Ícone do expressionismo, Goeldi ganha mostra com mais de 200 gravuras

"Raros artistas brasileiros esperam tão pouco da realidade quanto Oswaldo Goeldi". Assim começa o livro "Goeldi", do crítico de arte Rodrigo Naves.

O maior gravurista do país transportou sua visão obscura e sua veia expressionista, trazida da capital suíça, onde passou a juventude e a infância, para suas telas, que poderão ser conferidas pelo visitante na mostra "Sombria Luz", no MAM (zona sul de São Paulo).

"Sonâmbula" (sem data) está entre as obras na maior retrospectiva do expoente do expressionismo no Brasil Oswaldo Goeldi
"Sonâmbula" (sem data) está entre as obras na maior retrospectiva de Oswaldo Goeldi, expoente do expressionismo no Brasil - Crédito: Divulgação

As cerca de 200 obras em cartaz, entre gravuras originais e desenhos produzidos dos anos 1920 até sua morte, foram selecionadas pelo curador Paulo Venâncio Filho. Destaque para a xilogravura "Chuva", a peça mais clássica e mais emblemática da produção de Goeldi, segundo Venâncio.

Informe-se sobre o evento

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais