Novidade no Brasil, chocolate belga cor-de-rosa é usado em confeitarias e sobremesas

O doce não tem corantes ou aromatizantes e sua composição é quase 50% cacau

Marina Consiglio
São Paulo

Para a alegria dos chocólatras, ainda há o que se criar neste universo. A novidade é uma nova categoria de chocolates, o rubi —que deverá ficar mais conhecido por aqui como cor-de-rosa, devido à sua coloração natural. Sim, o doce não tem corantes ou aromatizantes e sua composição é quase 50% cacau. Criado pelo grupo belga Barry Callebaut, o segredo para atingir o tom de rosa millennial está nas amêndoas usadas. 

Confira roteiro com casas que exploram a guloseima.

 

Cantaloup
No restaurante, cuja cozinha tem influência de diferentes culturas, o chef-confeiteiro Arno Porto usa o rubi como base para uma musse, também feita com morango e vinho do Porto (R$ 32).
R. Manuel Guedes, 474, Jd. Europa, região sul, tel. 3078-3445. Seg. a qui.: 12h às 15h e 19h às 24h. Sex.: 12h às 15h e 19h à 1h. Sáb.: 19h30 à 1h. Dom.: 12h às 17h. Não aceita tíquetes. 

Cau Chocolates
Nesta loja é possível encontrar o rubi em duas versões: no bombom recheado com ganache de chocolate (R$ 8, a unidade) e na barra crocante (R$ 46, 100 g). A casa também tem uma linha de doces feita com o rubi, batizada de Pink, vendidos sob encomenda.
R. Peixoto Gomide, 1.740, Jd. Paulista, região oeste, tel. 3081-9820. 18 lugares. Seg. a sex.: 10h às 19h. Sáb.: 10h às 16h. 

Carole Crema Doces
A confeiteira usa o rubi em criações como a drágea com miçangas (R$ 45, 75 g) e em uma mistura com raspas de laranja (R$ 12, 17 g). Para os curiosos, há tabletes só com o chocolate (R$ 16, 35 g).
R. da Consolação, 3.161, Cerqueira César, região oeste, tel. 3088-7172. 23 lugares. Seg. a sáb.: 10h às 19h. Dom.: 11h às 17h. 

Gelato Boutique
A sorveteria começa a vender nesta sexta (22) três sobremesas com o ingrediente: o gelato de rubi com flocos também do ingrediente (R$ 13 a R$ 18), o picolé de fior di latte com casquinha de rubi (R$ 12) e o crepe recheado com ganache do produto (R$ 17).
R. Pamplona, 1.023, Jardim Paulista, região oeste, tel. 3541-1532. 40 lugares. Seg. e dom.: 11h às 20h. Ter. a qui.: 10h às 20h. Sex. e sáb.: 10h às 21h.  

Renata Arassiro Chocolates
Instalada na zona sul paulistana, a especialista aposta na junção do chocolate belga com ingredientes nacionais —e não foi diferente com o rubi. Ele serve de base para receitas como o veludo de rubi com recheio de manjericão e limão-siciliano (R$ 8); no creme recheado com geleia de framboesa e ganache de capim-santo (R$ 8); no tablete, também com framboesa (R$ 26); no canudo crocante banhado no rubi e em framboesa (R$ 15) e no brigadeiro de wasabi enrolado no rubi (R$ 8).
R. Pascal, 1.195, Campo Belo, região sul, tel. 5092-4977. 8 lugares. Seg. a sáb.: 10h às 18h. Estac. (grátis). 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais