Exposição reúne achados arqueológicos da Terra Santa

Modelo de templo está exposto na mostra "Tesouros da Terra Santa", no Masp, em SP - Crédito: Divulgação

Mais do que se informar por meio de relatos de passagens históricas ligadas ao judaísmo e ao cristianismo, como a construção do Primeiro e Segundo Templos e a existência de Jesus Cristo, os visitantes da exposição "Tesouros da Terra Santa - Do Rei David ao Cristianismo", em exposição no Masp (Museu de Arte de São Paulo) a partir desta quarta-feira (13), poderão ver, sentir e tirar suas próprias conclusões sobre parte da história dessas religiões.

A exposição, com peças do Museu de Israel (em Jerusalém), fica no Masp até novembro. Ao todo, são 150 achados arqueológicos do período compreendido entre 1.000 a.C. até o século 1º da era cristã, reunidos para ajudar a comprovar dados históricos.

Entre eles, estão o ossuário de Caifás e uma inscrição com o nome de Pôncio Pilatos, dados como dois dos cinco artefatos genuínos da arqueologia que comprovam dados históricos do período de Jesus na Palestina. Outra peça de destaque exposta no museu é a "pedra da vitória", entalhada por um rei de Aram, contendo uma inscrição que menciona a "Casa de Davi", referência à dinastia fundada pelo rei.

Painel fotográfico com sinagogas do período bizantino (70 d.C. - 640 d.C.), em exposição - Crédito: Alex Almeida/Folha Imagem
<> Spiffy Imagem
Painel fotográfico com sinagogas do período bizantino (70 d.C. - 640 d.C.), em exposição
Matéria importada do Spiffy News

O espaço expositivo será dividido em partes distintas. A primeira terá foco nos aspectos históricos, religiosos e políticos da Terra Santa e na centralização do culto em Jerusalém, além de descrever a vida cotidiana dos israelenses.

Já a segunda parte será voltada ao período do Segundo Templo, em Jerusalém, e ao início do cristianismo. Serão traçados o papel do Templo Sagrado e o estilo de vida dos primeiros cristãos.

O período bizantino ganha destaque na parte final da mostra. Nessa época, seguidores do judaísmo e do cristianismo se dedicavam à construção de monumentais casas de oração --antigas sinagogas e igrejas de estrutura semelhante, pois ambas possuíam pia batismal, altar e outros objetos, refletindo a origem comum.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais