Descrição de chapéu Cinema
Streaming

Não gosta de musical? Veja dez filmes no streaming para mudar de ideia em 2022

Lista traz produções premiadas, longas históricos e títulos que devem fazer barulho no Oscar

São Paulo

Vamos ser sinceros: uma cena de um musical pode ser constrangedora a ponto de dar dor de barriga em quem não é fã do gênero. Não é difícil estar assistindo a algum desses filmes e, do nada, alguém sai de um veículo em pleno engarrafamento para cantar e se deitar no capô do carro —o que leva os demais motoristas a também esquecerem o trânsito para cantar unidos em uma coreografia.

Para quem não viu, a cena acima está nos primeiros minutos de "La La Land", filme de 2016 que levou seis estatuetas do Oscar.

Para gostar de musicais é preciso entrar no clima da história, da música e desconsiderar a vergonha alheia que é sair cantando por aí sem mais nem menos. Principalmente quando atores conhecidos e durões são submetidos a enredos do tipo —caso de Russell Crowe em "Os Miseráveis", de 2012, e de Hugh Jackman em "O Rei do Show".

Mas 2022 está logo aí, e um novo ano é sempre um bom momento para amolecer os corações até dos críticos mais exigentes. A lista abaixo traz dez musicais capazes de agradar quem odeia musicais.

A começar por "Annette", filme esquisito do diretor Leos Carax, no qual Adam Driver e Marion Cotillard vivem um casal que vê tudo mudar após o nascimento da primeira filha —que não é vivida por uma atriz mirim, mas uma espécie de marionete. O longa é um dos cotados para fazer sucesso no Oscar depois de ter sido premiado em Cannes. Já em "Rocketman", de 2019, a trajetória do pianista e cantor Elton John é costurada por suas canções –uma boa oportunidade para ouvir clássicos do pop e do rock.

Para os amantes de terror, "The Rocky Horror Picture Show", filme de 1975, coloca um casal conservador em um mundo cheio de rock, libertinagem, música e nonsense. Já "Grease", de 1978, é um clássico cheio de couro e muito gel no cabelo, no qual John Travolta canta com calças jeans bem apertadas.

A lista ainda conta com "Hair", "Dreamgirls" e até o clássico "Moonwalker", com Michael Jackson vivendo em um mundo paralelo.

Conheça a seguir as dez opções para, quem sabe, começar 2022 com um pouco mais de música e suingue.

Dez musicais para quem não gosta de musical

Annette
No filme, um casal formado por um comediante e uma cantora lírica leva uma vida perfeita. A aparente harmonia é quebrada com o nascimento da primeira filha, Annette, que após um trauma desenvolve misteriosos dons. O musical fora dos padrões foi premiado em Cannes, tem trilha sonora assinada pelo duo pop Sparks e se tornou um dos mais disputados na 45ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.
França, EUA 2021. Direção: Leos Carax. Com: Adam Driver, Marion Cotillard e Simon Helberg. 16 anos. No Mubi
Leia a critica.


Dreamgirls - Em Busca de um Sonho
Baseado no musical da Broadway, retrata a luta de três cantoras que sonham em fazer sucesso no cenário pop dos anos 1960 dos Estados Unidos. A trama é inspirada no grupo de soul The Supremes e ganhou dois troféus no Oscar de 2007 —incluindo o de atriz coadjuvante para Jennifer Hudson.
EUA, 2006. Direção: Bill Condon. Com: Jennifer Hudson, Beyoncé e Eddie Murphy. 12 anos. No Youtube

Quatro pessoas negras cantando no palco
Cena do filme "Dreamgirls - Em busca de um Sonho", de 2006, do diretor Bill Condon - Divulgação

Grease - Nos Tempos da Brilhantina
O clássico que está prestes a completar 45 anos tem potencial para agradar quem torce o nariz para os musicais. A história se passa no verão de 1950 e acompanha a vida de Danny, líder de um grupo rebelde interpretado por John Travolta, que reencontra seu amor de verão, a ingênua Sandy, personagem de Olivia Newton-John, na volta às aulas. O filme foi indicado ao Oscar de Melhor Canção Original em 1979.
EUA, 1978. Direção: Randal Kleiser. Com: John Travolta, Stockard Channing e Olivia Newton-John. Livre. No Telecine


Hair
A adaptação da Broadway de mesmo nome se tornou um marco na história do cinema ao trazer a história de um jovem convocado para ir à Guerra do Vietnã. Em Nova York, ele conhece um grupo de hippies e acaba simpatizando com as suas ideias, o que o faz com que comece a questionar se deve ir ou não à guerra. É bem provável que até os mais ranzinzas terminem a sessão cantando "Age of Aquarius".
EUA, 1979. Direção: Milos Forman. Com: Treat Williams, Annie Golden e Beverly D'Angelo. 16 anos. No Amazon Prime Video


Moonwalker
Um dos passos de dança mais conhecidos do mundo, popularizado por Michael Jackson, tem um filme para chamar de seu. Na trama, um traficante de drogas extraterrestre chega na terra e ameaça a vida das crianças. Quem vai impedi-lo? Exato, o rei do pop. Se a história parece uma loucura, ela é recheada por músicas do álbum "Bad", um dos mais importantes do cantor, o que já faz valer a uma hora e meia de musical.
EUA, 1988. Direção: Jerry Kramer e Colin Chilvers. Com: Michael Jackson, Joe Pesci e Kellie Parker. 12 anos. Na Apple TV

Pessoas dançando em fundo azul
Michael Jackson durante cena do filme "Moonwalker" - Divulgação

Moulin Rouge - Amor em Vermelho
Esse é para quem gosta de romance. O musical dirigido por Baz Luhrmann conta a história de Christian, personagem de Ewan McGregor, que se vê seduzido pelo obscuro submundo dos cabarés de Paris. O filme foi indicado a oito estatuetas do Oscar e venceu em direção de arte e figurino.
EUA e França. 2001. Direção: Baz Luhrmann. Com: Nicole Kidman, Ewan McGregor e Natalie Mendoza. 12 anos. No Star+


Rocketman
A biografia musical acompanha o cantor e compositor britânico Elton John no início de seu estrelato, falando sobre sua relação amorosa com o empresário John Reid e a parceria com Bernie Taupin, com quem escreveu clássicos como "Your Song" e "Don't Let the Sun Go Down on Me". Além de ter Taron Egerton muito bem no papel de John, o filme desfila clássicos do pop e do rock para ninguém botar defeito.
Inglaterra, 2019. Direção: Dexter Fletcher. Com: Taron Egerton, Richard Madden e Jamie Bell. 16 anos. Na Netflix
Leia a crítica.


The Rocky Horror Picture Show
Esse é um dos musicais mais estranhos já feitos. Dirigido por Jim Sharman e com Susan Sarandon e Tim Curry no elenco, acompanha a história de dois jovens em uma viagem na qual são forçados a pedir ajuda num castelo de beira de estrada. Lá dentro, acontece de tudo. O lugar é povoado por criaturas queer, roupas coladas, raios laser, máquinas estranhas, pernas com cinta-liga e músicas que se tornaram hinos do rock. É um clássico cult que mistura ficção científica, sexo e batom.
EUA, 1975. Direção: Jim Sharman. Com: Tim Curry, Susan Sarandon e Richard O'Brien. 18 anos. No Telecine

Cena do filme "The Rocky Horror Picture Show"
Cena do filme "The Rocky Horror Picture Show" - Divulgação

Tick, Tick... Boom!
Na trama, que tem toques autobiográficos, um jovem dramaturgo interpretado por Andrew Garfield tenta se estabelecer no mercado nova-iorquino na década de 1990. O musical é dirigido por Lin-Manuel Miranda, que fez de "Hamilton" um clássico da Broadway.
EUA, 2021. Direção: Lin-Manuel Miranda. Com: Andrew Garfield, Vanessa Hudgens e Alexandra Shipp. 14 anos. Na Netflix


Tommy
Outro clássico cult. A ópera-rock não somente foi produzida pela banda The Who, mas traz no elenco nomes como Elton John e Tina Turner —o primeiro cantando "Pinball Wizard", a segunda numa performance memorável de "Acid Queen". O protagonista é interpretado por Roger Daltrey, fundador e vocalista do The Who. Na trama, o personagem desenvolveu surdez e cegueira na infância por causa de um trauma, até que mais velho se torna um famoso jogador de pinball.
EUA, 1975. Direção: Ken Russell. Com: Elton John, Roger Daltrey e Jack Nicholson. 14 anos. Na Apple TV

Homem branco recebendo remédio de mulher misteriosa
Cena do filme "Tommy", uma ópera-rock do diretor Ken Russell - Divulgação

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais