Descrição de chapéu teatro
Teatro

Diretores de quatro países encenam peça multimídia

'Babilônia: Sem Fronteiras' discute os diversos sentidos da palavra 'home'

Os atores Karina Buhr e Gloire Ilonde na peça 'Babilônia: Sem Fronteiras'
Os atores Karina Buhr e Gloire Ilonde na peça 'Babilônia: Sem Fronteiras' - Ding Musa/Divulgação
Amanda Ribeiro
São Paulo

Para discutir os diversos sentidos da palavra “home” (casa ou lar em português), o diretor Pedro Granato se uniu à sul-africana Mwenia Kabwe, à inglesa Ruthie Osterman e à americana Sarah Elizabeth em um projeto teatral multimídia e internacional. Apresentado simultaneamente em quatro países, “Babilônia: Sem Fronteiras” será encenado no Brasil no Sesc Consolação entre terça (12) e o próximo sábado (16).

A apresentação das outras companhias, cada uma em seu respectivo país, será projetada em um telão no Teatro Anchieta, que também estará sendo filmado e terá suas imagens transmitidas pela internet. As plateias dos quatro teatros também serão gravadas e poderão compartilhar experiências através do telão.

A dramaturgia do espetáculo se estrutura a partir da história bíblica da Torre de Babel, que explica o surgimento de diversos idiomas no mundo, e da forma de organização da série de protestos chamada em 2010 de Primavera Árabe. Os levantes, realizados em várias regiões, eram todos combinados pela internet e articulados pelas redes sociais.

Sesc Consolação - teatro Anchieta - R. Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque, região central, tel. 3234-3000. 280 lugares. Ter. a sáb.: 17h. Até 16/2. Estreia terça (12). Ingr.: R$ 9 a R$ 30.
 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais