Projeto seleciona bares e restaurantes que são um achado em São Paulo

O site Achados Elo estreia nesta sexta-feira (23) e traz estabelecimentos com opções únicas

São Paulo

O lado bom de existirem mais de 70 mil bares e restaurantes em São Paulo é que é possível encontrar quase tudo na cidade —casas onde pessoas arremessam machados enquanto bebem cerveja, cozinhas de onde saem sabores da Escandinávia ou balcões com quitutes chineses e drinques que levam jambu.

A parte ruim é que nem sempre é fácil encontrar a melhor opção. Com milhares de casas para visitar e milhões de pratos disponíveis via delivery, decidir por um restaurante ou por um bar pode ser tão angustiante quanto achar um filme no catálogo da Netflix. Mas um novo projeto do Guia promete ajudar nessa hora.

O site Achados Elo, que tem apoio da empresa de cartões, estreia nesta sexta-feira (23) e faz uma curadoria de estabelecimentos que têm opções únicas em São Paulo. A seleção é feita pela equipe do Guia Folha e segue os mesmos critérios e análises usados semanalmente pelo suplemento.

O achado pode estar no cardápio, como as pizzas que levam cerveja na massa e são servidas no Marias e Clarices. Ou pode ser o próprio espaço, caso do Brechó Bar, que é conectado a uma loja. É possível também estar atrelado à experiência, como a Taverna Medieval e sua inspiração nos silenciosos alquimistas.

Os primeiros dez selecionados podem ser vistos em guia.folha.uol.com.br/busca/achados-elo. O projeto segue até março, com atualizações periódicas.

Outros projetos e curadorias temáticas de lugares para comer e beber em São Paulo serão feitos pela equipe do Guia no ano que vem.

Afinal, com a entrada da cidade na fase verde do plano de quarentena do governo, muitas casas já reabriram suas portas e voltaram a receber o público —sempre com máscara, álcool em gel e distanciamento social, é claro.

Mas, para quem ainda não se sente seguro para visitar algum desses lugares, muitos deles também disponibilizam suas surpresas via delivery, pelos principais aplicativos ou mesmo por telefone.

Se não é possível levar para casa o ambiente descolado do português O Mirandês, o arroz de bacalhau é entregue quentinho. Se o espírito da zona norte não acompanha o pedido no Famoso Bar do Justo, sua coxinha mantém o gosto de clássico de boteco mesmo em casa. É só aproveitar.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem