Descrição de chapéu teatro
Teatro

Musical da Donna Summer e coreografia da São Paulo Companhia de Dança estreiam na semana

Roteiro destaca seis espetáculos inéditos e peças que saem de cartaz

São Paulo

A partir desta sexta (28), seis espetáculos de teatro estreiam na capital paulista. A megaprodução da Broadway que narra a trajetória da rainha do disco dos anos 1970, Donna Summer, chega ao Teatro Santander com direção de Miguel Falabella e direção musical assinada por Carlos Bauzys. 

Já a violência é tema nas montagens "3 Maneiras de Tocar no Assunto" e "Uma Lei Chamada Mulher". A primeira fala sobre a homofobia em diferentes esferas da sociedade e a segunda trata da violência contra a mulher, com texto da dramaturga Consuelo de Castro (1946-2016), inspirada na história de vida de Maria da Penha.

Confira as novidades da semana e o que sai de cartaz no roteiro abaixo.

Estreia

3 Maneiras de Tocar no Assunto
Dividido em três solos, escritos e protagonizados por Leonardo Netto, a montagem narra a homofobia em diferentes esferas da sociedade. A peça aborda bullying nas escolas, depois, o ator encena o depoimento de um  participante de Stonewall e encerra com o discurso de um político homossexual.
Sesc Ipiranga - auditório - R. Bom Pastor, 822, Ipiranga, tel. 3340-2000. 30 lugares. Qui. e sex.: 21h30. Sáb.: 19h30. Dom.: 18h30. Até 22/3. Estreia 29/2. Ingressos esgotados para o dia 29/2. Ingr.: R$ 9 a R$ 30 p/ sescsp.org.br.  

Deve Ser do Caralho Passar o Carnaval em Bonifácio
A peça narra a história da prostituta Bel. Ela tem um caso com um francês que quer levá-la para viver com ele na Europa e seu irmão vê o relacionamento como uma oportunidade para sair do Brasil. Nova montagem para espetáculo dirigido por Bortolotto, em 2011, mas com novo elenco.
Teatro e Bar Cemitério de Automóveis - R. Frei Caneca, 384, Consolação, tel. 2371-5743. 33 lugares. Sex.: 21h. Até 27/3. Ingr.: R$ 40.

Donna Summer Musical
Para captar toda a trajetória da cantora —que revolucionou a música disco, ganhou um Oscar por canção original e cinco prêmios Grammy— a montagem escalou três mulheres, que representam as diferentes fases de sua carreira. Em sua pré-adolescencia, Donna ganha vida na pele da atriz Amanda Souza, que passou  pela Academia de Ópera do Theatro São Pedro. No auge da carreira, quem assume a interpretação é Jeniffer Nascimento, vencedora da segunda temporada de Pop Star, reality da Globo. O ciclo se encerra com Karin Hils, do grupo pop Rouge, que vive a diva aos 50 anos. Com grandes hits na trilha sonora, o musical aborda seus relacionamentos tempestuosos, racismo e as dificuldades de ser uma artista mulher naqueles tempos.
Teatro Santander - Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2.041, Vila Nova Conceição, tel. 4810-6868. 959 lugares. Qui. e sex.: 21h. Sáb.: 18h e 21h. Dom.: 16h e 19h. Até 28/6. Estreia 5/3. Ingr.: R$ 75 a R$ 260. Ingr. p/ sympla.com.br.

Musical Donna Summer
As atrizes (da esq. à dir.) Amanda Souza, Karin Hils e Jeniffer Nascimento - Divulgação

Malditos
Este espetáculo reúne quatro textos que abordam temas como o ódio e o imoral. Entre os personagens, há um homem que joga games violentos e um casal que discute enquanto cuida de um bebê.
Teatro e Bar Cemitério de Automóveis - R. Frei Caneca, 384, Consolação, tel. 2371-5743. Qua. e qui.: 21h. Até 26/3. Ingr.: R$ 40.  

Uma Lei Chamada Mulher  
A última peça escrita pela dramaturga Consuelo de Castro (1946-2016), inspirada na história de vida de Maria da Penha, contada no livro “Sobrevivi, Posso Contar”, ganha montagem inédita sob a batuta de Lenise Pinheiro. O espetáculo expande a história da protagonista parra narrar a relação de mulheres com seus agressores.
Sesc Ipiranga - teatro - R. Bom Pastor, 822, Ipiranga, tel. 3340-2000. 200 lugares. Qui. a sáb.: 21h. Dom.: 18h. Até 22/3. Estreia 28/2. Ingr.: R$ 12 a R$ 40. Ingr. p/ sescsp.org.br. 

São Paulo Companhia de Dança
Com inspiração nas danças populares do Nordeste, a São Paulo Companhia de Dança apresenta coreografia inédita, acompanhada pela Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, sob regência de Claudio Cruz. Nas duas primeiras partes, a orquestra sobe ao palco sozinha. A SPCD entra em seguida com a coreografia “Suíte Raymonda”, de Guivalde de Almeida (1971-2020), com composição de César Guerra-Peixe. A inédita “Aparições”, de Ana Catarina Vieira, encerra a noite. O espetáculo é inspirado no poema homônimo de Candido Portinari e traz uma relação entre popular e clássico. Os bailarinos vivem personagens da cultura nordestina, como o boi-bumbá. 
Theatro São Pedro - R. Dr. Albuquerque Lins, 207, Santa Cecília, tel. 3661-6600. 636 lugares. Qui.: 20h. Até 8/3. 70 min. Ingr.: R$ 30. Ingr. p/ theatrosaopedro.byinti.com.

Reestreia

O Assassinato do Presidente
Um temido criminoso convida uma prostituta travesti para um encontro antes de executar, no dia seguinte, o presidente do país.
Teatro Cia. Pessoal do Faroeste - R. do Triunfo, 305, Santa Efigênia, tel. 3331-8943. 80 pessoas. Qui.: 21h. Até 5/3. Ingr.: contribuição voluntária.

Bicha Oca
A adaptação dos contos eróticos do autor pernambucano Marcelino Freire, que estreou em 2009, apresenta nova temporada para comemorar dez anos de existência. A narrativa fala sobre Alceu, um homossexual que rememora os hábitos do passado, suas histórias amorosas e seus questionamentos, provocando uma reflexão sobre preconceito e intolerância. Espetáculo explora o mundo solitário que pode ser a velhice  de um gay.
Alvenaria Espaço Cultural - R. Turiassu, 799, Perdizes, região oeste, tel. 3871-4981. Qua. e qui.: 21h. Até 26/3. Ingr.: R$ 30.

Caros Ouvintes
A comédia retrata a época em que as radionovelas começaram a ser extintas diante da chegada da televisão. Na trama, o elenco de um programa se empenha para fazer um bom último capítulo, encenado ao vivo, mas uma série de eventos tumultua esse episódio final.
Teatro Vivo - Av. Dr. Chucri Zaidan, 2.460, Vila Cordeiro, tel. 3279-1520. Qua.: 20h. Até 29/4. Ingr.: R$ 50 p/ sympla.com.br.  

Última semana

O Beijo no Asfalto
Escrito por Nelson Rodrigues em 1960, o clássico ganha nova remontagem de Bruno Perillo. Na trama, um homem caído no chão, na praça da Bandeira, no Rio de Janeiro, pede um beijo a quem lhe prestou socorro. A partir desse evento, a peça discute as raízes da sociedade brasileira, com seus tabus e preconceitos.
Teatro Arthur Azevedo - Av. Paes de Barros, 955, Mooca, tel. 2604-5558. Sex. e sáb.: 21h. Dom.: 20h. Até 1°/3. Ingr.: R$ 30. 

Bertoleza
Adaptação musical de “O Cortiço”, de Aluísio Azevedo, em que o protagonismo é invertido. Diferentemente do original, em que o personagem principal é o português João Romão, a montagem dirigida por Anderson Claudir coloca Bertoleza, personagem negra e escravizada.
Sesc Belenzinho - sala de espetáculos 1 - R. Pe. Adelino, 1.000, Quarta Parada, tel. 2076-9700. Sex. e sáb.: 21h30. Dom.: 18h30. Até 1°/3. Ingr.: R$ 9 a R$ 30 p/ sescsp.org.br.

Black Brecht - E se Brecht Fosse Negro?
Inspirada na peça “O Julgamento de Luculus”, de Bertolt Brecht, o espetáculo se passa em um tribunal. Luculus Brasilis, o general civilizador, precisa provar que é digno de entrar no Reino dos Bem-Aventurados. Estão lá para julgá-lo um professor, uma vendedora de peixe, um coveiro, uma ama de leite e um feto.
CCSP - espaço cênico Ademar Guerra - R. Vergueiro, 1.000, Liberdade, tel. 3397-4002. 200 lugares. Sex. e sáb.: 21h. Dom.: 20h. Até 1° /3. Ingr.: R$ 20. Ingr. p/ sympla.com.br. 

Chaves - Um Tributo Musical
Situada no universo da série mexicana idealizada por Roberto Gómez Bolaños, a montagem traz uma história original. Quando Chespirito chega ao céu dos palhaços ele é proibido de entrar. Para provar que é merecedor do paraíso dos humoristas, ele precisa descer à Terra e demonstrar que consegue levar alegria às pessoas.
Teatro Opus - Av. Dra.Ruth Cardoso, 4.777, 4º piso, Jardim Universidade Pinheiros, região oeste, tel. 3515-6650. 720 lugares. Sex.: 20h. Sáb.: 16h e 20h. Dom.: 15h e 19h. Até 1°/3. Ingr.: R$ 75 a R$ 140. Ingr. p/ uhuu.com.br. 

As Mãos Sujas
Espetáculo encena o texto homônimo do francês Jean-Paul Sartre. Na trama, um jovem precisa fazer um acordo entre partidos políticos. A montagem dialoga com o universo do filme “Terra em Transe” (1967), de Glauber Rocha.
CCSP - sala Jardel Filho - R. Vergueiro, 1.000, Liberdade, tel. 3397-4002. 321 lugares. Sex. a dom.: 20h. Até 1°/3. Ingr.: R$ 20.  

O Mistério de Irma Vap
A comédia que inaugurou o teatro besteirol no país e ganhou releitura do diretor Jorge Farjalla retorna para mais uma temporada. A montagem se passa no trem fantasma de um parque de diversões macabro. Ali, em um cenário com estética que remete aos anos 1980, os atores Mateus Solano e Luís Miranda se revezam entre vários personagens para narrar a história de uma mulher recém-casada que é assombrada pela ex de seu companheiro.
Teatro Procópio Ferreira - R. Augusta, 2.823, Cerqueira César, tel. 3083-4475. 624 lugares. Qui. a sáb.: 21h. Dom.: 19h. Até 1°/3. Ingr.: R$ 70 a R$ 150. Ingr. p/ sympla.com.br. 

Nós
Escrita a partir dos improvisos da companhia Grupo Galpão, a peça gira em torno de personagens não muito bem definidos, sem nome ou profissão. Em cena, eles preparam uma sopa, como se estivessem reunidos para uma celebração. O espetáculo discute opressão, angústia e intolerância.
Sesc Guarulhos - R. Guilherme Lino dos Santos, 1.200, Jardim Flor do Campo, Guarulhos, tel. 2475-5550. Sáb.: 20h. Dom.: 18h. Até 1°/3. Ingr.: R$ 9 a R$ 30 p/ sescsp.org.br. 

O Ovo de Ouro
Aos 80 anos, Sérgio Mamberti volta a subir ao palco nesta peça de Luccas Papp. A trama se inspira em casos verdadeiros de judeus que eram obrigados a trabalhar pela aniquilação de seu próprio povo, lidando com o medo da morte.
Teatro Porto Seguro - Al. Br. de Piracicaba, 740, Campos Elíseos, tel. 3226-7300. 496 lugares. Sex. e sáb.: 20h. Dom.: 19h. Até 1°/3. Ingr.: R$ 50 a R$ 70. Ingr. p/ tudus.com.br. 

Parabéns, Senhor Presidente
A comemoração do aniversário de 45 anos do presidente John Kennedy, em 1962, ficou marcada por uma grande apresentação no Madison Square Garden. Marilyn Monroe cantou “Happy Birthday” e Maria Callas soltou a voz com “Habanera”, da ópera Carmen. Danielle Winits vive a diva do cinema e Christine Fernandes interpreta Callas neste espetáculo que se passa nos bastidores deste dia. As artistas discutem suas inquietações e papéis que cada uma desempenhava num mundo regido por homens.
Teatro J. Safra - R. Josef Kryss, 318, Parque Industrial Tomas Edson, tel. 3611-3042. Sex.: 21h30. Sáb.: 21h. Dom.: 20h. Até 1°/3. Ingr.: R$ 30 a R$ 80 p/ eventim.com.br. 

Up 9
Resultado de dez meses do curso gratuito de teatro musical da Oficina dos Menestréis, o espetáculo leva ao palco 38 jovens com síndrome de Down. Com direção de Deto Montenegro, a montagem apresenta esquetes cômicas.
Teatro União Cultural - R. Mário Amaral, 209, Paraíso, tel. 2148-2923. 276 lugares. Sáb. e dom.: 16h. Até 1°/3. Ingr.: R$ 75.

Vagaluz
Memória e esquecimento guiam esta narrativa em que os atores Edgar Campos e Lídia Engelberg vivem um casal. Eles se alternam em solos distintos e recordam fragmentos de memórias passadas.
Sesc Pompeia - espaço cênico - R. Clélia, 93, Água Branca, tel. 3871-7700. 50 lugares. Qui. a sáb.: 21h30. Dom.: 18h30. Até 1°/3. Ingr.: R$ 9 a R$ 30. Ingr. p/ sescsp.org.br.
 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais