Descrição de chapéu Crítica
Restaurantes

Grecco propõe fazer culinária ítalo-caipira, mas escorrega nos preparos

Chef Felipe Grecco prepara receitas com ingredientes orgânicos; casa também tem drinques e vinhos

Josimar Melo
São Paulo

Grecco Bar e Cucina

  • Quando Ter. a qui.: 11h30 às 15h e 19h30 às 23h30. Sex.: 11h30 às 16h e 19h30 às 23h30. Sáb.: 12h às 16h e 19h30 às 23h30. Dom.: 12h às 17h.
  • Onde R. Henrique Monteiro, 47, Pinheiros, região oeste, tel. 2369-5440. 50 lugares.

Com a ideia de oferecer uma cozinha que seja um misto de culinária italiana com o sabor da roça paulista, o restaurante Grecco acolhe com simpatia num ambiente rústico, composto de materiais de demolição —apesar da incômoda acústica, que nem de perto lembra os campos da Toscana ou os daqui.

A inspiração parece autêntica. Recém-aberta em São Paulo, a casa nasceu em Atibaia, região de bons ares e não poucos campos produtivos a 70 km da capital. Lá de perto, do sítio do chef Felipe Grecco (ex-Botta Gallo), ele e seu sócio (o somellier Rafael Goulart) trazem um bom número de ingredientes (vegetais, conservas e embutidos), além de produtos orgânicos de outros pontos do estado.

Peito de pato picado, servido com chips de batata e uma gema de ovo servido no Grecco, em Pinheiros
Peito de pato picado, servido com chips de batata e uma gema de ovo servido no Grecco, em Pinheiros - Lucas Terribili/Divulgação

À mesa, eles aparecem já no couvert (R$ 12), no qual o pão seco e borrachudo atrapalha a interessante oferta de picles e vegetais em conserva; numa simples salada composta por hortaliças e vegetais orgânicos grelhados, ovos caipiras e vinagrete de limão-rosa (R$ 32); ou ainda numa tábua de frios suínos curados (a copa lombo) e defumados (a barriga) no sítio (R$ 49).

Outro produto do sítio, a papada de porco (guanciale) defumada compõe com ovos caipiras o molho carbonara, infelizmente, muito líquido e pouco apimentado que recobre a massa tonarelli (R$ 55).

Cercados de bons drinques e vinhos razoáveis, não são muitos os itens do cardápio. Depois de petiscar os cremosos bolinhos de porco (com maionese de limão, R$ 39) pode-se pular para o polpettone graúdo com bastante molho rústico de tomate e nhoque dourados (R$ 52).

Mais opções entre os pratos principais são a costela bovina assada por oito horas com minialface lisa orgânica e abóbora caramelada (R$ 62); e o saboroso pato (coxa e sobrecoxa) confitado e glaceado com purê de batata no pilão (R$ 68) —se a pele fosse crocante ficaria ainda melhor.

Uma sobremesa adulta, com pouco açúcar e sabores aveludados (que carece de mais umidade, mas vá lá), é a torta de chocolate com creme de amêndoas e ganache de cacau (R$ 29).

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais