Mostra no Sesc 24 de Maio investiga uso de cores na obra de Lasar Segall

'Lasar Segall: Ensaio sobre a Cor' está em cartaz no Sesc 24 de Maio

Amanda Ribeiro
São Paulo

Pintor e escultor conhecido por retratar temas como a violência, a miséria e o isolamento social, o lituano naturalizado brasileiro Lasar Segall é protagonista da mostra “Lasar Segall: Ensaio sobre a Cor”, que o Sesc 24 de Maio inaugura nesta sexta (26).

Com curadoria de Maria Alice Milliet e realizada em parceria com o Museu Lasar Segall, a exposição apresenta as diferentes paletas de cor adotadas pelo artista ao longo de sua carreira e as relaciona com os temas de suas obras. As 87 pinturas e seis desenhos são exibidos em núcleos cronológicos.

O primeiro, Angústia, cobre a carreira de Segall entre os anos 1910 e 1923 e apresenta obras de características expressionistas, cujo azul e roxo, cores fortes, remetem à miséria da Primeira Guerra Mundial.

A partir de 1924, os trabalhos— expostos no núcleo Sob o Signo dos Trópicos— ganham tons avermelhados e incorporam elementos do modernismo brasileiro.

O calor é substituído pelo ocre em Compaixão, que volta a retratar o sofrimento, agora na Segunda Guerra Mundial.

Entre os anos 1940 e 1950, Segall se volta aos tons azulados e esverdeados das montanhas de Campos do Jordão, onde se refugiou pouco antes de sua morte.

Sesc 24 de Maio - R. Vinte e Quatro de Maio, 109, República, tel. 3350-6300. Ter. a sáb.: 9h às 21h. Dom.: 9h às 18h. Abertura sexta (26). Até 5/3. Livre. GRÁTIS

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais