Descrição de chapéu Cinema
Streaming

Gostou de 'Bridgerton'? Conheça 10 romances de época para assistir no streaming

Lista vai de 'E o Vento Levou', dos anos 1930, ao recente 'Emma', baseado em Jane Austen

São Paulo

Antes, romances de época costumavam surgir nos cinemas adaptando clássicos da literatura e com um perfil mais mamão com açúcar, como nos títulos baseados em livros de Jane Austen. Mas o gênero vem ganhando cada vez mais fôlego e ares jovens e até picantes, sobretudo no streaming —o que ajuda a explicar o sucesso de "Bridgerton", que ganhou a segunda temporada na Netflix na sexta (25).

A obra é uma adaptação dos livros de Julia Quinn, escritora que virou queridinha de uma nova geração de fãs do gênero. Na história, os protagonistas são membros de uma família de aristocratas ingleses, e lorde Anthony Bridgerton não consegue encontrar a mulher ideal. Até que surgem Kate Sharma e sua irmã mais nova Edwina Sharma, que vêm da Índia.

Simone Ashley e Jonathan Bailey na segunda temporada de 'Bridgerton'
Simone Ashley e Jonathan Bailey em cena da segunda temporada de 'Bridgerton' - Liam Daniel/Netflix

Politicamente correta e buscando se afastar de qualquer cancelamento, "Bridgerton" se preocupa em pôr em cena um elenco multirracial e pessoas com diferentes tipos de corpos, sem medo de exibir romances gays e cenas de sexo. Produzida por Shonda Rhimes, de "Grey's Anatomy", a série se tornou a mais vista da Netflix pouco depois do lançamento —até perder o posto para o fenômeno sul-coreano "Round 6".

Mas romances de época, que geralmente envolvem o amor de um mocinho e uma mocinha com cenários bucólicos e vestidos bufantes, existem há décadas. O clássico (e polêmico) "E o Vento Levou", por exemplo, foi lançado em 1939. Nos anos 1990, Juliette Binoche e Ralph Fiennes protagonizaram o casal de "O Morro dos Ventos Uivantes", uma das referências do gênero no cinema.

As obras de Jane Austen, aliás, parecem ser fonte inesgotável para longas românticos ambientados em séculos passados. "Emma" ganhou em 2020 uma nova versão com Anya Taylor-Joy, enquanto a adaptação de "Orgulho e Preconceito", de 2005, ainda é um dos títulos mais lembrados.

A lista abaixo reúne dez romances de época para ver no streaming e seguir no clima de "Bridgerton", enquanto uma terceira temporada não chega.

Adoráveis Mulheres
Um elenco cheio de nomes conhecidos, como Emma Watson, Saoirse Ronan, Florence Pugh, Laura Dern, Meryl Streep e Timothée Chalamet, protagoniza esta versão atualizada de "Mulherzinhas", romance de 1868 de Louisa May Alcott. O longa de Greta Gerwig tem acento feminista, com uma protagonista rebelde, que sonha em ser escritora e abomina a ideia de viver presa a um casamento, mas que não deixa de lado o romance. Ambientado no século 19, venceu o Oscar de melhor figurino em 2020.
EUA, 2019. Direção: Greta Gerwig. Com: Saoirse Ronan, Emma Watson e Timothée Chalamet. 10 anos. No Amazon Prime Video


Anna Karenina
Ambientado na Rússia do final do século 19, adapta o clássico literário escrito por Liev Tolstói. Quem vive a protagonista é a atriz Keira Knightley, que parece ser uma queridinha dos romances de época. Na história, Anna Karenina é casada com um rico funcionário do governo, mas se envolve com um outro homem, conhecido como conde Vronsky. Ela decide se separar de seu marido para engatar no novo relacionamento, mas o problema é que ele não aceita o divórcio. Venceu o Oscar de figurino em 2013.
Reino Unido, 2012. Direção: Joe Wright. Com: Aaron Taylor-Johnson, Jude Law e Keira Knightley. 14 anos. No Starzplay


A Duquesa
Keira Knightley surge de novo como protagonista, mas desta vez dando vida à jovem Georgiana Spencer, que se casa com o duque de Devonshire, papel de Ralph Fiennes. No século 18, a jovem impressiona a corte inglesa com sua perspicácia, deixando claro que quer ser mais do que apenas uma mulher casada. Seu marido, por sua vez, quer um filho homem —mas todas as tentativas do casal são infrutíferas, o que acaba abalando a relação dos dois.
EUA, França, Itália e Reino Unido, 2008. Direção: Saul Dibb. Com: Dominic Cooper, Keira Knightley e Ralph Fiennes. 14 anos. No Globoplay


Emma
Adaptação mais recente do livro homônimo de Jane Austen, acompanha uma jovem rica que passa o tempo tentando arranjar casamentos para as amigas e conhecidos. Nesta versão, a personagem é interpretada por uma das atrizes mais comentadas do momento, Anya Taylor-Joy, de "O Gambito da Rainha". O filme, carregado de paisagens bucólicas, recebeu indicações ao Oscar de melhor figurino e melhor maquiagem em 2020.
Reino Unido, 2020. Direção: Autumn de Wilde. Com: Anya Taylor-Joy, Mia Goth e Johnny Flynn. 10 anos. Para compra em Google Play e YouTube

Anya Taylor-Joy em cena de Emma., inspirado em livro homônimo de Jane Austen
Anya Taylor-Joy em cena de 'Emma', baseado em Jane Austen - Divulgação

E o Vento Levou
O clássico de quase quatro horas acompanha Scarlett O'Hara, uma dondoca que consegue tudo o que quer, menos o amor de um nobre sulista. A situação muda com a Guerra Civil Americana, quando a personagem precisa amadurecer e lutar para sobreviver e manter a fazenda da família. Disponível na HBO Max, o filme foi retirado da plataforma em 2020, quando protestos contra o racismo e a brutalidade policial eclodiram nos Estados Unidos –é que a forma como pessoas negras são retratadas no longa é considerada problemática atualmente. A HBO reinseriu o título, mas com a adição de uma explicação sobre estereótipos de personagens negros na obra.
EUA, 1939. Direção: Victor Fleming. Com: Clark Gable, Thomas Mitchell e Vivien Leigh. Livre. Na HBO Max


Jane Eyre
Charlotte Brontë é outra autora que frequentemente ganha adaptações para as telas. Neste drama, com Mia Wasikowska no papel principal, uma tímida governanta é desprezada pelos familiares e começa a trabalhar na casa do misterioso Edward Rochester. A garota logo se apaixona e consegue amolecer o coração do patrão taciturno.
EUA, 2012. Direção: Cary Joji Fukunaga. Com: Mia Wasikowska, Michael Fassbender e Jamie Bell. 12 anos. Para aluguel e compra no Google Play e YouTube


O Morro dos Ventos Uivantes
Juliette Binoche e Ralph Fiennes vivem a dupla amorosa do filme baseado no livro de Emily Brontë, que se passa no século 18, numa trama sobre amor e diferença de classes. Criados como irmãos adotivos, Cathy e Heathcliff vivem uma paixão repleta de brigas e ciúmes, mas são separados. Anos depois, Heathcliff retorna, desta vez rico, decidido a recuperar seu amor. O filme da década de 1990 com tons góticos é um clássico dos romances de época ainda hoje.
EUA e Reino Unido, 1992. Direção: Peter Kosminsky. Com: Juliette Binoche, Ralph Fiennes e Simon Ward. 12 anos. Para aluguel e compra no Amazon Prime Video e iTunes


Orgulho e Preconceito
É a adaptação de mais um clássico de Jane Austen –o livro homônimo foi publicado em 1813 e até hoje faz sucesso. A história se passa na Inglaterra de 1797 e tem como protagonista Elizabeth Bennet, vivida por Keira Knightley. Na trama, a moça é pressionada pela mãe para se casar, mas essa não é uma prioridade para ela. As coisas começam a mudar quando conhece o rico e esnobe Darcy —até que um romance ameaça surgir, apesar de ambos serem de classes sociais diferentes.
EUA, França e Reino Unido, 2005. Direção: Joe Wright. Com: Brenda Blethyn, Keira Knightley e Matthew Macfadyen. Livre. Na Netflix

Keira Knightley e Matthew Macfadyen em cena do filme 'Orgulho e Preconceito' (2005)
Keira Knightley e Matthew Macfadyen como par romântico em 'Orgulho e Preconceito' (2005) - Divulgação

Razão e Sensibilidade
Mais um para a lista de adaptações de Jane Austen. O filme baseado no romance escrito há mais de 200 anos acompanha duas irmãs, vividas por Emma Thompson e Kate Winslet, que são deixadas sem qualquer herança após a morte do pai. Enquanto encaram as dificuldades financeiras e a cobrança por um casamento, uma delas, que lida com as coisas de forma prática, sacrifica seu amor pela felicidade da irmã. Foi dirigido por Ang Lee, de "O Segredo de Brokeback Mountain" e "O Tigre e o Dragão".

EUA e Reino Unido, 1996. Direção: Ang Lee. Com: Emma Thompson, Kate Winslet e Hugh Grant. 10 anos. Na Netflix e para aluguel e compra no Google Play e iTunes


Shakespeare Apaixonado
Aqui, o jovem William Shakespeare encontra dificuldades para escrever uma nova peça. Até que ele conhece Viola de Lesseps, papel de Gwyneth Paltrow, que sonha em atuar, o que era proibido para mulheres na época. Ela decide, então, se disfarçar de homem para ensaiar um texto de Shakespeare —e um romance desperta, mas a família de Viola prometeu a jovem em casamento para outro homem.
EUA, 1999. Direção: John Madden. Com: Gwyneth Paltrow, Joseph Fiennes e Geoffrey Rush. 14 anos. Para aluguel e compra no Starzplay e iTunes

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais