Mostra 'Entre Construção e Apropriação' reúne produção construtivista dos anos 1960

Obras de Geraldo de Barros, Antonio Dias e Rubens Gerchman estarão expostas

“They Are Kissing”, pintura de Geraldo de Barros exposta na mostra "Entre Construção e Apropriação", no Sesc Pinheiros
“They Are Kissing”, pintura de Geraldo de Barros exposta na mostra "Entre Construção e Apropriação", no Sesc Pinheiros - Everton Ballardin/Divulgação
Amanda Ribeiro
São Paulo

Movimento que preconizava a integração entre técnicas artesanais e industriais de criação e apresentava estética marcada pelo uso de formas geométricas, o construtivismo teve em Geraldo de Barros (1923-1998) um importante nome no Brasil.

A produção do pintor e fotógrafo e de outros dois artistas —Antonio Dias e Rubens Gerchman (1942-2008)—, herdeiros do movimento, estará reunida, a partir de quinta (5), na exposição “Entre Construção e Apropriação”, no Sesc Pinheiros.

O objetivo da mostra, que exibe 60 obras da década de 1960, é colocar em diálogo a produção dos artistas e apontar implicações técnicas e estéticas do movimento em suas criações.

Sesc Pinheiros - R. Pais Leme, 195, Pinheiros, região oeste, tel. 3095-9400. Ter. a sáb.: 10h30 às 21h30. Dom.: 10h30 às 18h30. Até 3/6. Livre. Abertura 5/4. GRÁTIS 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais