Casa em Pinheiros tem quitutes da roça e produtos mineiros


Produtos vendidos na Quitand'arte
A casa serve quitutes típicos das fazendas e vende produtos garimpados no interior de Minas - Divulgação


Dois irmãos de Bom Despacho, uma cidadezinha no centro de Minas Gerais, acabam de trazer a São Paulo o novo Quitand'arte, uma casa arejada e alegre que conjuga empório e café, instalada num trecho que anda fervilhante em Pinheiros.

Iara e Rafael Rodrigues dedicam-se às típicas quitandas mineiras, os quitutes caseiros que surgiram no final do século 19 nas fazendas, onde a vida estava concentrada à época. São itens como pão de queijo, bolo de fubá e goiabada, biscoitos amanteigados, balas de mel. Estas, por exemplo, Iara aprendeu a preparar na roça, acompanhando o trabalho diário de uma senhora que mexia leite, mel e açúcar no tacho, sobre o calor da lenha, e as enrolava à mão, uma a uma.

Ali também surge firme e forte um traço particular do mineiro: a hospitalidade e o hábito de acolher com boa comida, ainda que o serviço esteja tropeçando. Uma mesa farta exibe boa amostra dessa pastelaria no café da manhã, que pode ser pinçada por quilo (R$ 45 aos fins de semana). Em breve, haverá pratos no almoço, de mesmo DNA.

Sua coluna vertebral, no entanto, é o armazém, no qual estão à venda produtos mineiros de primeira, sustentados por boas histórias reais, como a bala de coco, que derrete na boca, feita com a água da fruta por um mineiro que já perdeu as impressões digitais por causa do calor da massa; ou o rico queijo Catauá, feito com o gordo leite das vacas Jersey. Eis ainda polvilho, fubá, doces (de leite, em calda, compotas) e boa oferta de bebidas cachaças, cafés, vinhos e cervejas, uma festa mineira.

R. Joaquim Antunes, 391, Pinheiros, região oeste, tel. 3061-0320. 60 lugares. Ter. a sex.: 9h às 19h. Sáb.: 9h às 18h. Dom.: 9h às 17h.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais

Mais lidas