Restaurante Cepa tem cozinha atenta aos processos dos alimentos

Comandada por jovens sócios, casa está na região do Tatuapé

Marina Consiglio
São Paulo

Não fosse a discreta sinalização, o Cepa, inaugurado há um mês, poderia facilmente ser confundido com uma casa residencial. Ao menos por fora: tem portão de ferro, chão de caquinhos vermelhos e uma garagem.

É lá dentro que o endereço ganha mais cara de restaurante, com decoração industrial, cozinha aberta, bar e adega aparente. Mas o clima mantém-se agradável e informal, com o atendimento atencioso.

Dianteiro de angus e feijão-branco no xerez, opção de principal no novo Cepa
Dianteiro de angus e feijão-branco no xerez, opção de principal no novo Cepa - Willian Prado/Divulgação

Nas mãos do chef Lucas Dante, a cozinha entrega um cardápio cuja proposta é trabalhar tanto alimentos frescos quanto os que passam por processos de transformação —cura, fermentação e defumação são exemplos.

Com isso, os peixes, verduras e legumes são sempre os do dia; já carnes, derivados do leite e frutas passam pelos tais processos.

Entre as entradas, há a tábua de curados (copa-lombo, lardo, pancetta e papada) com pão de campanha e picles (R$ 24) —tudo feito ali— e a burrata acompanhada de beterraba, vinagrete de mel e farofa de pão (R$ 26). Já nos principais, o dianteiro de Angus vem com feijões-brancos preparados no xerez (R$ 55).

Assinada pela sócia e sommelière Gabrielli Fleming, a carta prioriza os vinhos naturais — com o mínimo de intervenção e sem o uso de aditivos. São cerca de 50 rótulos.

R. Antônio Camardo, 895, Vila Gomes Cardim, região leste, tel. 2096-0687. 40 lugares. Seg. a qui.: 19h às 22h30. Seg. a sex.: 12h às 15h. Sex. e sáb.: 19h às 23h. Sáb. e dom.: 12h às 16h. Não aceita tíquetes.
 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais