10/02/2012 - 10h50

Saiba quais as coxinhas mais gostosas de SP; veja o ranking do Guia

As informações estão atualizadas até a data acima. Sugerimos contatar o local para confirmar as informações

SAULO YASSUDA
DE SÃO PAULO

Uma dentada rompe a casquinha crocante. Um naco tenro de massa chega ao paladar. O bocado de frango desfiado e bem temperado aparece junto. Deleite na certa.

Essa profusão de sabores e texturas revela a coxinha perfeita. Completam os requisitos um modelado uniforme e uma fritura que não encharca o guardanapo.

Apesar de aparentemente simples, acertar no salgado não é fácil. É por isso que, munido de bloquinho e caneta na mão --e fome na cabeça--, o Guia saiu à caça das melhores coxinhas de São Paulo.

Para a escolha dos locais testados (bares, lanchonetes e confeitarias), coletamos dicas de leigos e especialistas no assunto. A coxinha tinha de estar na boca do povo.

Confira abaixo a avaliação das 20 coxinhas testadas.

Colaborou Anderson Santiago

Maria do Carmo/Folhapress
Sao Paulo, SP, Brasil. 06.02.2012. Coxinha Bar Filial. (Foto: Maria do Carmo/ Folhapress, Revista)
Coxinhas do boteco Filial (R$ 6,50), na Vila Madalena (zona oeste de São Paulo), são sequinhas e crocantes

*

1º) Veloso - EXCELENTE
Lugar-comum para se descrever uma coxinha perfeita (R$ 3,50). Frita na hora, tem uma casquinha crocante de dar inveja, uma camada de massa fina e um recheio cremosíssimo que espalha pela boca. Tudo vem ao paladar de uma vez só, em equilíbrio. É impossível comer apenas uma.
Informe-se sobre o local

2º) Bar do Luiz Fernandes - EXCELENTE
Se você for guloso, dá para comer numa abocanhada só. De tamanho médio e frita na hora, tem formato arredondado.
A camada de massa é fina, mas não deixa o recheio reinar sozinho: o frango vem desfiadinho, bem temperado e com muita salsinha. Coroa o salgado uma casquinha crocante. Custa R$ 3,50.
Informe-se sobre o local

3º) Bar Número - ÓTIMA
Em um prato, seis minicoxinhas repousam em "nichos". Custam exorbitantes R$ 28. Pequeninas, elas vêm douradas, sequinhas e crocantes. A proporção entre massa e recheio é ideal -impossível comer só massa e vice-versa. Acompanha molho doce de pimenta (coloque só uma gotinha, para não roubar o sabor do salgado).
Informe-se sobre o local

4º) Frangó - ÓTIMA
Provada na versão individual (R$ 4,60),
a primeira mordida é de massa. A segunda, de massa e Catupiry. São necessárias três dentadas para alcançar o frango, cheio de sabor. Modelada perfeitamente, é frita na hora, com casca crocante e dourada e algumas bolhas estouradas (como um pastel). Vale pelo sabor.
Informe-se sobre o local

Paulo Pampolin/Hype/Folhapress
Guia Especial Folha de São Paulo / - data: 21/05/2009 Porção de coxinha do bar Veloso Foto: Paulo Pampolin / Hype
Porção de coxinha do bar Veloso, na Vila Mariana (zona sul da cidade), a mais gostosa da cidade, segundo avaliação do "Guia"

5º) Dulca - ÓTIMA
Pequeno, o salgado é levado todo dia da fábrica, na Barra Funda, para as quatro filiais. Em forminha de papel, repousa na estufa -por isso, a casquinha é murcha. A fritura, porém, deixa a coxinha sequinha e dourada. O recheio, úmido, é bem gostoso.
Informe-se sobre o local

6º) Di Cunto - ÓTIMA
Vendidas em pequenas unidades (R$ 1,50), as coxinhas dividem espaço com diversas friturinhas na vitrine da loja. Mas são as preferidas do público -uma massa leve e saborosa reveste os filetes de frango, que têm tempero na medida e desmancham na boca. Para coroar, a guloseima é envolta numa casquinha crocante, sem excesso de óleo. Esqueça a dieta e vá preparado para não pedir uma só.
Informe-se sobre o local

7º) Filial - ÓTIMA
O preço pode assustar os mais desavisados: neste bar, a coxinha custa R$ 6,50. Mas quem é amante do salgado não hesita em pedir, já que a receita é caprichada. De tamanho médio e formato alongado, a guloseima destaca-se por ser sequinha e crocante. A massa, de tempero equilibrado, esconde um recheio farto.
Informe-se sobre o local

8º) Ugue's - BOA
Longilínea, a coxinha (R$ 4) é frita na hora e apresenta empanado crocante. A massa é saborosa, macia e vem na medida certa. Mas a cozinha cometeu deslizes: o salgado veio à mesa dourado demais e faltou sabor no recheio, feito de pedaços inteiriços de peito de frango.

R. Mq. de Itu, 1.039, Vila Buarque, Centro, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11 3661-3197. 60 lugares. Seg. a sáb.: 11h30 às 24h.

9º) Doce & Cia - BOA
O recheio é branquinho e gostoso, em quantidade suficiente para um bom casório com a massa macia e bem temperada (o dono não revela a receita). Apesar de repousar frito na estufa, não resseca. É feiosa, um tanto alongada, e tem tamanho entre a coxinha de coquetel e a de boteco. O valor é R$ 2,70, sem Catupiry.

R. Fradique Coutinho, 527, Pinheiros, zona oeste, 3819-5921. Seg. a sex.: 7h30 às 22h. Sáb.: 7h30 às 21h. CC: AE, D, M e V.

10º) Praça Cheese - BOA
Um salgado bonito, bem formatado, repousa na estufa. Apresenta fritura sequinha, dourada por igual, e empanado aderente. A massa não emociona, mas o recheio, sem cor viva, compensa pelo sabor e pelas carnudas lascas de frango. O preço é R$ 3,50.

R. Álvaro Anes, 25, Pinheiro, zona oeste, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11 3812-1857. Seg. e ter.: 7h30 às 24h. Qua. a sex.: 7h30 à 1h. Sáb.: 7h30 às 20h.

11º) BH Lanches - BOA
Gorducha (R$ 3), quase vale por uma refeição e costuma alimentar os notívagos que aparecem por ali. Precisa-se dar mais de uma mordida para se chegar até o recheio. Apesar de massuda, mostrou uma massa bem saborosa, tal qual o frango, de coloração avermelhada. Cuidado com o molho de pimenta.

R. Augusta, 1.533, Consolação, Centro, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11 3283-3653. Seg. a dom.: 24h.

12º) Ofner - BOA
O recheio, de lascas bem desfiadas de frango, é farto e quase se confunde com a massa, saborosa e macia -de tão mole, fica levemente amassada. Uma pena ser servido oleoso e com casca dura, que faz mastigar feito chiclete. Custa R$ 5, sem Catupiry.
Informe-se sobre o local

13º) Frutaria Santo Eduardo - BOA
Bem modelada, mas tem casquinha com alguns "relevos". Perdeu pontos pelo guardanapo encharcado de óleo e pela necessidade de se dar mais de duas mordidas para encontrar o recheio. Compensa, porém, pelo bom sabor. Feita com batata, a massa é gostosa e orna
com o recheio, soltinho. Vale R$ 4.

R. Curuçá, 1.048, Vila Maria, zona norte, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11 2954-4608. Seg. a dom.: 10h à 1h.

14º) Coco, Cravo e Canela - BOA
Repousa em uma estufa e, mesmo assim, é servida levemente fria. Tem quantidades compatíveis de recheio e massa, que poderia ser mais macia. O frango é alaranjado e bem desfiado, mas não emociona no paladar. Custa R$ 3,50.

R. Cardeal Arcoverde, 1.942, Pinheiros, zona oeste, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11 3032-9505. Seg. a sáb.: 7h30 às 20h30. Dom.: 9h às 20h30. CC: D, M e V.

15º) Yokoyama - BOA
Já frito, o salgado (R$ 5,80) descansa próximo aos tachos de óleo do pastel -pecou por estar morno na hora de servir. A massa é feita de batata, e, apesar de agradar ao paladar, parece que se está comendo um purê. Em conjunto com o frango desfiado (gostoso), lembra mais
um fricassê que uma coxinha.
Informe-se sobre o local

Divulgação
coxinha servida na rede Ofner na capital paulista
Coxinhas servidas na rede de confeitarias Ofner, com várias unidades na capital paulista, são bem saborosas

16º) Santa Coxinha - REGULAR
Feita com massa de batata, a coxinha da casa (R$ 3,50) não é de empolgar. O recheio, apesar de farto, é seco e tem excesso de tempero. Ponto para a massa, que é levinha.

Pça. República Lituana, 73, Vila Zelina, zona leste, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11 2345-4249. Seg. a sáb.: 10h às 22h30. CC: AE, D, M e V.

17º) Clube da Coxinha - REGULAR
O salgado (R$ 3) é conservado na estufa. Uma rachadura na base tirou a boa impressão. A massa de batata estava com sabor de farinha e dominou o paladar até se alcançar o recheio, quase moído..

R. Luís Góis, 1.009, Mirandópolis, zona sul, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11 3804-0181. Seg. a sáb.: 10h às 19h. CC: M e V. E outro endereço.

18º) Rosima - REGULAR
Bem gordinha, quase redonda, a coxinha (R$ 4) veio com a base rachada pelo calor, provavelmente da estufa. O sabor do recheio foi roubado pelo da massa: estava um bocado salgada, tinha gosto de farinha e veio em quantidade desequilibrada.
Informe-se sobre o local

19º) Starbucks - REGULAR
A rede internacional serve coxinhas para conquistar o público brasileiro. Com textura de purê, a massa é bem amarela e ganha companhia, logo na primeira abocanhada, do frango. O recheio, entretanto, estava moído e frio no centro. O "minutinho" no forno não foi suficiente para aquecê-lo, apenas para deixar o salgado retorcido e com as pontas escuras. A casca desmanchou-se toda antes mesmo de ser mordida. Custa R$ 4,90.
Informe-se sobre o local

20º) Barcelona - RUIM
Ao contrário do salgado servido com Catupiry, a versão sem o queijo (R$ 3,90) estava dourada demais, com gosto de queimado na casca, ofuscando o sabor da massa. Vem com uma charmosa pontinha, que imita um osso de galinha.
Informe-se sobre o local

Publicidade
Tempero de Família

Tempero de Família

Rodrigo Hilbert

Comprar

Cervejas, Brejas e Birras

Cervejas, Brejas e Birras

Mauricio Beltramelli

Comprar

Cerveja Feita em Casa

Cerveja Feita em Casa

Greg Hughes

Comprar

A Comida Baiana de Jorge Amado

A Comida Baiana de Jorge Amado

Paloma Jorge Amado

Comprar

Por uma Vida Mais Doce

Por uma Vida Mais Doce

Danielle Noce

Comprar