Descrição de chapéu series
Streaming

Conheça 10 séries com realidades distópicas para fugir um pouco do Brasil de 2021

Escapar de um cenário com pandemia e fervura política é possível no streaming

São Paulo

Distrair-se num Brasil pandêmico e recheado de disputas políticas que culminaram numa CPI pode ser difícil. Apesar do avanço da vacinação no território nacional, ainda falta muito para que a Covid-19 se torne uma realidade passada por aqui.​ Depois de meses vivendo sem perspectiva de quando as coisas vão de fato melhorar, é natural sentir vontade de fugir para um mundo diferente —ainda mais ao ver outros países ensaiando uma volta ao velho normal.

Com o comércio voltando a funcionar sem restrições em São Paulo e o medo de uma nova onda de contaminação, a solução por aqui pode ser dobrar a aposta no novo normal e continuar apostando em filmes e séries que propõem viagens para outras realidades, mesmo que apenas por algumas horas.

Em tempos de pandemia, o streaming ganhou força, com lançamento de novas plataformas sedentas pela sua assinatura. Escolher um título em meio a tantas opções parece nunca ter sido tão complicado.

Na seleção a seguir há dez séries que prometem transportar o espectador para mundos desconhecidos, visitar realidades sem Covid-19 e até a viajar no tempo. Mas estamos falando de audiovisual e de ficção —alguns dos títulos trazem cenários ainda mais difíceis do que o que estamos enfrentando. Mas algumas dessas histórias distópicas podem ajudar a escapar por algumas horas do Brasil de 2021.

Altered Carbon
Deixe 2021 para trás. Nessa série, que se passa no futuro, a sociedade desenvolveu uma esquema de troca de corpos. O mercenário Takeshi Kovacs acorda em um novo corpo depois de ficar 250 anos inconsciente e precisa se adaptar à situação. Neste meio-tempo, ele é contratado para descobrir o culpado de um assassinato de um homem rico e poderoso.
EUA, 2018. Criação: Laeta Kalogridis. Com: Chris Conner, Dichen Lachman e Renée Elise Goldsberry. Duas temporadas (18 episódios). Na Netflix. 18 anos


Black Mirror
Se você não se importar de visitar realidades mais assustadoras que a do Brasil de 2021, uma dica é assistir a essa série. Cada episódio mostra uma realidade em que a tecnologia foi responsável por alguma mudança na sociedade —em sua maioria, pautada por cenários ruins e assustadores.
Reino Unido, 2011. Criação: Charlie Brooker. Com: Daniel Lapaine, Hannah John-Kamen e Michaela Coel. Cinco temporadas (22 episódios). Na Netflix. 16 anos


Dark
Quem assistir à série vai ser transportado para a Alemanha, viver períodos do passado e do futuro, além de realidades paralelas. Com uma trama complexa, "Dark" precisa ser vista com atenção —mas quem se dedicar aos episódios será recompensado com uma história de dar nó na cabeça. Tudo começa com o desaparecimento de um menino na Alemanha de 2019. Os habitantes da pequena cidade de Winden começam uma busca pelo jovem enquanto temem que algo sobrenatural está agindo na região.
Alemanha e EUA, 2017. Criação: Baran bo Odar e Jantje Friese. Com: Karoline Eichhor, Lisa Vicari e Louis Hofmann. Três temporadas (26 episódios). Na Netflix. 16 anos


For All Mankind
Na realidade apresentada nesta série, quem venceu a Corrida Espacial foi a União Soviética. A derrota faz com que os Estados Unidos se sintam incentivados a mostrar ao mundo o seu poder econômico e decidam não desistir da competição. Nos episódios, as duas potências mundiais continuam a brigar pela exploração da Lua.
EUA, 2019. Criação: Ben Nedivi, Matt Wolpert e Ronald D. Moore. Com: Joel Kinnaman, Michael Dorman e Noah Harpster. Duas temporadas (20 episódios). No Apple TV+. 14 anos

Cena de 'For All Mankind', série do Apple TV+ sobre uma realidade em que a União Soviética venceu a Corrida Espacial
Cena de 'For All Mankind', série do Apple TV+ sobre uma realidade em que a União Soviética venceu a Corrida Espacial - Divulgação

Love, Death & Robots
Com episódios curtos, o título da série animada já entrega tudo —na trama, há diferentes histórias com tecnologia, amor, violência e cenários habitados por robôs e outras criaturas bizarras.
EUA, 2019. Criação: Tim Miller. Duas temporadas (26 episódios). Na Netflix. 18 anos


Raised By Wolves
Depois da Terra ser devastada, dois androides fogem para um planeta chamado Kepler-22B com a missão de criar crianças humanas. O problema é que, com o passar dos anos e a chegada de outros grupos sobreviventes, a sociedade que se forma neste local inóspito começa a passar por divergências e disputas religiosas.
EUA, 2020. Criação: Aaron Guzikowski. Com: Abubakar Salim, Amanda Collin e Travis Fimmel. Uma temporada (dez episódios). Na HBO Max. 16 anos


Stranger Things
Na primeira temporada, um jovem desaparece sem explicações. Sua mãe e um grupo de amigos começam uma busca pelo menino, que foi parar em uma realidade paralela. Um dos maiores fenômenos da cultura pop dos últimos anos, "Stranger Things" deve ganhar uma quarta temporada em 2022.
EUA, 2016. Criação: Ross Duffer e Matt Duffer. Com: Millie Bobby Brown, Finn Wolfhard e Winona Ryder. Três temporadas (25 episódios). Na Netflix. 16 anos

Cena da primeira temporada de "Stranger Things", série da Netflix
Cena da primeira temporada de "Stranger Things" - Divulgação

Tales From The Loop
Na série, pessoas de uma cidadezinha americana vivem acima do Loop, uma máquina construída para desvendar os mistérios do universo, tornando realidade alguns fenômenos das ficções científicas. Apesar do tema "de outro mundo", a produção busca explorar dilemas rotineiros dos personagens.
EUA, 2020. Criação: Nathaniel Halpern. Com: Daniel Zolghadri, Paul Schneider e Rebecca Hall. Uma temporada (oito episódios). No Amazon Prime Video. 14 anos


Westworld
Pessoas ricas controlam androides idênticos a humanos em um território chamado Westworld. Os androides que ali vivem não sabem que fazem parte de uma simulação e têm suas memórias constantemente apagadas para que não causem distúrbios nas narrativas. Tudo muda, porém, quando alguns deles começam a alcançar a própria consciência.
EUA, 2016. Criação: Jonathan Nolan e Lisa Joy. Com: Ed Harris, Evan Rachel Wood e Jeffrey Wright. Três temporadas (28 episódios). Na HBO Max. 16 anos


What If…?
Se os filmes e séries da Marvel já mostram um mundo povoado por pessoas com superpoderes, essa série animada vai além. Cada episódio deve abordar uma realidade paralela àquela já mostrada nos cinemas. O primeiro episódio, por exemplo, mostra o que teria acontecido se Peggy Carter tivesse se tornado a Capitã América, e não Steve Rogers. Já dá para conferir dois capítulos no streaming da Disney —os episódios estão sendo lançados semanalmente, às quartas-feiras.
EUA, 2021. Direção: Bryan Andrews. Uma temporada (9 episódios). No Disney+. 14 anos

Cena da série animada "What If...?", parte do Universo Cinematográfico Marvel, do Disney+
Cena da série animada "What If...?", parte do Universo Cinematográfico Marvel, do Disney+ - Divulgação

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais