Descrição de chapéu Televisão series
Streaming

'Monstros S.A.' renasce em nova série; conheça outras 10 animações que ganharam seriados

Saiba como assistir a capítulos de 'O Rei Leão' e 'Kung Fu Panda' no streaming

Cena da animação 'Monstros S.A.', da Disney

Cena da animação 'Monstros S.A.', da Disney Divulgação

São Paulo

Em novembro deste ano, a animação “Monstros S.A.” completa 20 anos da estreia. O sucesso da Pixar que apresentou os monstros Sulley e Mike Wazowski nunca teve uma continuação durante esse tempo todo —um segundo título foi lançado, é verdade, mas ele serviu como um flashback, contando como os dois personagens se conheceram na faculdade, no longa "Universidade Monstros", de 2013.

O mistério do que ocorre após o fim de "Monstros S.A." termina com a série “Monstros no Trabalho”, que chega ao Disney+ nesta quarta, dia 7. A trama traz Sulley e Mike de volta às telas, mas desta vez quase como coadjuvantes. Os capítulos exibem o que aconteceu logo em seguida do filme de 2001.

A aposta da Disney é só mais um exemplo da tentativa dos estúdios de prolongar o sucesso de uma animação que foi bem nos cinemas. Os exemplos são vários.

Em 1992, a Disney aproveitou o sucesso de “A Pequena Sereia” para produzir uma série animada. Alguns anos depois, o estúdio do Mickey fez o mesmo com “Hércules” —pouco depois do lançamento do filme, encomendou uma história seriada para a televisão. A Dreamworks não fica pra trás. Hoje é difícil dizer qual franquia do estúdio ainda não ganhou sobrevida com seriados, caso de "Kung Fu Panda" e de "Madagascar", por exemplo.

Apesar do sucesso de “Monstros S.A.”, a Pixar levou 20 anos para explorar a continuação da história. A trama tem início apenas um dia após o fim de "Monstros S.A." e apresenta novos personagens e novos universos dentro da fábrica que serve de ambiente para a história.

Nela, o jovem Tylor Tuskmon sonha em ser um assustador profissional. O problema é que, quando ele finalmente consegue um emprego na Monstros S.A., descobre que vai ter que se tornar um comediante, já que o riso das crianças é a nova fonte de energia de Monstrópolis. A produção terá dez episódios, lançados semanalmente, sempre às quartas, na plataforma Disney+.

Com novas plataformas de streaming chegando a todo momento, é comum ficar perdido na hora de escolher uma série para maratonar. Confira abaixo uma lista com dez produções derivadas de animações para ver com as crianças nas férias. De quebra, os adultos também devem se entreter com um pouco de nostalgia.

O Chefinho: De Volta aos Negócios
Na série derivada de “O Poderoso Chefinho”, o bebê engravatado conta com a ajuda de seu irmão para aprender a equilibrar os afazeres familiares com as tarefas profissionais da Baby Corp, instituição em que atua.
EUA, 2018. Quatro temporadas (49 episódios). Na Netflix. Livre


Dragões: Pilotos de Berk
Com uma história que se passa depois do primeiro filme da trilogia “Como Treinar o Seu Dragão”, a primeira temporada da série mostra como Soluço e seus amigos vão integrar os dragões à sociedade viquingue de Berk.
EUA, 2012. Quatro temporadas (40 episódios). No Amazon Prime Video. 10 anos


A Guarda do Leão
Com três filmes animados e um remake realista que integra a lista de dez maiores bilheterias de todos os tempos, parece natural que a Disney queira explorar a franquia de “O Rei Leão” ao máximo. Na série, Kion, filho de Simba e Nala, comanda um grupo de animais para proteger o próprio reino.
EUA, 2015. Criação: Ford Riley. Três temporadas (78 episódios). No Disney+. Livre


Hércules
Na produção inspirada no longa da Disney de 1997, Hércules precisa treinar para se tornar um herói. Enquanto isso, ele recebe a visita de deuses e deusas —alguns surgem para ajudar, equanto outros só desejam atrapalhar.
EUA, 1998. Uma temporada (65 episódios). No Disney+. Livre


Kung Fu Panda: The Paws of Destiny
Po, o panda que descobre ser um excelente lutador de kung fu na trilogia de filmes da Dreamworks, se vê diante de um novo desafio: ensinar uma turma de pandinhas a controlar o próprio poder e se tornarem lendas da arte marcial.
EUA, 2018. Criação: Elliott Owen. Duas temporadas (26 episódios). No Amazon Prime Video. Livre


Lilo & Stitch: A Série
A série derivada do filme de 2002 sobre o alienígena azul que invade o Havaí conta o que aconteceu com os “primos” de Stitch —ou seja, os outros experimentos criados pelo Dr. Jumba. A cada episódio, Lilo e Stitch precisam achar os alienígenas, transformá-los em seres bondosos e encontrar uma função para eles na sociedade.
EUA, 2003. Criação: Dean DeBlois e Chris Sanders. Duas temporadas (65 episódios). No Disney+. Livre


A Nova Escola do Imperador
Criada após “A Nova Onda do Imperador”, de 2000, a série mostra Kuzco enfrentando os desafios da escola para se tornar um verdadeiro imperador. Enquanto isso, a maligna Yzma se disfarça de diretora escolar para tentar impedi-lo.
EUA, 2006. Criação: Mark Dindal. Duas temporadas (52 episódios). No Disney+. Livre


Operação Big Hero: A Série
Depois do filme “Operação Big Hero”, os amigos do jovem gênio Hiro se reúnem a ele e ao robô Baymax para defender a cidade de San Fransokyo contra seres malignos. Como nem tudo é fácil, Hiro precisa lidar com os desafios acadêmicos.
EUA, 2017. Criação: Bob Schooley, Mark McCorkle e Nicholas Filippi. Duas temporadas (50 episódios). No Disney+. Livre


A Pequena Sereia
Muitoa gente não sabe, mas a animação clássica teve uma série também. A produção, que leva o mesmo nome do desenho marítimo da Disney, mostra eventos que ocorrem antes do filme. Na trama, Ariel, sua família, Linguado e Sebastião vivem aventuras pelo mar.
EUA, 1992. Criação: Peter S. Beagle. Três temporadas (31 episódios). No Disney+. Livre


Os Pinguins de Madagascar
No seriado baseado na trilogia “Madagascar”, as estrelas são os pinguins —coadjuvantes carismáticos que, nos filmes, trabalham como espiões. A trama mostra as aventuras dos animais vivendo no zoológico do Central Park, em Nova York. O sucesso dos personagens foi tanto que, em 2014, eles ganharam um filme próprio também.
EUA, 2008. Criação: Eric Darnell e Tom McGrath. Duas temporadas (65 episódios). No Amazon Prime Video. Livre

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais