Descrição de chapéu Oscar Cinema
Streaming

Oscar 2022: Saiba como assistir aos principais indicados no streaming e nos cinemas

Filmes como 'Ataque dos Cães' e 'Duna', líderes de nomeações, já podem ser vistos online

-
São Paulo

Está oficialmente aberta a temporada do Oscar. A principal premiação de cinema anunciou nesta terça, dia 8, os indicados de sua 94ª edição —marcada para o dia 27 de março e, ao que tudo indica, em uma festa presencial em Los Angeles, apesar do crescimento alarmante da pandemia de Covid.

Enquanto o prêmio não chega, grande parte dos filmes que estão na briga pelo Oscar já estão disponíveis —muitos nas plataformas de streaming, mas alguns também nos cinemas brasileiros.

Já pode ser visto online justamente "Ataque dos Cães", campeão de indicações no Oscar deste ano, brigando por 12 estatuetas. O longa está na Netflix e traz um faroeste recheado de questões contemporâneas. Nos cinemas estão títulos como "Casa Gucci" e "Homem-Aranha: Sem Volta para Casa"​, por exemplo. Já "Mães Paralelas" está atualmente em cartaz nos cinemas, mas em breve estreia também online.

Saiba abaixo onde assistir aos principais indicados ao Oscar 2022 e faça suas apostas de quem deve levar a estatueta dourada. Bons filmes.

Onde ver os principais indicados

007 - Sem Tempo para Morrer
Daniel Craig vive o agente secreto pela quinta e última vez no filme, cuja música-tema é cantada por Billie Eilish. Na trama, 007 está de férias na Jamaica quando um ex-companheiro da CIA pede a sua ajuda para resgatar um cientista sequestrado.
EUA e Reino Unido, 2021. Direção: Cary Joji Fukunaga. Com: Daniel Craig, Ana de Armas e Naomie Harris. 14 anos. Disponível para compra ou aluguel no YouTube, no Google Play, na Apple TV e no Now. Indicado ao Oscar de melhor som, melhor canção original para "No Time to Die" e melhores efeitos especiais


Apresentando os Ricardos
A cinebiografia acompanha a relação entre a atriz americana Lucille Ball e o músico cubano Desi Arnaz, seu marido e parceiro de cena, durante as gravações da sitcom "I Love Lucy", exibida nos anos 1950, enquanto eles enfrentam problemas na carreira e no casamento.
EUA, 2021. Dir.: Aaron Sorkin. Com: Nicole Kidman, Javier Bardem e J.K. Simmons. No Amazon Prime Video. Indicado ao Oscar de melhor atriz para Nicole Kidman, melhor ator para Javier Bardem e melhor ator coadjuvante para J.K. Simmons


​Amor, Sublime Amor
No remake de Steven Spielberg do musical clássico, Tony (Ansel Elgort), membro de uma gangue de brancos, se apaixona por Maria (Rachel Zegler), irmã do líder de uma gangue rival de porto-riquenhos. O amor proibido, inspirado na tragédia de "Romeu e Julieta", é intercalado por diversos números de canto e dança em cenários de Nova York.
EUA, 2021. Direção: Steven Spielberg. Com: Rachel Zegler, Ansel Elgort e Ariana DeBose. 14 anos. No Disney+. Indicado ao Oscar de melhor filme, melhor direção para Steven Spielberg, melhor atriz coadjuvante para Ariana DeBose, melhor figurino e melhor som


Ataque dos Cães
O filme é um dos mais cotados para levar o principal prêmio do Oscar deste ano e cria um faroeste com questões como a homossexualidade. Ambientado no oeste americano no início dos anos 1920, o longa segue um caubói machão, papel de Benedict Cumberbatch, que implica com o filho adolescente da nova mulher de seu irmão. A diretora, Jane Campion, é a primeira mulher indicada duas vezes a melhor direção.
Reino Unido, Canadá, 2021. Dir.: Jane Campion. Com: Benedict Cumberbatch, Kirsten Dunst e Jesse Plemons. 14 anos. Na Netflix. Indicado ao Oscar de melhor filme, melhor direção para Jane Campion, melhor ator para Benedict Cumberbatch, melhor atriz coadjuvante para Kirsten Dunst, melhor ator coadjuvante para Jesse Plemons e para Kodi Smit-McPhee, melhor trilha sonora, melhor som, melhor roteiro adaptado, melhor fotografia, melhor montagem e melhor direção de arte


O Beco do Pesadelo
Ambientado na Nova York dos anos 1940, o novo filme do mexicano Guillermo del Toro traz Bradley Cooper no papel de funcionário de um parque de diversões que se finge de médium para enganar ricaços, até ser confrontado pela psicanalista vivida por Cate Blanchett. A produção de estilo noir é uma adaptação do livro de William Lindsay Gresham que virou filme em 1947.
EUA, 2021. Direção: Guillermo del Toro. Com: Bradley Cooper, Cate Blanchett e Toni Collette. 16 anos. Em cartaz nos cinemas e no Star+. Indicado ao Oscar de melhor filme, melhor figurino, melhor fotografia e melhor direção de arte


Belfast
Vira e mexe a perspectiva das crianças nos ajuda a lembrar, no mundo muitas vezes racional além da conta criado pelos adultos, os absurdos da guerra. Pois é isso que Kenneth Branagh faz aqui, com o pequeno Buddy, um garoto de nove anos de uma família protestante, que testemunha o quebra-pau entre aqueles que participam da sua doutrina cristã e os católicos na capital da Irlanda do Norte, enquanto vê os impactos disso no seu círculo familiar.
Reino Unido, 2021. Direção: Kenneth Branagh. Com: Jamie Dornan, Caitriona Balfe, Judi Dench, 14 anos. Em cartaz nos cinemas. Indicado ao Oscar de melhor filme, melhor roteiro original, melhor ator coadjuvante para Ciarán Hinds, melhor som, melhor direção, melhor canção original e melhor atriz coadjuvante para Judi Dench.


Casa Gucci
Lady Gaga vive o papel de Patrizia Reggiani, socialite italiana que mandou matar o marido, o empresário Maurizio Gucci, diretor da grife de luxo de sua família, em 1995 —mas a cantora, que antes era cotada para a categoria de melhor atriz, foi esnobada pela premiação. O filme se passa na Itália e aborda o mundo da moda, com Adam Driver, Jared Leto e Al Pacino também no elenco.
EUA, Canadá, 2021. Direção: Ridley Scott. Com: Lady Gaga, Adam Driver e Jared Leto. 14 anos. Em cartaz nos cinemas, no Now e disponível para aluguel ou compra no YouTube, no Google Play, na Apple TV e no Amazon Prime Video. Indicado ao Oscar de melhor cabelo e maquiagem

Lady Gaga em cena do filme "Casa Gucci", dirigido por Ridley Scott
Lady Gaga em cena do filme 'Casa Gucci', dirigido por Ridley Scott - Divulgação

Cruella
Emma Stone dá vida à icônica e fashionista vilã de "Os 101 Dálmatas" no filme da Disney. O longa acompanha a vida de Estella, uma talentosa designer de moda na Londres punk dos anos 1970 que acaba chamando a atenção da lenda fashion Baronesa Von Hellman. O relacionamento das duas não dá certo e faz com que Estella se torne Cruella, uma pessoa má e elegante, que tem sede de vingança.
EUA, 2021. Direção: Craig Gillespie. Com: Emma Stone, Emma Thompson e Paul Walter Hauser. 12 anos. No Disney+. Indicado ao Oscar de melhor figurino e melhor cabelo e maquiagem


Duna
Com dez indicações, a ficção científica com Timothée Chalamet e Zendaya, adaptada do clássico escrito por Frank Herbert em 1965, narra a trajetória de Paul Atreides, um jovem herdeiro de um império intergaláctico. Ele enfrenta uma série de confrontos provocados por uma casa rival para assumir seu destino como um líder predestinado e comandar o planeta deserto de Arrakis.
Canadá, Hungria, Reino Unido, EUA, 2021. Direção: Denis Villeneuve. Com: Timothée Chalamet, Rebecca Ferguson e Zendaya. 14 anos. Nos cinemas, na HBO Max e disponível para compra e aluguel no Amazon Prime Video, no Google Play e na Apple TV. Indicado ao Oscar de melhor filme, melhor figurino, melhor trilha sonora, melhor som, melhor roteiro adaptado, melhor cabelo e maquiagem, melhor montagem, melhores efeitos especiais, melhor fotografia e melhor direção de arte


Drive My Car
Após a morte repentina da mulher, um diretor de teatro é convidado para fazer uma montagem em Hiroshima, no Japão. Entre suas manias, o artista tem um apego especial por um carro Saab vermelho, onde escuta fitas que sua mulher gravou lendo o texto das peças —até que ele é obrigado a permitir que uma jovem chofer conduza o veículo. O filme, em que o amor brota do silêncio, teve seu roteiro premiado em Cannes.
Japão, 2021. Direção: Ryusuke Hamaguchi. Com: Hidetoshi Nishijima, Toko Miura, Masaki Okada, 14 anos. Em cartaz nos cinemas. Indicado ao Oscar de melhor filme, melhor direção, melhor roteiro adaptado e melhor filme internacional.


Encanto
Ambientada na Colômbia, a nova animação da Disney narra a história de Mirabel, a única que não possui dons mágicos em sua família, mas se torna a heroína ao descobrir que sua terra corre perigo. A trilha sonora tem músicas de Lin-Manuel Miranda —você já deve ter ouvido o refrão "nós não falamos do Bruno", mas esta canção não foi escolhida para concorrer ao Oscar.
EUA, 2021. Direção: Byron Howard, Jared Bush e Charise Castro Smith. Com: John Leguizamo, Stephanie Beatriz e Wilmer Valderrama. Livre. Na Disney+. Indicado ao Oscar de melhor animação, melhor trilha sonora e melhor canção original para "Dos Oruguitas"


A Filha Perdida
Leda, interpretada pela atriz Olivia Colman, é uma professora de literatura de meia-idade que está fazendo uma viagem de férias sozinha pela Grécia. Lá, ela conhece uma jovem mãe, Nina (Dakota Johnson), e passa a refletir sobre sua própria experiência com a maternidade. O filme da Netflix é uma adaptação do romance homônimo de Elena Ferrante.
EUA, Grécia, 2021. Direção: Maggie Gyllenhaal. Com Olivia Colman, Dakota Johnson e Jessie Buckley. 16 anos. Na Netflix. Indicado ao Oscar de melhor roteiro adaptado, melhor atriz para Olivia Colman e melhor atriz coadjuvante para Jessie Buckley

cena de filme
Olivia Colman em cena do filme 'A Filha Perdida' - Divulgação

Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa
O blockbuster da Marvel que quebrou recordes de bilheteria também ganhou um espacinho no Oscar, com indicação à categoria de melhores efeitos especiais. No terceiro capítulo da saga estrelada por Tom Holland, Peter Parker tem a sua identidade secreta revelada e pede ajuda ao Doutor Estranho para reverter a situação a partir de uma magia no espaço-tempo. Mas o feitiço acaba provocando uma série de distorções no universo, que desencadeiam visitas de personagens de Homem-Aranha de outros mundos.
EUA, 2021. Direção: Jon Watts. Com: Benedict Cumberbatch, Tom Holland e Zendaya. 12 anos. Em cartaz nos cinemas e disponível para aluguel ou compra no Amazon Prime Video, no Google Play e na Apple TV. Indicado ao Oscar de melhores efeitos especiais


King Richard: Criando Campeãs
O drama apresenta a história da infância e da carreira das tenistas americanas Venus e Serena Williams. Will Smith vive Richard Williams, pai que se dedica a transformar as duas filhas em lendas do esporte, mas usando métodos pouco tradicionais.
EUA, 2021. Direção: Reinaldo Marcus Green. Com: Will Smith, Aunjanue Ellis, Saniyya Sidney e Demi Singleton. 12 anos. Nos cinemas, na HBO Max e disponível para aluguel ou compra no YouTube, no Google Play e na Apple TV. Indicado ao Oscar de melhor filme, melhor ator para Will Smith, melhor atriz coadjuvante para Aunjanue Ellis, melhor roteiro original, melhor canção original para "Be Alive" e melhor montagem


Licorice Pizza
Indicado diversas vezes ao Oscar —e sempre esnobado—, Paul Thomas Anderson reaparece na corrida deste ano com uma comédia romântica ambientada na Los Angeles dos anos 1970. De um lado, está o personagem de Cooper Hoffman, que vive um jovem que atua numa série de TV. Do outro, fica Alana Haim —da banda de pop rock Haim—, uma assistente de fotógrafo em escolas. Ele se apaixona pela mocinha, mas ela, desde o começo, impõe os limites da amizade.
EUA, 2021. Direção: Paul Thomas Anderson. Com Alana Haim, Copper Hoffman e Bradley Cooper, 14 anos. Em cartaz nos cinemas. Indicado ao Oscar de melhor filme, melhor direção e melhor roteiro original.


Luca
O personagem-título, um monstro marinho que vive no fundo do mar, descobre que consegue se transformar em humano ao subir para a superfície. Ao lado do amigo Alberto, eles partem em uma aventura em uma ilha.
EUA, 2021. Direção: Enrico Casarosa. No Disney+. Indicado ao Oscar de melhor animação


Mães Paralelas
No novo filme de Pedro Almodóvar, Ana (Milena Smit), uma garota de 17 anos, e Janis (Penélope Cruz), uma fotógrafa que beira os 40 anos, são mães solteiras que engravidam por acidente. Elas dão à luz no mesmo dia e, por compartilharem o mesmo quarto na maternidade, criam um vínculo. É um dos longas mais políticos do premiado diretor espanhol.
Espanha, 2021. Dir.: Pedro Almodóvar. Com: Penélope Cruz, Milena Smit e Rossy de Palma. 14 anos. Em cartaz nos cinemas e na Netflix. Indicado ao Oscar de melhor atriz para Penélope Cruz e melhor trilha sonora


A Mão de Deus
O filme do italiano Paolo Sorrentino acompanha a adolescência e amadurecimento de Fabietto Schisa, um jovem apaixonado por futebol que se vê diante de uma tragédia familiar que define seu futuro como cineasta na Nápoles da década de 1980.
Itália, 2021. Direção: Paolo Sorrentino. Com: Filippo Scotti, Toni Servillo, Teresa Saponangelo. 14 anos. Na Netflix. Indicado ao Oscar de melhor filme internacional (Itália)


Não Olhe para Cima
É um dos queridinhos recentes dos cinéfilos —e dos comentaristas de redes sociais. Nele, dois astrônomos, vividos por Leonardo DiCaprio e Jennifer Lawrence, descobrem que um cometa está vindo em direção à Terra e deve causar a destruição do planeta. Eles tentam compartilhar a descoberta apocalíptica com o governo e a imprensa americana, mas ninguém parece dar bola.
EUA, 2021. Direção: Adam McKay. Com: Leonardo DiCaprio, Jennifer Lawrence e Meryl Streep. 16 anos. Na Netflix. Indicado a melhor filme, melhor roteiro original, melhor montagem e melhor trilha sonora original


No Ritmo do Coração
​Ruby, interpretada por Emilia Jones, é a única pessoa capaz de ouvir numa família de surdos. Ela deve optar entre sua paixão por cantar e ajudar o pai (Troy Kotsur) e o irmão (Daniel Durant) em seu negócio de pesca.
EUA, 2021. Direção: Sian Heder. Com Emilia Jones, Troy Kotsur e Marlee Matlin, 14 anos. No cinema e no Amazon Prime Video. Indicado ao Oscar de melhor filme, melhor ator coadjuvante para Troy Kotsur e melhor roteiro adaptado


A Pior Pessoa do Mundo
O filme acompanha a história de Julie (Renate Reinsve) ao longo de quatro anos de sua vida, enquanto busca encontrar seu rumo profissional e se relaciona com homens cuja atenção ela mesma se espanta de ter despertado. Por seu papel, Reinsve ganhou o prêmio de melhor atriz no Festival de Cannes do ano passado.
Noruega, 2021. Direção: Joachim Trier. Com: Renate Reinsve, Anders Danielsen Lie e Herbert Nordrum, 16 anos. Em cartaz nos cinemas. Indicado ao Oscar de melhor filme internacional e melhor roteiro original.


Raya e o Último Dragão
Outra aposta da Disney, a animação é baseada em histórias folclóricas do sudeste asiático e acompanha a guerreira Raya, que precisa encontrar o último dragão ainda vivo para destruir entidades malignas que vagam pelo mundo transformando as pessoas em pedra.
EUA, 2021. Direção: Don Hall e Carlos López Estrada. 10 anos. No Disney+. Indicado ao Oscar de melhor animação


Um Príncipe em Nova York 2
Na continuação do clássico dos anos 1980, o príncipe Akeem, papel de Eddie Murphy, retorna a um transformado bairro Queens, em Nova York, ao descobrir que tem um filho que ele não conhece e que pode ser herdeiro do trono.
Príncipe em Nova York 2: Estados Unidos, 2021. Direção: Craig Brewer. Com: Eddie Murphy, Arsenio Hall e Shari Headley. 16 anos. No Amazon Prime Video. Indicado ao Oscar de melhor cabelo e maquiagem


Spencer
Trazendo Kristen Stewart no papel principal em uma elogiada atuação, o diretor chileno Pablo Larraín faz um retrato da princesa Diana, centrado nos dias que antecedem a sua morte, em 1997. Submersa nas oficialidades da realeza britânica, ela tenta manter o jogo de aparências apesar do casamento destroçado com o príncipe Charles.
Alemanha, EUA, Reino Unido, Chile, 2021. Direção: Pablo Larraín. Com: Kristen Stewart, Timothy Spall e Jack Nielen. 12 anos. Em cartaz nos cinemas. Indicado ao Oscar de melhor atriz para Kristen Stewart


Tick, Tick… Boom!
No musical, Andrew Garfield vive um jovem dramaturgo que tenta se estabelecer no mercado nova-iorquino na década de 1990. O filme, dirigido por Lin-Manuel Miranda, tem toques autobiográficos e faz uma homenagem musical ao universo do teatro americano.
EUA, 2021. Direção: Lin-Manuel Miranda. Com: Andrew Garfield, Vanessa Hudgens e Alexandra Shipp. 14 anos. Na Netflix. Indicado ao Oscar de melhor ator para Andrew Garfield e melhor montagem


A Tragédia de Macbeth
Denzel Washington encarna Macbeth nesta adaptação de Joel Coen para o clássico de Shakespeare. Na tragédia, aqui exibida em preto e branco, o personagem planeja o assassinato do rei da Escócia para tentar tomar o seu lugar.
EUA, 2021. Direção: Joel Coen. Com: Denzel Washington, Frances McDormand e Alex Hassell. Na AppleTV+. Indicado ao Oscar de melhor ator para Denzel Washington, melhor fotografia e melhor direção de arte

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais