Descrição de chapéu Crítica
Restaurantes

Loja de vinhos serve massas que não decepcionam nem doem no bolso

Nos Jardins, loja da importadora Ravin tem massas da cantina Pasquale

JOSIMAR MELO
São Paulo

Vinho & Pasta - Ravin Pasquale

  • Quando Seg. a sex.: 12h às 15h e 19h às 23h. Sáb.: 12h às 16h e 19h às 23h30. Dom.: 12h às 16h.
  • Onde R. Dr. Melo Alves, 498, Cerqueira César, região oeste, tel. 4118-2393. 30 lugares.

Sou um entusiasta das lojas de vinho da cidade que instalam restaurantes no seu interior e cobram pela bebida preços de prateleira. A mais nova a entrar nessa onda é a importadora Ravin. Sua primeira loja própria, nos Jardins, sedia também o restaurante Vinho & Pasta, uma alternativa simpática para a região.

A iniciativa é manobrada cuidadosamente. A loja é pequena, mas com tamanho suficiente para expor as centenas de rótulos de todas as origens —e todos os preços— oferecidos pela importadora.

E, para o cardápio, foi buscada a expertise de quem está há muito na área, o proprietário, homônimo, da cantina Pasquale, que aqui está presente sem estardalhaço em um menu enxutíssimo —e somente de massas (apenas seis!), além de alguns antepastos e duas sobremesas.

No Vinho & Pasta, Penne Pérola Negra tem mozarela de búfala, azeitona, pancetta e queijo pecorino
No Vinho & Pasta, Penne Pérola Negra tem mozarela de búfala, azeitona, pancetta e queijo pecorino - Victor Neco/Divulgação

A cozinha, como sempre no Pasquale, tem o desempenho na medida certa, sem arroubos, mas satisfatória e barata. Acompanhada por vinhos de preços igualmente comedidos, proporciona bons momentos.

A linguiça calabresa curada do antepasto, feita na casa (R$ 15), não terá o brilho da suculência das melhores do mercado, mas cumpre seu papel de alertar o paladar. O molho carbonara, com spaghetti (R$ 45), tenta ser correto nos ingredientes, mas lhe falta a mão precisa (e as proporções corretas) para que seja untuoso e não quase líquido.

Em compensação, os ares cantineiros dos molhos de tomate não decepcionam: conseguem se equilibrar mesmo na profusão quase carnavalesca de ingredientes no penne Pérola Negra (com mozarela de búfala, alho, azeitona preta, pancetta, manjericão, queijo pecorino... R$ 55) e no prato do dia (R$ 57), sempre orecchiette (na forma de conchinhas) mas com molho que pode ser de tomate e linguiça, saboroso, ou de bem temperado ragu de cordeiro (as receitas variam diariamente).

Um tiramisù com boa dose de café, vinho do Porto... e está feita a refeição sem decepções e sem doer no bolso.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais