Descrição de chapéu series
Streaming

Conheça cinco séries picantes para esquentar o fim de semana gelado em São Paulo

De 'Brincando com Fogo' a 'Elite', produções apostam em pegação e ménages

Ator e cantor Aron Piper na serie 'Elite', da Netflix

Ator e cantor Aron Piper na serie 'Elite', da Netflix Instagram/aronpiperbrasil

São Paulo

O sol na hora do almoço até engana. Mas, quem ousa abrir uma frestinha da janela já sente o vento gélido de São Paulo cortando a pele. Nesta semana, o frio reinou na capital, com termômetros registrando 6º C.

Como a onda polar segue, uma opção para aquecer os dedos congelados no fim de semana é maratonar séries com cenas picantes e protagonistas com pouca roupa.

Confira, a seguir, cinco produções que podem esquentar os próximos dias, tanto acompanhado quanto na solidão da pandemia, debaixo das cobertas ou até com meias nos pés.

Brincando com Fogo
O reality é uma espécie de Jardim do Éden, onde jovens sarados e siliconados são levados a uma ilha paradisíaca. Lá, a maçã proibida é transar e beijar. Mas, diferentemente da versão bíblica, quem descumprir as regras terá uma multa deduzida do prêmio de US$ 100 mil —aqui, cada pecado tem um valor.
EUA, 2020. Duas temporadas. 16 anos. Na Netflix


Elite
Cada temporada é centrada no mistério ao redor da morte, desaparecimento ou acidente de algum dos estudantes de um colégio de elite da Espanha. Além das investigações e muito drama, cenas quentes preenchem os episódios, algumas no chuveiro da escola, outras mostrando o relacionamento incestuoso entre dois meios-irmãos.
Espanha, 2018. Criadores: Darío Madrona e Carlos Montero. Com: Itzan Escamilla, Omar Ayuso e Miguel Bernardeau. 18 anos. Quatro temporadas. Na Netflix


Girls
A série ficou marcada pelas cenas de sexo sem glamour e bem mais reais do que Hollywood estava acostumada.
EUA, 2012. Direção: Lena Dunham. Com: Lena Dunham, Allison Williams e Jemima Kirke. Seis temporadas. Na HBO Max. 16 anos


The L Word: Geração Q
Sequência da série que foi ao ar entre 2004 e 2009, a novelinha lésbica embalada a muita pegação, o seriado tem dos mais comuns beijos a cenas de ménage à trois.
EUA, 2019. Direção: Michele Abbott. Com: Jennifer Beals, Jamie Clayton e Katherine Moennig. Uma temporada. 18 anos. No Amazon Prime Video

Shane (interpretado por Katherine Moennig, no centro, com Leisha Hailey, à esq., e Jennifer Beals) transforma um bar de esportes de Los Angeles em um bar de lésbicas sofisticado em "The L Word: Generation Q."
Shane (interpretado por Katherine Moennig, no centro, com Leisha Hailey, à esq., e Jennifer Beals) transforma um bar de esportes de Los Angeles em um bar de lésbicas sofisticado em 'The L Word: Generation Q' - Hilary Bronwyn Gayle/Showtime/NYT

Sex/Life
Com o casamento morno, Billie passa a recordar o passado com Brad com quem transava em qualquer lugar, desde o elevador às escadarias de uma galeria. Para saciar seus desejos, ela passa a escrever sobre os momentos quentes que compartilhava com o ex-parceiro em um diário. Até que seu marido descobre e tenta compensar a mulher —o que não dá muito certo.
EUA, 2021. Criação: Stacy Rukeyses. Com: Sarah Shahi, Mike Vogel e Adam Lemos. Uma temporada. 18 anos. Na Netflix

Cena de 'Sex/Life', disponível na Netflix
Cena de 'Sex/Life', disponível na Netflix - Divulgação

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais