"Cruel" estreia em SP com Reynaldo Gianecchini e Erik Marmo

Poucos meses após ser encenada pelo grupo Tapa, "Os Credores", do sueco August Strindberg, ganha nova montagem, agora em horário alternativo (às segundas e terças-feiras) e com os globais Reynaldo Gianecchini e Erik Marmo --além de Maria Manoella-- no elenco.

Confira galeria de fotos do espetáculo

A peça, que estreia no teatro Faap (centro de São Paulo) nesta segunda (27), também ganha outro nome. Foi rebatizada por seu diretor, Elias Andreato, com o título "Cruel", muito embora a adaptação se restrinja a cortes. Segundo Andreato, a palavra "cruel" facilita uma possível síntese sobre a situação que envolve os três personagens do texto.

Os atores Erik Marmo, Maria Manoella e Reinaldo Gianecchini no cenário da peça "Cuel", com direção de Elias Andreato
- Crédito: Lenise Pinheiro/Folhapress

O espetáculo se passa em um único ambiente (um hotel) e põe em confronto dois homens e uma mulher, que vivem uma espécie de jogo de manipulações psicológicas --sempre com apenas dois personagens em cena. A crueldade está no sadismo que entrecorta as relações de amor e posse.

Diferentemente da leitura proposta pelo Tapa, essa versão opta por figurinos e por um cenário (todos assinados por Fábio Namatame) de época. Retorna ao fim do século 19 e, portanto, a um período em que a mulher representava o sexo frágil. Ou aparentemente frágil, como revela "Cruel".

Informe-se sobre o evento

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais