Monólogo de Denise Fraga sobre relação entre vida e arte reinaugura Teatro Vivo

'Eu de Você' estreia nesta sexta, em espaço reformado

Manuela Tecchio
São Paulo

No princípio, era o outro. E suas esquisitices, relíquias e singularidades. Neste monólogo inédito, batizado de “Eu de Você”, Denise Fraga mistura realidade e ficção numa colagem de histórias vividas por personagens brasileiros, anônimos e célebres. 

O texto, construído a partir de uma extensa pesquisa da atriz por biografias —algumas delas coletadas por meio de um anúncio que colocou em jornais—, fala sobre as relações entre a vida ordinária e a arte. 
“O que têm em comum a Cris, o Paulo Leminski e o Zezé di Camargo? Tchekhov, eu e Francisco?”, pergunta a atriz no texto de argumento da peça.

Para juntar os fragmentos dessas trajetórias que descobriu ou percorreu, Fraga aposta numa cola artística, composta de literatura, poesia e música. Assim, pretende estabelecer o que chama de “pacto” entre artista e plateia. O silêncio. Os celulares desligados. A concentração mútua dos olhos voltados ao palco.

Com direção do marido, Luiz Villaça, que também assina a concepção ao lado da atriz e de José Maria, a peça estreia nesta sexta (20), às 20h, no novo Teatro Vivo, que reabre após uma reforma que durou cerca de nove meses.

No espaço, as principais mudanças estruturais envolvem a ampliação da acessibilidade, com mais rampas e elevadores, e uso de tecnologias atualizadas na iluminação. 

Teatro Vivo - Av. Dr. Chucri Zaidan, 2.460, Vila Cordeiro, região sul, tel. 3279-1520. 274 lugares. Sex.: 20h. Sáb.: 21h. Dom.: 19h. Estreia sex. (20). Até 15/12. Ingr.: R$ 50 p/ sympla.com.br.  

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais