Descrição de chapéu Crítica veg
Restaurantes

Conectado ao presente, novo restaurante Homa celebra os vegetais e os orgânicos

Em Pinheiros, casa é comandada por José Barattino e Gilson de Almeida

Luiza Fecarotta
São Paulo

Homa

  • Quando Ter. a dom.: 11h30 às 16h30
  • Onde R. Benjamim Egas, 275, Pinheiros, região oeste, tel. 3097-9031. 60 lugares.

O Homa nasce em Pinheiros, em uma rua de paralelepípedo alheia ao ritmo da cidade, com conceito conectado ao presente, ainda que habite uma casa dos anos 1950. Apoia-se em um cardápio enxuto, “sem bicho”, que celebra os vegetais, o fresco, o sazonal e o orgânico, em porções servidas em tigelas.

São apresentações simples e descomplicadas, a preços que não ultrapassam R$ 29, em uma operação —ainda reservada ao almoço— que envolve o cliente. Este faz o pedido no caixa e o retira no balcão da cozinha, aberta ao pequeno e arejado salão. Depois, civilizadamente, recolhe sua bandeja e afins.

Arroz cremoso de beterraba está entre os destaques do restaurante Homa, em Pinheiros
Arroz cremoso de beterraba está entre os destaques do restaurante Homa, em Pinheiros - Keiny Andrade/Folhapress

No empreendimento de José Barattino (Eataly e ex-Emiliano) e Gilson de Almeida (da hamburgueria vizinha Na Garagem), surge em destaque o arroz cremoso de beterraba (R$ 29). A receita segue o preparo de um risoto, com arroz arbóreo e caldo feito da própria beterraba, a agregar cor e delicadeza. O acréscimo de manteiga e ricota lhe dá untuosidade e nota-se, ainda, frescor das raspas de limão.

Entre os pratos rotativos, que homenageiam clássicos vegetarianos, destaca-se o dahl indiano (R$ 25). A lentilha é cozida em bom tempero, com elementos como gengibre, suco de limão e um curry suave e perfumado, e recebe incremento de cubos de batata e abóbora e arroz basmati com amêndoas —acolhe, conforta, uma beleza.

O falafel de feijão-branco parte de uma boa ideia e ganha graça quando combinado ao molho de coentro, com um leve mentolado (R$ 5). Mas ainda não chegou ao auge, desmilingue-se facilmente e tem interior seco.

Dos frios, sai-se muito bem a salada de rúcula, com cogumelos, pipoca de sorgo (um cereal) e batata assada (R$ 23). Esta, cortada em lâminas, ganha crocância e sabor ao ir ao forno com azeite, tomilho, sal e pimenta. As folhas, pois, são besuntadas em um molho de semente de girassol emulsionada com azeite, que foge do senso comum.

A torta de maçã merece respeito (R$ 13): a fruta é ralada, umedecida com suco de limão e açúcar e coberta com uma caprichada massa de crumble com amêndoas. Boa pedida para acompanhar o café, da Isto É Café —bingo!

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais