Descrição de chapéu Artes Cênicas
Teatro

Musicais lotam teatros de SP em abril e retomam ritmo pré-pandemia; veja a quais assistir

Agenda tem 'Chicago', 'Sweeney Todd' e 'Tatuagem', inspirado no filme brasileiro de mesmo nome

Musical

Cena do musical 'Tatuagem', inspirado no filme brasileiro de mesmo nome Rodrigo Chueri/Divulgação

São Paulo

Até o começo deste ano, a lista de musicais em cartaz em São Paulo ainda era pequena por causa da pandemia​, repetindo a agenda fraca que imperava desde 2020. Mas, com a vacinação aumentando e o número de casos de Covid-19 diminuindo, a situação dos teatros já mudou.

Se antes o setor era um dos mais afetados pela Covid-19, agora uma agenda recheada chega até a confundir os fãs do gênero, desacostumados a ter que escolher entre diversas opções, que incluem produções nacionais e clássicos da Broadway.

Entre os destaques está "Sweeney Todd", que apresenta uma trama macabra que envolve tortas feitas de carne humana. Outro musical que flerta com o terror, mas é recheado de humor, é "Família Addams". Os sucessos da Broadway seguem ainda com "Chicago". Já do lado brasileiro estão "As Cangaceiras", "Nautopia" e "Tatuagem', inspirado no filme de mesmo nome dirigido por Hilton Lacerda.

Os elencos também estão recheados e contam com nomes como Marisa Orth, Rodrigo Lombardi e Paulo Szot. Em alguns musicais, aliás, o público fica tão pertinho dos atores que pode interagir com eles em algumas cenas.

Confira abaixo os principais musicais do mês em cartaz em São Paulo.

As Cangaceiras, Guerreiras do Sertão
Após temporada premiada em 2019, com a conquista de prêmios como o APCA de melhor dramaturgia, a ficção feminista "As Cangaceiras, Guerreiras do Sertão" volta a ser apresentada dia 16, no Alfa. A peça narra a história de um grupo de mulheres que se rebela contra líderes do cangaço. No enredo, uma personagem foge para procurar seu filho desaparecido, o que provoca o início de uma rebelião feminina contra cangaceiros do lugar.
Direção: Sergio Módena. Elenco: ​Amanda Acosta, Marco França e Vera Zimmermann. Teatro Alfa - r. Bento Branco de Andrade Filho, 722, São Paulo. De 16/4 a 1º/5. Sáb., às 20h; dom., às 18h. De R$ 50 a R$ 120, com vendas online. Classificação etária: 12 anos.


Chicago
Um dos maiores clássicos da Broadway, "Chicago" faz uma sátira do sistema judiciário, da sociedade americana dos anos de 1920 e do universo do showbusiness. O musical está em cartaz desde janeiro e traz as assassinas Roxie Hart e Velma Kelly, que competem para se tornarem a sensação midiática do momento. Para isso, elas recorrem a Billy Flynn, o advogado mais requisitado de Chicago. Vencedora de 63 prêmios, a peça já foi vista por mais de 33 milhões de pessoas, em 36 países, e encenada em 13 idiomas.
Direção, tradução e adaptação: Tania Nardini. Elenco: ​Carol Costa, Emanuelle Araújo e Paulo Szot. Teatro Santander - av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2.041. Até 29/5. Qui. e sex., às 21h; sáb., às 17h e 21h; e dom., às 15h e 19h. De R$ 37,50 a R$ 340, com vendas online. Classificação etária: 12 anos.


A Família Addams
Com uma montagem mais sexy e brasileira do que a versão anterior, encenada há dez anos, "A Família Addams" está de volta e repete a fórmula de sucesso que a consagrou. Novamente estrelado por Marisa Orth e Daniel Boaventura, o musical traz cenários repaginados, figurinos diferentes, piadas atualizadas, músicas reformuladas e novas coreografias. Mas sem deixar de lado, é claro, a essência dos personagens. Na peça, os personagens vivem um dilema familiar depois que a filha do casal, Wandinha, se apaixona por um jovem perfeitinho, com pinta de bom moço e filho de pais "gratiluz".
Direção: Federico Bellone. Elenco: ​Marisa Orth, Daniel Boaventura e Kiara Sasso. Teatro Renault - av. Brigadeiro Luís Antônio, 411, região central, São Paulo. Até 31/7. Qui. e sex., às 21h; sáb., às 16h e 21h; dom., às 15h e 20h. De R$ 37 a R$ 350, com vendas online. Classificação etária: 12 anos.


Nautopia
Com quase 30 atores em cena, o espetáculo estreou na sexta (1º) e é estrelado por Beto Sargentelli, vencedor do prêmio Bibi Ferreira de melhor ator em 2020. A peça narra a história do jovem Tomás, navegante que viaja do litoral de Santa Catarina a Paraty, no Rio de Janeiro, após o misterioso desaparecimento de sua irmã. Entre as inspirações está o clássico "A Utopia", de Thomas More, gerando um roteiro não linear que transita entre as dores e incertezas do protagonista.
Direção: Daniel Salve. Elenco: ​Beto Sargentelli, Eline Porto, Jonathas Joba. Teatro B32 - av. Brigadeiro Faria Lima, 3.732, São Paulo. Até 29/5. Sáb., às 16h e 20h30; dom., às 19h. De R$ 50 a R$ 220, com vendas online. Classificação etária: 12 anos.


Sweeney Todd - O Cruel Barbeiro da Rua Fleet
Inspirado no conto de horror "O Colar de Pérolas", dos britânicos Thomas Peckett Prest e James Malcolm Rymer, o musical "Sweeney Todd - O Cruel Barbeiro da Rua Fleet" chega pela primeira vez ao Brasil, com um cenário interativo, em que o público fica lado a lado dos atores e pode provar alguns quitutes, enquanto assiste a uma macabra história envolvendo tortas de carne humana. A peça conta a história do barbeiro Benjamin Barker, vivido por Rodrigo Lombardi, que é condenado injustamente à prisão e, 15 anos depois, retorna às ruas com um plano de vingança sanguinário.
Direção: Zé Henrique de Paula. Elenco:Rodrigo Lombardi, Andrezza Massei e Mateus Ribeiro. No 033 Rooftop, do Teatro Santander - av. Juscelino Kubitschek, 2.041. Até 8/5. Sex., às 21h30; sáb., às 16h e 20h30; dom, às 18h. De R$ 37,50 a R$ 220, com vendas online. Classificação etária: 16 anos.


Tatuagem
Inspirado no longa-metragem "Tatuagem", lançado em 2013 por Hilton Lacerda, o musical traz histórias da fictícia companhia de teatro Chão de Estrelas e tem uma trilha sonora repleta de faixas da banda As Baías, que chegou ao fim no ano passado. O enredo narra um romance entre o líder da trupe e um jovem militar, jogando luz sobre assuntos como liberdade de expressão, democracia e experiências LGBTQIA+. Do hall de entrada à disposição das cadeiras do teatro, o cenário cria um ambiente imersivo na estética ultracolorida e rebelde do Chão de Estrelas, que, em 2021, ganhou também uma série de TV.
Direção: Kleber Montanheiro. Elenco: André Torquato, Bia Sabiá e Cleomácio Inácio. Espaço Cia da Revista, al. Nothmann, 1.135, São Paulo. De 14/4 a 5/6. Qui., sex. e sáb., às 21h; dom., às 19h. De R$ 10 a R$ 200 (às sex., é gratuito), com vendas online. Classificação etária: 16 anos.

Musical "Tatuagem"
Cena de "Tatuagem", inspirado no filme brasileiro de mesmo nome - Rodrigo Chueri/Divulgação

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais