Irreverente, boteco Mano do Céu leva a coquetelaria a sério

Espaço foi inaugurado há dois meses no Baixo Pinheiros

Bitter Giuseppe do bar Mano do Céu
Bitter Giuseppe do bar Mano do Céu - Marina Consiglio/Folhapress
Marina Consiglio
São Paulo

Uma das expressões mais paulistanas de que se tem notícia entrega o tom irreverente do novo Mano do Céu, boteco aberto há dois meses na região do Baixo Pinheiros.

A frase que dá nome ao lugar pode aparecer em inglês no menu para fazer uma graça (na seção de clássicos do “bro in the sky”) ou estar incorporada a uma imagem de Jesus sorridente, no alto de uma estante da casa.

Apesar do clima bem-humorado, a bebedeira é levada a sério por ali. A carta destaca receitas que devem agradar aos fãs de sabores amargos. Aparecem representantes da coquetelaria popular brasileira, como o  bombeirinho (cachaça, grenadine e suco de limão, R$ 11) e o rabo de galo (cachaça envelhecida, Cynar 70 e vermute tinto, R$ 18), e clássicos, como o old fashioned (uísque bourbon, angostura e xarope de açúcar, R$ 35) e o bitter giuseppe (Cynar, vermute tinto, angostura laranja e suco de limão, R$ 18).

Para comer, há hambúrgueres. As opções começam pelo simples pão com carne (R$ 19) e podem ganhar complementos como bacon, queijo cheddar, picles e cebola-roxa.

R. Ferreira de Araújo, 1.007, Pinheiros, região oeste, tel. 2372-7770. Seg. a sex.: 12h às 14h30 e 18h às 23h30. Sáb.: 13h às 23h30. Drinque Bitter Giuseppe - 50 ml : R$ 18. 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais