Comédia com Julia Lemmertz, 'Simples Assim' critica modo de vida pós-moderno

Peça baseada em crônicas de Martha Medeiros estreia na sexta (6)

Manuela Tecchio
São Paulo

Baseada em duas coletâneas da escritora e cronista Martha Medeiros, “Quem Diria que Viver Iria Dar Nisso” e outra homônima à peça, “Simples Assim” lança luz sobre o modo de vida contemporâneo, com suas relações superficiais, o uso constante de tecnologias e dispositivos digitais, e um certo simplismo ao resolver problemas.

Dirigida por Ernesto Picollo —de “Divã”, com Lilia Cabral, e “Doidas e Santas”, com Cissa Guimarães— e adaptada  para o palco pela própria autora, em parceria com Rosane Lima, a peça que esteve em cartaz no Rio de Janeiro agora chega à capital paulista.

Com estreia marcada para esta sexta (6), no Teatro Frei Caneca, a comédia conta com nomes globais no elenco, caso de Julia Lemmertz, Pedroca Monteiro e Georgiana Góes. 

Pequenas esquetes, aparentemente independentes e sem conexão entre si, compõem a montagem, ao se interligarem no final, formando uma única narrativa.

 

Um casal que interage apenas pelo celular, uma mulher que contrata uma dublê de si mesma e uma jovem que decide viajar para Marte e abandonar o amante estão entre as figuras representadas na peça. 

Teatro Frei Caneca - R. Frei Caneca, 569, 7º andar, Consolação, tel. 3472-2230. Sex.: 21h30. Sáb.: 21h. Dom.: 18h. Estreia sex. (6). Até 29/9. Ingr.: R$ 50 a R$ 120 p/ sympla.com.br.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais