armazém Cia. de Teatro 
Cena do espetáculo ‘Angels in America’, encenado pela Armazém Cia. de Teatro  - Mauro Kury/Divulgação
São Paulo

Considerado um dos mais importantes textos teatrais dos anos 1990, o espetáculo vencedor dos prêmios Tony e Pulitzer “Angels in America” é ambientado na Nova York dos anos 1980, onde prevalece o pânico graças à epidemia de Aids. 

Com duração total de quase sete horas, incluindo um intervalo, a peça de Tony Kushner geralmente ganha montagens condensadas ou fragmentadas, uma inclusive apresentada no Brasil em 1995, com Cássio Scapin e João Vitti no elenco. 

A partir desta sexta (3), no entanto, a Armazém Cia. de Teatro apresenta o texto completo no Sesc Vila Mariana pela primeira vez no país. Composto de duas partes, “O Milênio se Aproxima” e “Perestroika”, a peça tem direção de Paulo de Moraes.

 

Ao contrário da suntuosa montagem da Broadway, que estreou em 2017 e tinha em seu elenco nomes como Andrew Garfield, a versão brasileira tem um cenário mais simples e menos entradas e saídas de cena. Isso acabou por enxugar a montagem, que tem uma hora a menos que a original. 

Com cerca de seis horas de duração, a peça será apresentada em dois formatos: para quem prefere não ver tudo em um dia só, será possível assistir à primeira parte na sexta e à segunda no domingo. Já para quem quer assistir em sequência, haverá uma maratona no sábado, que começa às 18h e segue até por volta de meia noite, com meia hora de intervalo.

Ambientada em 1985, auge da epidemia de Aids, a peça acompanha uma série de personagens que têm suas vidas atreladas à doença. Quando Prior descobre ter a enfermidade, acaba sendo abandonado pelo namorado, Louis, que não consegue suportar os efeitos do vírus no corpo do companheiro.

Ao sair de casa, Louis acaba por conhecer Joe, um advogado mórmon que não consegue se assumir gay e sofre com um casamento heterossexual fracassado. Joe, por sua vez, está interligado ao outro protagonista, o advogado Roy Cohn, que, ao descobrir a doença, decide escondê-la de todos.

Na dramaturgia, a epidemia serve como ponto de partida para discutir questões como homofobia, raça, sexualidade, drogas, abandono e religião. 

Adaptada para a televisão em 2003 pela HBO, a minissérie baseada na peça tinha no elenco nomes como Al Pacino, Meryl Streep e Emma Thompson.

Sesc Vila Mariana - R. Pelotas, 141, Vila Mariana, região sul, tel. 5080-3000. Parte 1 - O Milênio se Aproxima: Sex.: 21h. Sáb.: 18h. Parte 2 - Perestroika: Sáb.: 21h. Dom.: 18h. Estreia sex. (3). Até 2/6. Ingr.: R$ 9 a R$ 30.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais