6ª edição do SP na Rua leva 10 horas de balada gratuita para o centro

44 coletivos ocupam as ruas do centro da capital; veja mapa

Laura Lewer
São Paulo

Normalmente desertas à noite, vias do centro da cidade devem se transformar na maior balada gratuita a céu aberto da capital entre as 20h do sábado (13) e 6h de domingo (14), quando será realizado o sexto SP na Rua.

Quarenta e quatro coletivos ocupam 21 pontos em uma mistura sonora que passa pela música eletrônica, brasileira e folclórica e tem como base os protagonismos negro, feminino e LGBT. 

Destacam-se dobradinhas como Mamba Negra e Marsha (na Praça das Artes, nº 1 no mapa ao lado), que se dedicam à cultura queer, Batata Eletrônica e Unidos do BPM (20), com música eletrônica, e a brasilidade da Pilantragi e Je Treme Mon Amour (6).

Centro. Sáb. (13) partir das 20h. GRÁTIS Programação: facebook.com/spnarua

Saiba onde encontrar cada festa:

Folhapress

 1 Mamba Negra + Marsha
2 Carlos Capslock + House of Divas
3 Dubstep na Rua + Trance de Rua
4 Selvagem + Psico.Trópica
5 Calefação Tropicaos + Quack
6 Pilantragi + Je Treme Mon Amour
7 Venga, Venga + Free Beats
8 Vampire Haus + Bandida
9 Baile em Chernobyl + Helipa LGBT
10 Boteco Pratododia + Cremosa Vinil
11 Discopédia + Roda de Sample
12 Feminine Hi-Fi + Ruído Rosa + Aqualtune + Mumma in Dub
13 Terremoto Sound System + House Sounds Sistema de Som
14 Natividade Sistema Sonoro + 4P Sistema de Som
15 Arena Djanguru Sistema Dsom + Dubversão Sistema de Som
16 Gueto Pro Gueto + Fresh!
17 Coletividade Námíbià + Batekoo
18 Amem + Animália
19 Metanol FM + Caldo
20 Batata Eletrônica + Unidos do BPM
21 Sistema Negro +Baquira Sistema de Som

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais