05/07/2011 - 14h03

Caixa Cultural traz retrospectiva do pintor Glauco Rodrigues

As informações estão atualizadas até a data acima. Sugerimos contatar o local para confirmar as informações

Deborah Couto e Silva
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Divulgação
"Gaúcho Mateando" (1953), obra do pintor Glauco Rodrigues em exposição na Caixa Cultural em São Paulo
"Gaúcho Mateando" (1953), obra do pintor Glauco Rodrigues em exposição na Caixa Cultural em São Paulo, até 21 de agosto

Pintor, desenhista, gravador, ilustrador e cenógrafo, Glauco Rodrigues, um dos maiores artistas contemporâneos brasileiros, ganha retrospectiva na Caixa Cultural São Paulo (zona oeste de São Paulo) até 21 de agosto.

Com curadoria do dramaturgo Antonio Cava, a exposição "O Universo Gráfico de Glauco Rodrigues" reúne mais de cem originais de Glauco, entre serigrafias, litografias, linoleografias, capas de revistas, como a extinta "Senhor" e a "Veja" dos anos 1950, 1960 e 1970 --entre outras--, capas de livros e discos de nomes como João Bosco, Jorge Mautner, Neguinho da Beija Flor e João Cabral de Melo Neto e cartazes de filmes.

Gaúcho de Bagé, nascido em 1929, Glauco Rodrigues criou o Clube da Gravura de Bagé, em 1951, com os artistas Glênio Bianchetti e Danúbio Gonçalves. Já em 54 integrava o Clube da Gravura de Porto Alegre com Vasco Prado e Carlos Scliar. No fim dos anos 1950, mudou-se para o Rio. Entre 1962 e 1965, morou em Roma e, nesse período, participou da Bienal de Veneza com Tarsila do Amaral, Alfredo Volpi e Frans Krajberg.

Ele também foi ilustrador na revolucionária revista "Senhor" ao lado de Carlos Scliar, Jaguar, Bia Feitler, Paulo Francis, Ivan Lessa, Luís Lobo e Newton Rodrigues.

Durante sua carreira, Glauco foi do figurativo ao abstracionismo gráfico, tendo encantando-se, durante a Bienal de Veneza, pela Pop Art.

Glauco Rodrigues tem veia historiadora com grande influência da cultura tropical, imprimindo cargas de sensualidade e forte olho crítico à sua obra. Sua finalidade sempre foi criticar e revelar um Brasil usando montagem "carnavalesca", mesclando passado e presente em uma arte que se passaria por fantasiosa, não fosse tão lúcida.

A mostra conta ainda com comentários de escritores como Clarice Lispector e Luis Fernando Veríssimo sobre o artista.

Divulgação
"Ícaro", matriz de serigrafia feita por Glauco Rodrigues em 1987; obra representa visão do Rio de Janeiro
"Ícaro" (foto), matriz de serigrafia feita por Glauco Rodrigues em 1987; obra representa visão do Rio de Janeiro

Caixa Cultural - Conjunto Nacional - av. Paulista, 2083, Cerqueira César, zona oeste, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11/3321-4400. Ter. a sáb.: 9h às 21h. Dom. e feriados: 10h às 21h. Até 21/8. Grátis.

Avaliações de cinema, teatro e exposições
ótimoruim
bompéssimo
regular
Publicidade
Breaking Bad - A Coleção Completa (DVD)

Breaking Bad - A Coleção Completa (DVD)

Vários

Comprar

Coleção Elvis (DVD)

Coleção Elvis (DVD)

Elvis Presley

Comprar

Caixa 007 Bond (DVD)

Caixa 007 Bond (DVD)

James Bond

Comprar

B.B King - Blues Session (DVD)

B.B King - Blues Session (DVD)

B.B King

Comprar

Ramones (DVD)

Ramones (DVD)

Ramones

Comprar