Marepe ganha retrospectiva da carreira na Pina Estação

Artista apresenta 30 obras que percorrem seus 30 anos de carreira

Isabella Menon
São Paulo

Conhecido por utilizar objetos do cotidiano nas instalações, Marepe ganha uma retrospectiva na Pina Estação, neste sábado (27). Ali, são apresentados 30 obras que percorrem os 30 anos de carreira do artista que costuma inserir referências de sua cidade natal no Recôncavo Baiano. 

“Marepe: Estranhamente Comum” ocupa três salas do quarto andar da sede: Mover, Transformar e Condensar. 

 A primeira reúne obras que trabalham com a retirada de objetos do cotidiano e sua inserção no campo artístico. É o que acontece em “Periquitos” (2005), que transmite o movimento de escala e desproporção ao apresentar uma TV gigante com acrílico colorido.

A segunda conta com obras que, em composição, sugerem um novo arranjo narrativo. Como é o caso de “O Retrato de Bubu” (2005), em que uma imagem do avô de Marepe aparece em uma medalha, como se ele fosse uma figura histórica. 

Na última, obras beiram a livre associação, como “Doce Céu de Santo Antônio” (2001), série de fotos que mostram o artista segurando um algodão-doce. A guloseima aparece justaposto com o céu e se mistura com as nuvens.

Lgo. Gen. Osório, 66, Santa Efigênia, tel. 3335-4990. Seg. e qua. a dom.: 10h às 17h30. Até 28/10. Livre. Abertura sáb. (27), 11h. Grátis. 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais