Marilyn oferece receitas de inspiração mediterrânea e serviço informal

Na casa, na zona leste de SP, clientela vê o chef montando os pratos para depois retirá-los no balcão

Manuela Tecchio
São Paulo

Detrás do balcão é possível ver o chef Michel Khodair montando seus pratos de inspiração mediterrânea, retirados ali pelos clientes. O clima informal, também refletido no salão e nas louças da casa, é o que define a proposta do Marilyn, recém-aberto na região do Tatuapé.

Ali, o pedido é feito no caixa. Dá para solicitar, em uma tacada só, uma das entradinhas —como a salada de tomates e folhas (R$ 19,90) ou a berinjela tostada com musseline de ricota (R$ 25,50)—, prato principal, bebida e sobremesa.

No menu simples, o nome dos principais destaca sempre a proteína, que, aliás, pode ser substituída por um hambúrguer vegetariano. Entre eles, há peixes e frutos do mar, como a truta acompanhada de cuscuz marroquino (R$ 41,90), carnes, como o entrecôte com batatas no alecrim, ou ainda massas, como o linguine no creme de funghi com carne (R$ 36,90).

Durante a semana, em horário de almoço, o lugar também oferece um menu-executivo (R$ 30,90), com entrada, sobremesa e principal, quase sempre com mais de três opções de proteína.

Um menu infantil traz opções para os pequenos, caso do Não Gosto (R$ 28,90), com arroz batata e filé, ou do Não Quero, com espaguete ao sugo e tiras de frango (R$ 25,90).

R. Serra de Botucatu, 613, Vila Gomes Cardim, região leste, tel. 2091-7370. Seg. a sex.: 11h30 às 15h. Sáb.: 12h às 16h. $ 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais