Espetáculo 'Libélulas de Vidro' discute morte na perspectiva do jovem

Apresentação "Libélulas de Vidro", é parte do projeto “Finitudes”
Apresentação "Libélulas de Vidro", é parte do projeto “Finitudes” - Daniel Jardineiro/Divulgação


A libélula remete a diferentes significados em diversas culturas: enquanto no  Japão o animal simboliza luz e alegria, alguns nativos americanos acreditam que esses insetos representam as almas dos mortos.

Mesclando as duas interpretações, o coreógrafo Luis Ferron apresenta "Libélulas de Vidro", a partir de quinta (30), no Sesc Ipiranga.

O espetáculo faz parte do projeto "Finitudes", que reúne peças que tratam das diferentes maneiras de lidar com a morte, e apresenta dançarinos na faixa dos 30 anos que interpretam jovens despreocupados com o fim.

Sesc Ipiranga - pça. vermelha - R. Bom Pastor, 822, Ipiranga, tel. 3340-2000. Qui. e sex.: 20h. Sáb.: 19h30. Dom.: 18h30. Até 3/12. Retirar ingresso uma hora antes. GRÁTIS

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais

Mais lidas