Mulher ativista, falso Don Quixote e ex-futebolista protagonizam filmes da Mostra neste domingo

Destaques do dia incluem comédia, cinebiografia, thriller e documentários

O mais recente filme de Terry Gilliam, "The Man Who Killed Don Quixote" é um dos destaques da Mostra neste domingo (28). O longa foi idealizado pelo cineasta americano no final dos anos 1980 e teve diversas idas e vindas até que saísse do papel e estreasse em Cannes neste ano.

Na comédia, Adam Driver (de "Star Wars" e "Girls") vive um publicitário envolto no mundo fantasioso de um sapateiro que acredita ser Dom Quixote de la Mancha, o famoso personagem do escritor espanhol Miguel de Cervantes.

A literatura é evocada novamente em "Tornando-se Astrid", cinebiografia da escritora sueca Astrid Lindgren (1907-2002), conhecida por seus livros infantis e sua personagem de tranças vermelhas, Píppi Meialonga. 

"Uma Mulher em Guerra" também retrata uma mulher que luta por seus ideais. O thriller islandês, indicado ao Grande Prêmio da Semana da Crítica de Cannes, narra a história de uma ativista ambiental de 50 anos que consegue adotar um bebê em meio a conflitos com uma indústria local de alumínio.

Há, ainda, duas opções aos fãs de documentários: "Futebol Infinito", sobre um ex-futebolista que contesta as estruturas tradicionais do esporte, e "El Creador de Universos", que acompanha uma adolescente com síndrome de Asperger que encontra em suas filmagens caseiras uma forma de se expressar.

 

The Man Who Killed Don Quixote
Um cínico publicitário se vê envolvido em alucinações de um sapateiro espanhol que acredita ser Dom Quixote. No percurso de suas aventuras surreais, Toby é obrigado a confrontar as trágicas consequências causadas por um filme que ele fez na juventude. Do mesmo diretor de Perdido em La Mancha (2000), exibido na 26ª Mostra.
Cinesesc, às 18h10

 

Tornando-se Astrid
Inspirado na juventude da escritora sueca Astrid Lindgren (1907-2002), o longa narra a rotina da adolescente. Aos 18 anos, seu primeiro emprego é num jornal local. No escritório, ela acaba se apaixonando pelo chefe, Reinhold Blomberg. Quando engravida, toma uma decisão que quebra as regras sociais da época e não se casa.
Espaço Itaú de Cinema - Frei Caneca, sala 2, às 14h00

Futebol Infinito
O documentário mostra Laurentiu Ginghina, que se cansou da estrutura tradicional do futebol. Depois de sofrer duas contusões quando jovem, ele começou a defender a ideia de que o esporte precisa de mudanças. Entre suas propostas, ele acredita que o jogo deveria ser livre de restrições, que as normas precisam ser revisadas e os jogadores necessitam ser atribuídos a zonas no campo e a subequipes. Do mesmo diretor de "Polícia, Adjetivo" (2009), exibido na 33ª Mostra.
Caixa Belas Artes, sala 1, às 13h40

El Creador de Universos
O documentário acompanha uma adolescente de 16 anos que tem síndrome de Asperger e costuma filmar sua avó de 96 anos. Ele encontra nas filmagens uma forma de expressão e se preocupa com o dia em que ela irá partir.
Marabá Playarte, sala 4: 13h00

Uma Mulher em Guerra
Aos 50 anos, uma mulher leva uma vida dupla como ativista ambiental. Secretamente, ela trava uma guerra contra a indústria local de alumínio. Ela pausa as negociações entre o governo islandês e a corporação que está construindo uma nova fundição de alumínio. Em meio a isso, ela consegue adotar uma menina. Do mesmo diretor de Cavalos e Homens (2013), exibido na 38ª Mostra.
Caixa Belas Artes, sala1: Villa-Lobos: 15h10

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais

Mais lidas